Arquivo da tag: moto2

Fernandez conquista 3ª vitória com motor Triumph no GP de San Marino da Moto2 e se aproxima dos líderes

2 - Thurs 19th Sep

O piloto espanhol Augusto Fernandez, da Flexbox HP40, teve outro desempenho incrível no GP de San Marino, no último final de semana, no autódromo Misano World Circuit Marco Simoncelli, conhecido simplesmente como circuito de Misano. Foi sua terceira vitória nesta temporada e conquistada após ultrapassar o pole position Fabio Di Giannantonio na última volta, impedindo o italiano de chegar à sua primeira vitória na Moto2 com o motor Triumph, por apenas 0,186 segundos.

O ritmo do fim de semana foi quente desde o início. Na qualificação, os 11 melhores pilotos ficaram todos dentro de apenas 0,5 segundo um do outro, e os 17 primeiros ficaram separados por apenas 0,742 segundo. Na corrida, desde o início, tivemos uma distância aberta entre os quatro primeiros, com Di Giannantonio se afastando de Fernandez, Tom Luthi e Alex Marquez.

Enquanto Marquez ultrapassava Luthi, que terminou 1,5 segundo atrás do líder do campeonato, no quarto lugar, após cometer um erro e perder terreno, Di Giannantonio e Fernandez estavam na frente em uma verdadeira batalha.

Di Giannantonio estava rumo à sua primeira vitória na carreira de Moto2, tendo liderado a corrida inteira, mas uma enorme pressão de Fernandez fez com que o espanhol reivindicasse sua segunda vitória consecutiva na última volta. Essa vitória reforça sua segunda posição na classificação geral do campeonato e o deixa com apenas 26 pontos atrás do líder da categoria, Alex Marquez.

“Em uma corrida extremamente disputada, a Moto2 mostrou ao mundo que você nunca deve desistir. Assim como Fabio Di Giannantonio parecia pronto para conquistar sua primeira vitória na categoria, Augusto Fernandez realizou uma manobra inacreditável para obter a vitória na última volta. As complicadas condições do circuito impediram novos recordes neste fim de semana, mas permitiram aos pilotos a oportunidade de mostrar como o motor Triumph impulsiona a moto nas saídas das curvas. No entanto, tivemos outro recorde de velocidade máxima estabelecido aqui, por Somkiat Chantra, continuando a tendência de recordes a cada corrida nesta temporada. Com Augusto se aproximando de Alex pela disputa do título, ainda não acabou”, afirmou Steve Sargent, diretor de Produto da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 765cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765 cc, líder da sua categoria que produz de 140 cv de potência. A seguir, no campeonato da Moto2, teremos o GP de Aragón, na Espanha, no próximo fim de semana (22 de setembro). Será a penúltima corrida europeia, tendo depois um quarteto de corridas na Tailândia, no Japão, na Austrália e na Malásia.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e, mais recentemente, Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Novos recordes de voltas mais rápidas e um novo vencedor marcam GP da Áustria

2

O piloto sul-africano Brad Binder tornou-se o quinto vencedor diferente na categoria Moto2 na temporada 2019, no GP da Áustria, realizado no último domingo, dia 11. Correndo pela equipe Red Bull KTM Ajo, Binder obteve uma vitória dominante. Classificado em segundo lugar no grid de largada, ele assumiu a liderança da prova já na primeira curva da primeira volta. Embora não tenha abandonado a liderança a partir de então, o sul-africano sofreu intensa pressão do líder do campeonato, o espanhol Alex Marquez, no final da corrida.

Marquez veio da 11ª posição de largada para o segundo lugar faltando apenas cinco voltas para o final, mas não conseguiu ultrapassar Binder, que conquistou sua primeira vitória em 2019 e sua quinta na categoria Moto2. Ele venceu Marquez por uma diferença de somente 0,3 segundos!

O piloto japonês Tetsuta Nagashima, da equipe Teluru SAG Team, estabeleceu uma impressionante pole position nesta prova, estabelecendo um novo recorde para a Moto2 em 2019. Durante a corrida, o italiano Luca Marini conseguiu um novo recorde de volta de volta mais rápida e atingiu uma velocidade máxima de 265,3 km/h, também um novo recorde, graças à eficiência do motor Triumph de 765 cc.

Após 11 corridas desta temporada, Marquez lidera a disputa pelo título, à frente de Thomas Lüthi, com Jorge Navarro em terceiro. Depois de sua dominância inicial, com três vitórias nas quatro primeiras corridas, Lorenzo Baldassarri é o quinto, mostrando como a categoria está evoluindo à medida em que as equipes e os pilotos se adaptam ao novo motor triplo de 765 cc da Triumph.

“É fantástico ver outro piloto, desta vez Brad Binder, no topo do pódio na segunda metade da nossa primeira temporada de Moto2, continuando a demonstrar o quão disputada está a competição, à medida que os pilotos da categoria continuam a aprender a capacidade e o desempenho do nosso motor de 765 cc. Os novos recordes de volta mais rápida e velocidade máxima são uma grande demonstração de como a categoria está progredindo. Com o ambiente incrível aqui na Áustria, o cenário está pronto para as próximas oito provas da temporada, que, eu tenho certeza, serão igualmente incríveis, enquanto a disputa pelo título realmente esquenta”, declarou Steve Sargent, diretor de Produto  da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 de 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS de 765 cc, líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência. A próxima etapa da Moto2 será o Grande Prêmio da Grã-Bretanha, em 25 de agosto, em Silverstone, que será um evento muito especial para a Triumph, com a estreia mundial de uma motocicleta muito emocionante.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 17 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT) e Fortaleza (CE). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 600 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:
Moto2 – GP Austria

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Alex Marquez alcança a quinta vitória na Moto2 em 2019 e bate novo recorde

Moto 2 - Republica Tcheca.png

O piloto espanhol Alex Marquez desfrutou de um final de semana dominante no circuito de Brno, na República Checa, no retorno da Moto2 após as férias européias de verão. A partir da sua segunda pole position da temporada, o piloto da EG 0,0 Marc VDS foi o segundo a largar, mas recuperou a liderança logo na terceira curva e assim se manteve até o final.

Definindo a volta mais rápida da corrida, que marca outro novo recorde de volta com a potência do motor Triumph de 765 cc, ele conseguiu um desempenho impecável para conquistar sua quinta vitória em 2019. Enquanto isso, seu principal rival no campeonato, o suíço Thomas Luthi, caiu na quarta volta, dando a Márquez uma saudável vantagem de 33 pontos – a maior distância em pontos entre o líder e o segundo colocado até agora nesta incrível temporada da categoria. Mesmo assim, os sete primeiros pilotos estão divididos por 60 pontos – metade do que tem a categoria MotoGP.

Além disso, demonstrando ainda mais a disputa acirrada do campeonato neste ano, dois novos pilotos subiram ao pódio da Moto2 nesta temporada – Fabio Di Giannantonio e Enea Bastianini. Isso significa que, até agora, 11 pilotos diferentes chegaram ao pódio durante a era da Triumph na Moto2, um terço do total do grid.

“Parabéns à Alex Marquez e à equipa Marc VDS pela exibição dominante em Brno, com pole positions consecutivas e vitórias! Alex estabeleceu um novo recorde de volta apenas em sua segunda volta da corrida, o que mostra como ele está em sintonia para obter o melhor do motor Triumph. Isso mantem nossa busca consistente de quebrar recordes em todas as corridas nesta temporada. Também é ótimo ver dois novos pilotos, Di Giannantonio e Bastianini, no pódio perto do início de sua jornada Moto2. Como estamos apoiando o desenvolvimento da próxima série de talentos do Moto GP, é uma indicação fantástica de quão perto está a competição este ano. Com os nossos motores, um terço do grid da Moto2 já alcançou um lugar no pódio nesta temporada”, explica Steve Sargent, diretor de produto da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 de 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765 cc, líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência. Num agitado mês de agosto para o campeonato, com três corridas, a próxima etapa da Moto2 será o GP da Áustria, no próximo final de semana, 11 de agosto.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 17 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT) e Fortaleza (CE). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 600 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:
Moto2 – GP República Tcheca

FOTOS:
Moto 2 - Republica Tcheca

GP da Alemanha e Festival de Velocidade de Goodwood empolgam fãs da Moto2 no último final de semana

GP da Alemanha

O espanhol Alex Marquez conquistou sua quarta vitória da temporada no GP da Alemanha de Moto2, após conseguir sua primeira pole position na categoria com o motor de 765 cc da Triumph. Foi uma exibição focada do piloto da EG 0,0 Marc VDS, que tomou a dianteira na sétima volta, e não olhou mais para trás. O GP da Alemanha aconteceu no último domingo, dia 7 de agosto.

Marques liderou a prova à frente do piloto sul-africano Brad Binder, que obteve sua melhor chegada da temporada, com o alemão Marcel Schrotter completando o pódio. Com o suíço Thomas Luthi conseguindo apenas um quinto lugar, após uma punição de volta longa por tocar em Xavi Vierge, Marquez permanece na liderança com oito pontos de vantagem. Com apenas 39 pontos separando os seis primeiros pilotos, tudo ainda está aberto para a segunda metade da temporada.

Enquanto isso, o Reino Unido recebeu o “Festival de Velocidade de Goodwood” no mesmo fim de semana e o bicampeão mundial de Superbike James Toseland deu um verdadeiro show com o protótipo do motor da Moto2 de 765 cc da Triumph – para o prazer de 200.000 fãs presentes.

Steve Sargent, diretor de Produto da Triumph, declarou: “Dissemos, no começo da temporada, que queríamos ajudar a fazer da Moto2 uma disputa acirrada, veloz e empolgante. Revivendo a primeira metade da temporada, realmente acredito que tivemos sucesso nesse objetivo. Tivemos corridas espetaculares com quatro vencedores diferentes e nove pilotos diferentes no pódio. Os recordes de corrida e volta mais rápida caíram e é muito bom ver que apenas 39 pontos separam os seis primeiros pilotos do campeonato depois de nove corridas. Também foi fantástico ver James Toseland empolgando os fãs em Goodwood no protótipo da Moto2, exatamente um ano após a estreia mundial deste projeto. Que venha a segunda metade do ano!”

O motor de corrida Triumph Moto2 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765 cc, líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência.

A seguir, depois da pausa da temporada da Moto2, o GP da República Checa vai acontecer no dia 4 de agosto.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 17 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT) e Fortaleza (CE). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 600 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:
Moto2 – GP Alemanha

FOTOS:
GP da Alemanha

Alex Marques conquista sua terceira vitória consecutiva na Moto2 pilotando em casa, no GP da Catalunha

Pela primeira vez em sua carreira de Grand Prix, o piloto espanhol Alex Marquez conquistou sua terceira vitória consecutiva com uma exibição dominante, pilotando em casa, no Circuito de Barcelona-Catalunha, em Montmeló. Com essa sequência espetacular, Marquez assumiu a liderança do campeonato de Moto2.



Demonstrando mais uma vez como está se dando muito bem com a potência e o torque maiores do motor triple de 765cc da Triumph, Marquez também estabeleceu um novo recorde de volta mais rápida na Moto2 na icônica pista. Após sete corridas com motores Triumph na temporada de 2019, todas tiveram pelo menos um recorde quebrado: uma combinação de volta mais rápida, velocidade máxima ou tempo de corrida.

A disputa da categoria da Moto2 foi acirrada como nunca durante todo o final de semana, começando por um notável treino livre 1, no qual os oito principais pilotos ficaram separados por menos de 0,3 segundos. Até o treino livre 3, na manhã de sábado, os 22 primeiros estavam com uma diferença menor que um segundo, e, no fim do treino classificatório, apenas 0,1 segundo separou os seis primeiros pilotos.

A proximidade da competição neste ano faz com que seja ainda mais impressionante ver Marquez conquistando sua terceira vitória consecutiva, com tamanho domínio, com uma diferença de 1,9 segundo para Thomas Luthi e mais 0,6 segundo para Jorge Navarro. O líder anterior do campeonato, Lorenzo Baldassarri, que também tem três vitórias nesta temporada, bateu na sexta volta na perigosa curva dez, que também fez outras vítimas durante o final de semana. Assim, ele entregou a liderança do campeonato pela primeira vez na temporada, estando agora em quarto, atrás de Marquez, Luthi e Navarro.

Moto2 - GP da Catalunha (1)

“Parabéns a Alex Marquez por sua terceira vitória consecutiva, tornando-se o novo líder do campeonato, e também a Augusto Fernandez, por conseguir sua primeira pole position na Moto2 no sábado. É ótimo ver novos pilotos nas posições mais altas à medida que a Triumph continua fornecendo vida nova e empolgação à Moto2. Novamente, neste fim de semana, os números respondem pelo desempenho dos nossos motores: outro recorde de volta mais rápida e um novo recorde de velocidade máxima no circuito de Barcelona. Com exceção ao Grand Prix dos Estados Unidos, o motor triple de 765cc da Triumph agora proporcionou novos recordes de volta mais rápida em todas as corridas desta temporada e, em Austin, o recorde não foi superado somente em função das condições climáticas, e mesmo assim, o motor ajudou a estabelecer o melhor tempo de prova”, disse Steve Sargent, diretor de produto da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 765cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765cc, líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência. Em seguida, na Moto2, teremos duas corridas consecutivas: a primeira, em TT Assen, na Holanda, no dia 30 de junho; a segunda, o Grand Prix da Alemanha, em 7 de julho.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 17 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT) e Fortaleza (CE). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 600 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

Baldassarri conquista terceira vitória na Moto2 e motor Triumph continua batendo recordes

2
GP da Espanha: muita competitividade entre os pilotos na categoria Moto2, graças ao novo motor Triumph de 765 cc.

O piloto italiano Lorenzo Baldassarri continua se destacando bastante na categoria Moto2 na temporada de 2019, agora equipada com motores Triumph de 765 cc. No último domingo (dia 5 de maio), ele venceu a quarta etapa da categoria neste ano, o Grande Prêmio da Espanha, realizado no tradicional Circuito de Jerez, na cidade de Jerez de la Frontera. Foi a terceira vitória de Baldassari neste ano – ele já havia sido vitorioso no Qatar e na Argentina; enquanto o suíço Thomas Luthi ganhou a terceira etapa, no autódromo Circuito das Américas, na cidade de Austin, no Texas, nos Estados Unidos.

Baldassarri, líder do campeonato, estabeleceu um novo recorde de volta mais rápida para o circuito, sendo 0,9 segundos mais rápido que seu próprio recorde obtido em 2018. E ele não foi o único piloto a definir novos recordes: o espanhol Jorge Navarro, terceiro colocado na prova anterior, levou sua máquina Speed Up com motor Triumph à pole position com um novo recorde para a pista: quase 0,8 segundos mais veloz que o seu recorde anterior.

Na volta de abertura da corrida, um acidente envolvendo quatro motocicletas na saída da primeira curva exigiu bandeira vermelha e uma nova largada. O piloto espanhol Augusto Fernandez, em recuperação, que perdeu as primeiras duas corridas após cirurgia por uma fratura dupla no pulso, assumiu a liderança inicial logo à frente de Baldassarri, seu colega na equipe Flexbox HP40.

Por volta da metade de prova, Baldassarri assumiu a ponta e garantiu outra vitória importante, estendendo sua liderança no campeonato para os 17 pontos. O pole position Navarro batalhou muito, após cair para quinto na primeira volta, tendo que brigar com Fernandez e conquistando o segundo lugar na penúltima volta, subindo para o quarto lugar na classificação geral do campeonato.

Com os novos motores Triumph de 765 cc, a velocidade mais alta neste fim de semana foi obtida por três pilotos: Navarro, Xavi Vierge e Alex Marquez, todos chegando aos 251,1 km/h.

“Após quatro corridas da nossa primeira temporada na Moto2, as três vitórias iniciais de Lorenzo representam uma grande realização, especialmente considerando como a categoria está competitiva este ano. O fato de três pilotos estabelecerem a mesma velocidade máxima durante o fim de semana indica o nível de igualdade que buscamos e, o mais importante, sempre com corridas muito  acirradas. Com novos recordes de volta mais rápida e velocidade máxima estabelecidos neste fim de semana, o nível da categoria está incrivelmente alto e estamos contentes com a participação da Triumph em tornar este show ainda mais empolgante”, afirmou Steve Sargent, CPO da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 de 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765 cc (também vendida no Brasil), líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência com o mesmo ronco visceral típico da marca inglesa.

A próxima etapa da Moto 2 será o Grande Prêmio da França, no dia 19 de maio.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 16 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES) e Várzea Grande (MT). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:
Moto2 – GP Jerez

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Tom Luthi e sua equipe conquistam primeira vitória na Moto2 em 2019

Moto2_05
Circuito das Américas, nos Estados Estados: mais uma vez o destaque foi a alta competitividade dos motores Triumph de 765 cc.

Neste último domingo, dia 14, foi realizada a terceira etapa da Moto2 no autódromo Circuito das Américas, localizado na cidade de Austin, no Texas, Estados Unidos. Apesar das chuvas, a prova foi marcada pela grande disputa entre os pilotos. Pela primeira vez na era de fornecimento de motores Triumph para a categoria, o vencedor foi o suíço Thomas Luthi – as duas corridas anteriores (no Qatar e na Argentina) foram vencidas pelo italiano Lorenzo Baldassarri. Em Austin, Luthi e seu companheiro da equipe Dynavolt Intact GP, o alemão Marcel Schrotter, dominaram outra corrida desafiadora da Moto2, em uma disputa incrivelmente acirrada. O espanhol Jorge Navarro também conquistou seu primeiro pódio na Moto2, terminando na terceira posição.

Schrotter, que iniciou o fim de semana em terceiro no campeonato, foi o mais rápido nas sessões da sexta-feira, à frente de Luthi, e ficou em primeiro para largar na pole position. Vencedor de duas provas e líder do campeonato, Lorenzo Baldassarri conseguiu qualificar-se apenas na 15ª posição em função das condições climáticas. O clima já havia afetado o ritmo de muitos pilotos quando a sessão foi cancelada devido às chuvas. Entretanto, a partir da largada, foi o espanhol Alex Marquez, pilotando para a equipe Marc VDS, que definiu o ritmo, pulando do segundo lugar no grid para a primeira posição, o que durou sete voltas. Na oitava volta, a dupla da Dynavolt mostrou sua força. Luthi, que já havia pulado para o segundo na primeira volta, assumiu a liderança e nunca mais olhou para trás.

A vitória de Luthi faz com que ele fique em terceiro no campeonato, enquanto Schrotter sobe para o segundo lugar, apenas três pontos atrás do líder Baldassarri, que não pontuou, devido a um acidente ainda na primeira volta. Após três corridas, os três primeiros pilotos na classificação geral da categoria estão separados por apenas cinco pontos. O piloto tailandês Somkiat Chantra, da Idemitsu, registrou a maior velocidade máxima deste fim de semana da Moto2, atingindo 291,77 km/h durante a FP1, o que fica ainda mais impressionante quando se compara o desempenho do motor de três cilindros e 765 cc da Triumph com os motores de quatro cilindros e 1000 cc da categoria da MotoGP e sua velocidade máxima de 346,81 km/h.

De fato, há muito apoio aos motores Triumph da Moto2 entre a elite da MotoGP. Marc Marquez, por exemplo, comentou sobre o fim de semana: “Podemos ver que chegam a 300 km/h no fim das retas. Acredito que será melhor [em comparação aos motores da temporada passada] porque é mais parecido com uma moto da MotoGP.” E Valentino Rossi completou: “O motor tem mais torque; o intervalo inferior é um pouco maior. Para mim, está em um ótimo nível.”

“Foi outro fim de semana de corridas incrível e estou muito satisfeito com o desempenho em uma pista com desafios tão únicos, incluindo a reta mais longa do calendário e vários pontos de frenagem pesada seguida de aceleração pesada na primeira marcha. O clima fez com que a preparação fosse difícil, com algumas equipes perdendo a FP3. Porém, o que vemos é um campeonato cada vez mais acirrado e um novo vencedor com um motor Triumph. Meus parabéns a Tom e à toda a equipe Dynavolt Intact! Também é muito gratificante ouvir tamanho apoio expresso pelos líderes da MotoGP que pilotam com os nossos motores, além da participação na Moto2, especialmente quando se trata da potência do nosso motor triplo de 765 cc, que está ajudando a tornar a Moto2 uma categoria ainda mais relevante e emocionante”, afirmou Steve Sargent, chefe de Produto da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765 cc (disponível no Brasil), líder da sua categoria que produz 140 cv de potência. Após três corridas no exterior, a Moto2 volta à Europa, no dia 5 de maio, para o Grande Prêmio da Espanha. no tradicional Circuito de Jerez, na cidade de Jerez de la Frontera.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 16 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES) e Várzea Grande (MT). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster. Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

VEJA O PRESS RELEASE COMPLETO:
Moto2 – GP Austin

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO: