Arquivo da tag: chef

Restaurante Dona Naná lança novo cardápio mais completo e cheio de pratos exclusivos

Moqueca de Cação com Camarão: uma das novidades do novo cardápio do Dona Naná.

O restaurante Dona Naná Gastronomia Mineira, localizado no Campo Belo, Zona Sul de São Paulo, acaba de lançar seu novo cardápio – muito mais completo e diversificado. E com vários pratos exclusivos criados pelos chefs Rogério Carneireiro, um dos sócios da casa, e David Souza. “Nosso objetivo é oferecer aqui uma culinária contemporânea com alma mineira. É com esse foco que criamos pratos exclusivos que trazem combinações surpreendentes que agradam bastante ao nosso público”, explica Carneireiro.

O novo cardápio, agora, está dividido de maneira temática, facilitando a busca pelo cliente. Entre os temas, “Carne Vermelha”, “Carne de Porco”, “Pratos com Peixe”, “Frango”, “Especialidades da Casa”, “Moquecas”, “Risotos”, “Saladas”, “Parmegianas”, “Menu Kids”, “Vegetarianos”, “Veganos” e “Caldos e Sopas”.

Entre os pratos criados pela casa, vale destacar o “Filé Suíno no Molho de Maracujá” (R$ 35,00). Nele, o filé mignon suíno é preparado com molho de maracujá e mel de engenho, acompanhando o inédito “Arroz das Gerais” e brócolis salteado no alho. Exclusividade da casa, o “Arroz das Gerais” reúne ingredientes comuns na culinária mineira, como linguiça calabresa, bacon, farinha de mandioca, um pouco de pimenta e temperos típicos.

Outra exclusividade é o “Filé Mignon Suíno no Molho de Rapadura com Gratinado de Alho-Poró” (R$ 45,00). Aqui, o destaque é o surpreendente molho de rapadura, uma receita original da casa – o prato vem também com gratinado de alho-poró e arroz branco. A casa ainda inventou o seu “Arroz de Nhami-Nhami com Filé de Tilápia” (R$ 45,00). “Pensa num ‘trem bão’. É esse delicioso arroz, feito no caldo da moqueca, levemente apimentado. É acompanhado do nosso delicioso filé de tilápia”, orgulha-se o chef Rogério.

Outra dica para quem gosta de peixe é o “Filé de Tilápia com Molho de Limão Siciliano e Arroz das Gerais” (R$ 48,00). A tilápia é preparada com molho de limão siciliano, acompanhando o “Arroz das Gerais” e cenouras laminadas puxadas na manteiga e no alho.

ESPECIALIDADES DA CASA

O Dona Naná também é conhecido por algumas especialidades que deram fama à casa, como a sua “Costelinha na Rapadura” (R$ 48,00), seu prato campeão de vendas. “Sucesso absoluto do nosso cardápio, esta costelinha de porco é marinada por 18 horas. É feita com um delicioso molho de rapadura mineira, acompanhando arroz, feijão tropeiro e gratinado de cebola roxa”, explica Rogério.

Outras especialidades queridinhas dos clientes são a “Dobradinha” (R$ 46,00), feita com feijão branco, bacon e linguiça calabresa, com arroz branco e farofa de milho, e a “Rabada à Mineira” (R$ 55,00). “Este último também está entre nossos pratos mais elogiados. Ela é preparada com molho de cerveja preta e inclui arroz branco e polenta mole”, revela o chef.

O novo cardápio aumentou as opções em risotos e moquecas, por exemplo, que são boas opções para o inverno. E um prato que já caiu no gosto do público é a nova “Moqueca de Cação com Camarão” (R$ 65,00). Muito bem servida, ela é simplesmente irresistível, com camarões de bom tamanho e pedaços caprichados do peixe. Seu tempero, no estilo mineiro, é mais suave que as moquecas baianas, mesmo utilizando ingredientes como coentro, pimenta e óleo de Dendê. “Nossa Moqueca é muito bem temperada, mas com equilíbrio, deixando o prato leve e saboroso”, acrescenta Rogério.

PRATOS PERSONALIZÁVEIS

Além disso, o cliente também tem a opção de escolher um prato personalizável. Como funciona? O consumidor escolhe exatamente o que deseja comer – e pode adequar isso ao seu bolso. Não é necessário, por exemplo, perguntar ao garçom se é possível trocar um acompanhamento por outro e esperar que o restaurante tenha a boa vontade de aceitar. Você simplesmente pede o que gosta e o que pode pagar.

Agora, neste novo cardápio, são 28 opões de proteínas, com preços a partir de R$ 20,00, incluindo itens como filé mignon, costelinha, pernil, filé de tilápia, frango a milanesa, dobradinha, rabada e filé suíno, entre muitos outros. Depois, é só escolher quantas porções individuais quiser para acompanhar. São 24 tipos, com preços a partir de R$ 5,00. Entre elas, um dos destaques é uma novidade recentemente criada pelo chef David Sousa, o “Arroz das Gerais” (R$ 14,00).

Para consultar o cardápio completo do Dona Naná, acesse:

https://cardapio.wifire.me/dona-nana-gastronomia-mineira.

SERVIÇO
Dona Naná Gastronomia Mineira
Avenida República do Iraque, 1298 (Campo Belo)
Fone: 4561-4777
Terça a sexta-feira: das 11h às 15h
Sábados e Domingos: das 11h às 17h
Delivery pelo telefone acima ou pelos aplicativos iFood e Rappi

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Conheça um pouco mais do perfil e da vida do chef Manuel, que comanda a cozinha da Osteria Venexiana

Chef Manuel
Chef Manuel Curtarello, que comanda a cozinha do Osteria Venexiana, localizada no bairro do Campo Belo, em São Paulo (SP).

“Eu comecei a trabalhar no mundo da gastronomia com 19 anos, por acaso, pra poder pagar meus estudos na Universidade. Na época, eu fiz língua e literatura hebraica em Veneza. Ao longo dos anos, o que tinha que ser um trabalho para estudantes, tornou-se minha ocupação principal, destacando-me pelas minhas habilidades. Fiz também alguns cursos na área de gastronomia na Europa, trabalhei em muitos restaurantes como chef ou simplesmente cozinheiro. Mas o momento inicial que abracei mesmo a profissão de chef foi quando mudei para o Sul da França, em Nice, com meu companheiro Roberto, atualmente também meu sócio na Osteria Venexiana. Este mercado estava mais estruturado do que na Itália e por isso houve melhores possibilidades e novas oportunidades para mim.

A minha formação profissional, então, foi totalmente autodidata. Em cada estabelecimento eu aprendi coisas novas, eu conheci chefs e cozinheiros diferentes, que me ensinaram melhor do que qualquer escola a realidade da gastronomia. A gastronomia é um universo muito grande e variado, nunca o mesmo, é uma arte que exige muitos sacrifícios. Mas oferece também muitas satisfações. O estudo das tradições gastronômicas, por exemplo, é fundamental antes que você possa criar novas receitas.

Em 20 anos de carreira pelo mundo eu teria muitas histórias engraçadas para contar. Uma delas aconteceu em um sofisticado restaurante de peixe da minha cidade natal, Vicenza, na Itália, onde encontrei um cliente muito rico e exigente. Ele tinha dentes de porcelana novos e muito caros e, por medo de quebrá-los, queria que todos os seus pratos, mesmo os mais sofisticados, fossem moídos, sem excluir nenhum ingrediente. Logo, lá estava eu moendo saladas, risotos, nhoques, massas, frutos do mar e sobremesas.

O fato de ter cidadania brasileira (minha mãe era brasileira) foi o primeiro motivo que me trouxe para o Brasil. Eu já tinha viajado bastante por aqui com meu companheiro e a minha família, em férias. Sempre fiquei intrigado com os muitos produtos locais, cores e sabores que eu não conhecia na Europa. Além disso, o caldeirão étnico e cultural de São Paulo está perfeitamente em sintonia com a minha formação gastronômica italiana, judaica, francesa e do Oriente médio. Outro fator importante que me fez abrir aqui meu primeiro restaurante foi a ausência de uma cultura gastronômica do norte da Itália, de Veneza em particular, apesar da grande presença de estabelecimentos italianos, principalmente do sul da Itália. Acho que, hoje, na “Osteria Venexiana”, eu e Roberto oferecemos muita paixão em cada prato que servimos, e também muita experiência e conhecimento, graças à toda a minha história pessoal na área da gastronomia”.

SERVIÇO
Osteria Venexiana
Rua Vieira de Morais, 1620
Fone: 2619-2446
(almoço e jantar)