Arquivo da tag: gastronomia europeia

Variedade de carnes, aves e frutos do mar é um dos diferencias do restaurante Bratten – Sabores da Europa!

20191003_113052
“Carrê de Cordeiro com Abóbora”: um dos pratos tradicionais do Bratten – Sabores da Europa, que comprava sua enorme variedade de opções com muita qualidade para o consumidor.

O Restaurante Bratten – Sabores da Europa (www.bratten.com.br), inaugurado em dezembro do ano passado no bairro do Campo Belo, em São Paulo (SP), traz uma proposta bem diferenciada para os seus clientes. A casa é especializada em gastronomia europeia, preparando pratos, acompanhamentos, saladas, tartars, petiscos e sobremesas de muita qualidade que são tradicionais em muitos países europeus. Algumas das receitas elaboradas no Bratten são centenárias.

 Um dos grandes diferenciais do Restaurante Bratten – Sabores da Europa, um dos melhores endereços para se comer bem no Campo Belo, é o seu cardápio diversificado, capaz de oferecer opções para todos os gostos, sempre mantendo a tradição e o sabor tipicamente europeu de cada receita. Entre as carnes, por exemplo, não há outra casa no bairro com tanta variedade: carne bovina, carne suína, cordeiro, peixes (truta, atum e salmão, por exemplo), aves (frango e pato) e frutos do mar (como polvo e camarão).

Um dos pratos mais tradicionais da casa é o “Magret de Pato”, que vem com peito de pato assado na própria pele, ao molho de laranja, preparado no melhor estilo francês. Acompanha legumes em miniatura assados no azeite de ervas feito na própria casa. Há, também, o “Carrê de Cordeiro com Abóbora”, um cordeiro assado ao ponto, crocante por fora e suculento por dentro, com purê de abóbora e gorgonzola, acompanhado de caponata e aspargos. Bem no estilo alemão, uma opção clássica é o “Eisbein – Joelho de Porco”. A carne é preparada no legítimo estilo alemão, cozido. Acompanha salada de batata e chucrute.

Um dos pratos mais pedidos na casa é a “Paprika Schnitzel”, feito com filé mignon suíno condimentado com páprica e servido com molho levemente apimentando. Acompanha spätzle ou fritas. E que tal um “Spaghetti com Camarões”? É um deliciosa combinação de spaghetti “al dente” e camarões rosados preparados no azeite de oliva, alho e ervas. Ainda entre as opções com frutos do mar, destaque para o “Polvo a Galega”, um polvo confitado servido com purê de batatas e ratatouille. Para os fãs dos peixes, uma das atrações do cardápio do Bratten é o “Salmão Selado”, um tenro filé de salmão servido com creme de alho poró, tomate confit e purê de batatas.

COMO HARMONIZAR COM O VINHO CERTO?

No cardápio, debaixo de cada item para se comer, incluindo as sobremesas, a casa indica os tipos de vinhos que melhor harmonizam com aquele produto. O curioso é que na carta de vinhos, bem diversificada, a maioria dos vinhos é brasileira – incluindo, sem dúvida, alguns dos melhores vinhos produzidos no País -, proporcionando harmonizações surpreendentes para os seus clientes. “Mas há também alguns vinhos diferenciados importados de países como Portugual, Chile, Espanha ou Itália, por exemplo, que colocamos em nossa carta para completar nossa oferta ao consumidor. São tipos de vinhos que não são produzidos no Brasil”, explica o alemão Andreas Zehe, de 53 anos, dono do Bratten. “Um bom exemplo é o tradicional vinho verde, que não existe no Brasil, e trazemos de Portugual para os nossos clientes”, acrescenta.

O cardápio do Bratten é detalhista, original, tem muitas informações, e é cheio de novidades e pratos desconhecidos para nós, brasileiros. Há uma variedade incrível de opções para o público, incluindo peixes diversos (salmão e truta, por exemplo), polvo, frango, pato, diferentes tipos de carnes (bovina, suína e cordeiro), massas, saladas, tartars e inúmeros acompanhamentos, entre muitas outras opções. A casa também oferece pratos vegetarianos, veganos e infantis (para crianças de até 12 anos). Uma das especialidades do Bratten é combinar a culinária de diferentes países europeus, entregando para seus clientes pratos prontos que não serão encontrados nem em um país, nem em outro. Dois bons exemplos dessa ousadia e criatividade são seus pratos campeões de vendas.

A casa também oferece bons petiscos para acompanhar seus vinhos, cervejas ou drinks. Um exemplo é o “Arancini”, disponível em porção pequena (R$ 15,90) ou grande. São deliciosos bolinhos de arroz arbóreo, com cúrcuma, cebola e parmesão. Outra dica é o “Bitterballen”, típicos croquetes holandeses feitos de paleta, lentamente cozida e temperada com noz moscada, cebola e pimenta. Também está disponível em dois tamanhos: pequeno e grande. Para completar as dicas, há também a porção “Currywurst”. Trata-se da autêntica salsicha de vitela com molho curry e batatas fritas. É um petisco histórico que ganhou fama em Berlim, na Alemanha, logo após o final da Segunda Guerra Mundial, devido a sua simplicidade no preparo, embora conte com ingredientes sempre frescos e seu molho seja bem elaborado.

 De terça a sexta-feira, exclusivamente no horário do almoço (das 12h às 15h), a casa oferece seu “Menu Executivo”, com preços mais atrativos. O “Menu Executivo” completo sai por R$ 49,00 por pessoa, incluindo pães, três opções de entrada,  11 opções de pratos principais e cinco opções de sobremesas. É possível escolher somente o prato principal, dispensando o restante, e pagando R$ 35,00 por pessoa.

O CHARME DOS VINHOS NACIONAIS

A carta de vinhos inclui 51 rótulos (garrafas de 750 ml) e mais nove rótulos de garrafas menores (1/2 e 1/4). “São todos vinhos de qualidade. Não há nenhum vinho que esteja à venda aqui que eu não tenha provado e aprovado antes”, explica Andreas. Seus dois vinhos mais em conta (de 750 ml) são o Don Guerino Malbec Rosé e o Valduga Origem Cabernet Sauvignon, ambos produzidos em vinícolas de ponta no Rio Grande do Sul. Por outro lado, o melhor vinho da casa, segundo seu proprietário, é o Pizzato DNA 99 Merlot.

“É o melhor vinho produzido no Brasil atualmente. Ele tem 95 pontos na Decanter, uma revista especializada em vinhos, de grande prestígio no mundo todo, que avalia vinhos e tem como nota máxima 100”, explica ele. Além dos vinhos, a casa também oferece uma boa variedade de drinks e cervejas, incluindo várias artesanais, como a sensacional cerveja holandesa La Trappe Blond, de 750 ml

SOBRE O CAMPO BELO

Cercado por outras regiões nobres, como Brooklin, Moema e Vila Mascote, o Campo Belo é um bairro tranquilo, predominantemente residencial, com a maioria das suas ruas calmas e arborizadas e, ao mesmo tempo, é um forte polo gastronômico da cidade – ainda muito pouco conhecido pelos moradores de outros bairros e regiões da capital. O Campo Belo reúne hoje, num espaço relativamente pequeno, separado por poucas quadras, cerca de 100 estabelecimentos gastronômicos agradáveis, divertidos, originais, intimistas, badalados, surpreendentes, curiosos, musicais, românticos, agitados, descolados, charmosos – incluindo mais de 20 bares (vários com música ao vivo), mais de 30 restaurantes de diversas nacionalidades e especialidades (de churrascarias a vegetarianos, de peruano a mexicano), pelo menos sete pizzarias e cinco hamburguerias, seis padarias sofisticadas, cafés, docerias e sorveterias. O Campo Belo tem acesso muito fácil pelas avenidas Santo Amaro, Vereador José Diniz, Jornalista Roberto Marinho e Washington Luís e ainda fica muito próximo de duas estações do metrô (Eucaliptos e Campo Belo, ambas da Linha 5 – Lilás).

Para informações sobre a gastronomia da região, acesse a página “Bares e Gastronomia do Campo Belo”: www.facebook.com/baresegastronomiadocampobelo.

SERVIÇO
Bratten – Sabores da Europa
Rua Vicente Leporace, 1060
Fone: 5096-4701

VEJA O PRESS RELEASE COMPLETO:
Press Release – Variedade de carnes

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Restaurante Bratten – Sabores da Europa reúne gastronomia europeia com os melhores vinhos nacionais

20190813_190724 - Cópia
Bratten – Sabores da Europa: um restaurante tranquilo, aconchegante,  com uma gastronomia de alta qualidade, uma carta de vinhos com mais de 50 rótulos – a maioria de ótimos vinhos nacionais.

O Restaurante Bratten – Sabores da Europa (www.bratten.com.br), inaugurado em dezembro do ano passado no bairro do Campo Belo, em São Paulo (SP), traz uma proposta bem diferenciada para os seus clientes. A casa é especializada em gastronomia europeia, preparando pratos, acompanhamentos, saladas, tartars, petiscos e sobremesas de muita qualidade que são tradicionais em muitos países europeus. Algumas das receitas elaboradas no Bratten são centenárias.

No cardápio, debaixo de cada item para se comer, incluindo as sobremesas, a casa indica os tipos de vinhos que melhor harmonizam com aquele produto. O curioso é que na carta de vinhos, bem diversificada, a maioria dos vinhos é brasileira – incluindo, sem dúvida, alguns dos melhores vinhos produzidos no País -, proporcionando harmonizações surpreendentes para os seus clientes. “Mas há também alguns vinhos diferenciados importados de países como Portugual, Chile, Espanha ou Itália, por exemplo, que colocamos em nossa carta para completar nossa oferta ao consumidor. São tipos de vinhos que não são produzidos no Brasil”, explica o alemão Andreas Zehe, de 53 anos, dono do Bratten. “Um bom exemplo é o tradicional vinho verde, que não existe no Brasil, e trazemos de Portugual para os nossos clientes”, acrescenta.

O cardápio do Bratten é detalhista, original, tem muitas informações, e é cheio de novidades e pratos desconhecidos para nós, brasileiros. Há uma variedade incrível de opções para o público, incluindo peixes diversos (salmão e truta, por exemplo), polvo, frango, pato, diferentes tipos de carnes (bovina, suína e cordeiro), massas, saladas, tartars e inúmeros acompanhamentos, entre muitas outras opções. A casa também oferece pratos vegetarianos, veganos e infantis (para crianças de até 12 anos). Uma das especialidades do Bratten é combinar a culinária de diferentes países europeus, entregando para seus clientes pratos prontos que não serão encontrados nem em um país, nem em outro. Dois bons exemplos dessa ousadia e criatividade são seus pratos campeões de vendas.

Um deles é o “Polvo a Galega” (R$ 84,90), de origem espanhola. É composto de polvo confitado (cozido em Azeite de Oliva Virgem, sem fritar, lentamente e a baixas temperaturas, para se atingir o ponto certo do polvo, um dos maiores segredos deste prato) servido com purê de batatas e ratatouille (uma clássica receita francesa provençal, do século XVIII, de legumes cozidos). O outro carro-chefe da cozinha do Bratten é a tradicional “Paprika Schnitzel” (R$ 49,90), um dos pratos mais consumidos na Alemanha., Trata-se de um filé mignon suíno condimentado com páprica e servido com molho levemente apimentado. Acompanha batata fritas ou spätzle (uma massa caseira feita com ovo, farinha e azeite, muito comum no sul da Alemanha, na Áustria ocidental e na Suíça).

A casa também oferece bons petiscos para acompanhar seus vinhos, cervejas ou drinks. Um exemplo é o “Arancini”, disponível em porção pequena (R$ 15,90) ou grande (R$ 27,50). São deliciosos bolinhos de arroz arbóreo, com cúrcuma, cebola e parmesão. Outra dica é o “Bitterballen”, típicos croquetes holandeses feitos de paleta, lentamente cozida e temperada com noz moscada, cebola e pimenta. Também está disponível em dois tamanhos: pequeno (R$ 15,90) e grande (R$ 27,50). Para completar as dicas, há também a porção “Currywurst” (R$ 29,90). Trata-se da autêntica salsicha de vitela com molho curry e batatas fritas. É um petisco histórico que ganhou fama em Berlim, na Alemanha, logo após o final da Segunda Guerra Mundial, devido a sua simplicidade no preparo, embora conte com ingredientes sempre frescos e seu molho seja bem elaborado.

De terça a sexta-feira, exclusivamente no horário do almoço (das 12h às 15h), a casa oferece seu “Menu Executivo”, com preços mais atrativos. O “Menu Executivo” completo sai por R$ 49,00 por pessoa, incluindo pães, três opções de entrada,  11 opções de pratos principais e cinco opções de sobremesas. É possível escolher somente o prato principal, dispensando o restante, e pagando R$ 35,00 por pessoa.

O CHARME DOS VINHOS NACIONAIS

A carta de vinhos inclui 51 rótulos (garrafas de 750 ml) e mais nove rótulos de garrafas menores (1/2 e 1/4). “São todos vinhos de qualidade. Não há nenhum vinho que esteja à venda aqui que eu não tenha provado e aprovado antes”, explica Andreas. Seus dois vinhos mais em conta (de 750 ml), que custam R$ 79,90, são o Don Guerino Malbec Rosé e o Valduga Origem Cabernet Sauvignon, ambos produzidos em vinícolas de ponta no Rio Grande do Sul. Por outro lado, o melhor vinho da casa, segundo seu proprietário, é o Pizzato DNA 99 Merlot, que custa R$ 299,00.

“É o melhor vinho produzido no Brasil atualmente. Ele tem 95 pontos na Decanter, uma revista especializada em vinhos, de grande prestígio no mundo todo, que avalia vinhos e tem como nota máxima 100”, explica ele. Além dos vinhos, a casa também oferece uma boa variedade de drinks e cervejas, incluindo várias artesanais, como a sensacional cerveja holandesa La Trappe Blond, de 750 ml (R$ 89,00).

SOBRE O CAMPO BELO

Cercado por outras regiões nobres, como Brooklin, Moema e Vila Mascote, o Campo Belo é um bairro tranquilo, predominantemente residencial, com a maioria das suas ruas calmas e arborizadas e, ao mesmo tempo, é um forte polo gastronômico da cidade – ainda muito pouco conhecido pelos moradores de outros bairros e regiões da capital. O Campo Belo reúne hoje, num espaço relativamente pequeno, separado por poucas quadras, cerca de 100 estabelecimentos gastronômicos agradáveis, divertidos, originais, intimistas, badalados, surpreendentes, curiosos, musicais, românticos, agitados, descolados, charmosos – incluindo mais de 20 bares (vários com música ao vivo), mais de 30 restaurantes de diversas nacionalidades e especialidades (de churrascarias a vegetarianos, de peruano a mexicano), pelo menos sete pizzarias e cinco hamburguerias, seis padarias sofisticadas, cafés, docerias e sorveterias. O Campo Belo tem acesso muito fácil pelas avenidas Santo Amaro, Vereador José Diniz, Jornalista Roberto Marinho e Washington Luís e ainda fica muito próximo de duas estações do metrô (Eucaliptos e Campo Belo, ambas da Linha 5 – Lilás).

Para informações sobre a gastronomia da região, acesse a página “Bares e Gastronomia do Campo Belo”:

www.facebook.com/baresegastronomiadocampobelo.

SERVIÇO
Restaurante Bratten – Sabores da Europa
Rua Vicente Leporace, 1060
Fone: 5096-4701

PRESS RELEASE COMPLETO:
Perfil Restaurante Bratten – Sabores da Europa

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

g6 é a nova agência de comunicação do Restaurante Bratten – Sabores da Europa

20190813_190724

A g6 Comunicação anuncia, a partir de hoje, o Restaurante Bratten – Sabores da Europa (www.bratten.com.br) como seu mais novo cliente nas áreas de gastronomia e eventos. A agência será responsável pela assessoria de imprensa da casa, que está localizada na Rua Vicente Leporace, 1060, no bairro do Campo Belo, em São Paulo (SP), e também por diversas outras peças e ações de comunicação direcionadas para outros públicos, como a produção de conteúdos exclusivos para as páginas no Facebook “Bares e Gastronomia do Campo Belo” (www.facebook.com/baresegastronomiadocampobelo) e no Instagram “Diversão no Campo Belo” (@diversaonocampobelo). Ambas foram criadas e são gerenciadas pela própria g6, como uma de suas estratégias para, cada vez mais, valorizar o Campo Belo como um importante polo gastronômico na cidade.

O Restaurante Bratten – Sabores da Europa foi idealizado pelo alemão Andreas Zehe, de 53 anos, um entusiasta da culinária, com formação em Economia, pós-graduação em Finance & Accounting e um MBA em Marketing de Biotecnologia. Ele vive no Brasil há nove anos. Em dezembro do ano passado, ele decidiu abrir seu próprio restaurante. Sua proposta é extremamente diferenciada: oferecer para os brasileiros o melhor da culinária europeia, com pratos bastante tradicionais de 10 países europeus, incluindo alguns verdadeiros clássicos que já existem há centenas de anos. Apesar da vocação voltada para a gastronomia do Velho Continente, Andreas optou por trabalhar somente com os melhores vinhos brasileiros, proporcionando harmonizações surpreendentes para os seus clientes.

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO: