Arquivo da tag: comida mineira

Restaurante Dona Naná lança novo cardápio mais completo e cheio de pratos exclusivos

Moqueca de Cação com Camarão: uma das novidades do novo cardápio do Dona Naná.

O restaurante Dona Naná Gastronomia Mineira, localizado no Campo Belo, Zona Sul de São Paulo, acaba de lançar seu novo cardápio – muito mais completo e diversificado. E com vários pratos exclusivos criados pelos chefs Rogério Carneireiro, um dos sócios da casa, e David Souza. “Nosso objetivo é oferecer aqui uma culinária contemporânea com alma mineira. É com esse foco que criamos pratos exclusivos que trazem combinações surpreendentes que agradam bastante ao nosso público”, explica Carneireiro.

O novo cardápio, agora, está dividido de maneira temática, facilitando a busca pelo cliente. Entre os temas, “Carne Vermelha”, “Carne de Porco”, “Pratos com Peixe”, “Frango”, “Especialidades da Casa”, “Moquecas”, “Risotos”, “Saladas”, “Parmegianas”, “Menu Kids”, “Vegetarianos”, “Veganos” e “Caldos e Sopas”.

Entre os pratos criados pela casa, vale destacar o “Filé Suíno no Molho de Maracujá” (R$ 35,00). Nele, o filé mignon suíno é preparado com molho de maracujá e mel de engenho, acompanhando o inédito “Arroz das Gerais” e brócolis salteado no alho. Exclusividade da casa, o “Arroz das Gerais” reúne ingredientes comuns na culinária mineira, como linguiça calabresa, bacon, farinha de mandioca, um pouco de pimenta e temperos típicos.

Outra exclusividade é o “Filé Mignon Suíno no Molho de Rapadura com Gratinado de Alho-Poró” (R$ 45,00). Aqui, o destaque é o surpreendente molho de rapadura, uma receita original da casa – o prato vem também com gratinado de alho-poró e arroz branco. A casa ainda inventou o seu “Arroz de Nhami-Nhami com Filé de Tilápia” (R$ 45,00). “Pensa num ‘trem bão’. É esse delicioso arroz, feito no caldo da moqueca, levemente apimentado. É acompanhado do nosso delicioso filé de tilápia”, orgulha-se o chef Rogério.

Outra dica para quem gosta de peixe é o “Filé de Tilápia com Molho de Limão Siciliano e Arroz das Gerais” (R$ 48,00). A tilápia é preparada com molho de limão siciliano, acompanhando o “Arroz das Gerais” e cenouras laminadas puxadas na manteiga e no alho.

ESPECIALIDADES DA CASA

O Dona Naná também é conhecido por algumas especialidades que deram fama à casa, como a sua “Costelinha na Rapadura” (R$ 48,00), seu prato campeão de vendas. “Sucesso absoluto do nosso cardápio, esta costelinha de porco é marinada por 18 horas. É feita com um delicioso molho de rapadura mineira, acompanhando arroz, feijão tropeiro e gratinado de cebola roxa”, explica Rogério.

Outras especialidades queridinhas dos clientes são a “Dobradinha” (R$ 46,00), feita com feijão branco, bacon e linguiça calabresa, com arroz branco e farofa de milho, e a “Rabada à Mineira” (R$ 55,00). “Este último também está entre nossos pratos mais elogiados. Ela é preparada com molho de cerveja preta e inclui arroz branco e polenta mole”, revela o chef.

O novo cardápio aumentou as opções em risotos e moquecas, por exemplo, que são boas opções para o inverno. E um prato que já caiu no gosto do público é a nova “Moqueca de Cação com Camarão” (R$ 65,00). Muito bem servida, ela é simplesmente irresistível, com camarões de bom tamanho e pedaços caprichados do peixe. Seu tempero, no estilo mineiro, é mais suave que as moquecas baianas, mesmo utilizando ingredientes como coentro, pimenta e óleo de Dendê. “Nossa Moqueca é muito bem temperada, mas com equilíbrio, deixando o prato leve e saboroso”, acrescenta Rogério.

PRATOS PERSONALIZÁVEIS

Além disso, o cliente também tem a opção de escolher um prato personalizável. Como funciona? O consumidor escolhe exatamente o que deseja comer – e pode adequar isso ao seu bolso. Não é necessário, por exemplo, perguntar ao garçom se é possível trocar um acompanhamento por outro e esperar que o restaurante tenha a boa vontade de aceitar. Você simplesmente pede o que gosta e o que pode pagar.

Agora, neste novo cardápio, são 28 opões de proteínas, com preços a partir de R$ 20,00, incluindo itens como filé mignon, costelinha, pernil, filé de tilápia, frango a milanesa, dobradinha, rabada e filé suíno, entre muitos outros. Depois, é só escolher quantas porções individuais quiser para acompanhar. São 24 tipos, com preços a partir de R$ 5,00. Entre elas, um dos destaques é uma novidade recentemente criada pelo chef David Sousa, o “Arroz das Gerais” (R$ 14,00).

Para consultar o cardápio completo do Dona Naná, acesse:

https://cardapio.wifire.me/dona-nana-gastronomia-mineira.

SERVIÇO
Dona Naná Gastronomia Mineira
Avenida República do Iraque, 1298 (Campo Belo)
Fone: 4561-4777
Terça a sexta-feira: das 11h às 15h
Sábados e Domingos: das 11h às 17h
Delivery pelo telefone acima ou pelos aplicativos iFood e Rappi

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Variedade e qualidade das sobremesas caseiras: um dos diferenciais do restaurante Dona Naná Gastronomia Mineira

Pudim de Leite

O restaurante Dona Naná Gastronomia Mineira, especializado na culinária mineira e destaque da gastronomia do bairro do Campo Belo, em São Paulo (SP), tem entre seus principais diferenciais uma grande variedade e quantidade de sobremesas caseiras deliciosas, servidas diariamente em seu buffet. Todos os dias, seus clientes podem escolher e repetir à vontade de seis a 10 sobremesas diferentes, incluindo seu imperdível “Pudim de Leite”, a única opção que é possível provar todos os dias, devido ao seu sucesso entre os clientes.

A mesa de sobremesas do Dona Naná segue o estilo mineiro, com delícias caseiras típicas da região, mas também populares em São Paulo e outras regiões do Brasil. Além do tradicional “Pudim de Leite”, vale destacar opções como “Doce de Abóbora”, “Figo em Calda”, “Ambrosia”, “Doce de Leite”, “Romeu e Julieta”, “Quindim”, “Doce de Jaca”, “Torta de Limão”, “Bolo de Laranja”, “Doce de Melancia” e “Paçoca de Amendoim”, entre várias outras – no total, a casa prepara semanalmente mais de 30 tipos de sobremesas.

“Sabemos que muitos clientes vêm ao nosso restaurante atraídos pela variedade e qualidade das nossas sobremesas. Nosso diferencial é trabalhar com produtos de primeira linha e produzir tudo artesanalmente, aqui dentro mesmo, como nossas mães, avós e tias faziam com muito amor em suas casas. Muitos clientes comentam que provar nossos doces faz com eles se lembrem com alegria de bons momentos da sua infância. Esse é o nosso objetivo”, explica Rosely Sena, sócia do Dona Naná.

A casa conta com um profissional especializado exclusivo, um chef Garde Manger. É ele quem zela pela qualidade de cada sobremesa. Há, também, um cuidado muito especial na compra dos ingredientes, como a jaca, uma fruta bem difícil de se encontrar no ponto certo para virar sobremesa. O restaurante ainda capricha nos detalhes, apesar da proposta de servir sobremesas caseiras. A “Paçoca de Amendoim”, por exemplo, uma das opções que faz mais sucesso entre o público, é servida em diferentes formatos – incluindo rolhas de vinho, bolinhas, rolinhos e até moedas.

Todo esse cuidado vem dando bons resultados. Para se ter ideia, a casa serve, por semana, cerca de 27 “Pudins de Leite”, com peso médio de 2,5 kg cada um. São, portanto, 270 kg de pudim por mês, a sobremesa “queridinha” do público fiel que frequenta o Dona Naná. “Este sucesso deve-se ao fato de seguirmos, rigorosamente, a receita original e tradicional do ‘Pudim de Leite’, sem alterar itens para reduzir custos, por exemplo”, explica Rosely.

 SOBRE O DONA NANÁ GASTRONOMIA MINEIRA

 O restaurante Dona Naná funciona todos os dias, na hora do almoço, sempre no sistema de buffet. Nas quartas e sábados, este buffet ganha a companhia de cumbucas com uma feijoada de qualidade, ao lado de, aproximadamente, mais 30 pratos quentes e outros 20 frios, além das sobremesas. Itens como “Feijão Tropeiro”, “Tutu de Feijão” e “Angu” ou “Polenta” são servidos todos os dias. Nos sábados, normalmente também são servidas delícias como “Cupim Assado na Cerveja”, “Flores de Galeto com Molho de Cebola”, “Escondidinho de Mandioca” e até “Espaguete”. Já nos domingos, o buffet ganha algumas opções ainda mais especiais, como “Rabada com Agrião”, “Costelinha na Rapadura”, “Língua no Molho de Vinho” e “Fraldinha na Cerveja”.

SOBRE O CAMPO BELO

Cercado por outras regiões nobres, como Brooklin, Moema e Vila Mascote, o Campo Belo é um bairro tranquilo, predominantemente residencial, com a maioria das suas ruas calmas e arborizadas e, ao mesmo tempo, é um forte polo gastronômico da cidade – ainda muito pouco conhecido pelos moradores de outros bairros e regiões da capital. O Campo Belo reúne hoje, num espaço relativamente pequeno, separado por poucas quadras, mais de 80 estabelecimentos gastronômicos agradáveis, divertidos, originais, intimistas, badalados, surpreendentes, curiosos, musicais, românticos, agitados, descolados, charmosos – incluindo mais de 20 bares (vários com música ao vivo), mais de 30 restaurantes de diversas nacionalidades e especialidades (de churrascarias a vegetarianos, de peruano a mexicano), pelo menos sete pizzarias e cinco hamburguerias, seis padarias sofisticadas, cafés, docerias e sorveterias. O Campo Belo tem acesso muito fácil pelas avenidas Santo Amaro, Vereador José Diniz, Jornalista Roberto Marinho e Washington Luís e ainda fica muito próximo de duas estações do metrô (Eucaliptos e Campo Belo, ambas da Linha 5 – Lilás).  Para informações sobre a gastronomia da região, acesse a página “Bares e Gastronomia do Campo Belo”:

www.facebook.com/baresegastronomiadocampobelo.

 SERVIÇO
Dona Naná Gastronomia Mineira
Avenida República do Iraque, 1298 – Campo Belo
Fone: 4561-4777
Abre todos os dias, apenas no almoço.
Horários: de segunda a sexta, das 12h às 15h; Sábados, domingos e feriados: das 12h às 16h.
Preços por pessoa incluindo as sobremesas: R$ 32,00 (segunda a sexta) e R$ 42,00 (sábados, domingos e feriados).

PRESS RELEASE COMPLETO:
Variedade e qualidade das sobremesas

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO: