Projeto “Women For The Ride” promove ação para doação de chocotones para crianças carentes

Logo do projeto “Women For The Ride”

O novo projeto “Women For The Ride”, criado pela Triumph Motorcycles, acaba de lançar sua segunda ação social. Desta vez, a ideia é doar chocotones às crianças carentes cadastradas na entidade Casa do Zezinho (https://casadozezinho.org.br). Além das mulheres que participam do “Women For The Ride”, qualquer pessoa pode participar desta iniciativa doando um ou mais chocotones. Eles devem ser entregues nas concessionárias Triumph de São Paulo (SP), até 5 de dezembro, nos seguintes endereços:

Concessionária Autostar
Av. Dr. Chucri Zaidan, 75

Concessionária Triple
Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 360 

SOBRE A CASA DO ZEZINHO

A Casa do Zezinho, desde sua fundação, tem sido um espaço de oportunidades de desenvolvimento para crianças e jovens que vivem em situação de alta vulnerabilidade social, fomentando o desenvolvimento humano para que dessa forma a sociedade se transforme em um lugar melhor. A casa tem como missão abrir as portas para crianças e jovens de baixa renda, garantindo sua educação e alimentação, de modo a romper as barreiras sociais e econômicas, criando condições para que eles possam sonhar com autonomia de pensamento e correr atrás de seus objetivos de vida.

SOBRE O “WOMEN FOR THE RIDE”

O projeto inovador “Women For The Ride”, lançado em setembro pela Triumph, tem como desafio atrair o público feminino para o universo do motociclismo – sejam elas motociclistas, garupas ou apenas fãs das duas rodas. Foi criado um Comitê Feminino dentro da Triumph que está à frente desta iniciativa. Este Comitê definiu três pilares fundamentais para o sucesso do projeto: “Produto”, “Social” e “Experiências e Treinamentos”. No pilar “Produto”, o time feminino sugeriu a criação de uma moto personalizada para marcar a criação do programa – em breve serão anunciadas outras novidades. Em “Experiências e Treinamentos”, o WFTR, em conjunto com o Triumph Riding Experience (TRX), está programando passeios e cursos exclusivos para as motociclistas. Já no pilar “Social”, o objetivo é engajar as mulheres em ações sociais.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster. Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

Triumph apresenta, globalmente, nova Tiger 850 Sport focada no uso na estrada

Nova Triumph Tiger 850 Sport: sem previsão paa vendas no mercado brasileiro.

A nova Tiger 850, apresentada ao público mundial na última terça-feira (17), é uma combinação perfeita entre seu exclusivo motor triplo 850, equipamentos e tecnologia de última geração – tudo desenvolvido sob medida para este novo modelo, para oferecer uma capacidade de condução ainda mais fácil no dia a dia. A nova moto foi criada a partir da plataforma da Tiger 900 de última geração, lançada recentemente no mercado brasileiro, com todo o equilíbrio dinâmico e o manuseio ágil pelo qual a Tiger é conhecida  e elogiada mundialmente. Ela foi projetada para oferecer uma capacidade de pilotagem de aventura ainda mais gerenciável, acessível e intuitiva, mas com foco na estrada. A Triumph informa que este modelo não tem previsão para ser vendido no mercado brasileiro.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster. Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Como lidar com as diferenças individuais no ambiente corporativo?

Dicas para lidar com as diferenças no seu emprego

Mario Quintana (1906-1994), considerado um dos maiores poetas do século 20, disse uma vez que “A arte de viver é simplesmente a arte de conviver”. Simplesmente, disse ele. Mas, na vida real do dia a dia, como é difícil, especialmente quando conviver significa compreender e aceitar as diferenças dos outros – seja na sua vida corporativa, social ou amorosa.

O universo é dinâmico. Está o tempo todo em movimento e, assim como o homem, também a ele pertence esta dinâmica de adaptar-se às novas tendências. O movimento atual que vivemos é exatamente de inovação. Ou seja: alterar as estruturas consolidadas, gerar produtos de menor custo e de maior competitividade. Mas sem perder de foco o respeito às diferenças e à diversidade. Provavelmente, nunca se falou e se buscou tanto esse respeito à diversidade.

A “arte de conviver” exige um novo olhar, mais amoroso e tolerante, sobre o outro. É preciso, urgente, entender as tendências das relações entre os indivíduos na sociedade, favorecendo a inovação nas relações pessoais, mas sabendo, sobretudo, respeitar as diferenças individuais de cada um. Na riqueza das diferenças e das adversidades, encontram-se fundamentos do trabalho em equipe e do pensamento criativo, características que garantem a qualidade do desempenho e do convívio harmônico.

Um dos principais fatores conflitantes na relação individuo-instituição são as expressões emocionais. Esse sentimento pode ter diversas origens, mas no ambiente de equipe produz dificuldades para algumas pessoas atingirem seus objetivos pessoais e profissionais. O desafio está em lidar com as causas que geram insatisfações e fortalecer o espírito de equipe. É necessário que se estabeleça uma linguagem adequada na comunicação e no comportamento ético, para que o ambiente se torne sadio.

Um exemplo concreto: um determinado componente da equipe vê na realização de uma tarefa uma oportunidade de inovação e crescimento pessoal do grupo. Já outro membro pode ver esta pessoa querendo se projetar de forma pessoal. Estes diferentes pensamentos podem levar a inibir o convívio saudável de ambos, pois estas diferentes versões podem ocasionar posicionamentos rígidos diante de uma questão qualquer no futuro. O respeito à individualidade começa quando os membros de cada time conhecem as características de cada colega. Cada integrante, embora diferente, tem sempre algo a contribuir para o sucesso do grupo. 

Em qualquer grupo, ou departamento dentro de uma corporação, sempre haverá diferenças na forma de pensar. Cabe, portanto, a cada integrante ter a sabedoria e o bom-senso de entender os valores, características e diferença de cada companheiro. É isso que vai ajudar a criar a necessária sinergia para a equipe desenvolver um bom trabalho.

Com tantas mudanças adquiridas com as novas tendências da tecnologia, estamos sendo exigidos cada vez mais no que diz respeito ao nosso modo de pensar e até de trabalhar. Se adaptar é indispensável, não só às pessoas, mas também à evolução do trabalho. Cada vez mais, precisamos inovar nas relações humanas, devemos criar sistemas que estimulem a alta produtividade e desenvolver ambientes de trabalho mais sadios.

No livro “As Emoções das Pessoas Normais”, de William Moulton Marston (1893-1947), é apresentado um guia de referência, prático e de alta qualidade, para as pessoas que desejam aprender mais sobre si mesmas e sobre as relações humanas. É uma espécie de “bíblia” deste setor, seguido e elogiado por profissionais do mundo todo. Marston dedicou-se ao ensino e consultoria em psicologia. Ele via as pessoas comportando-se em dois eixos, ativa ou passivamente, dependendo de o indivíduo perceber o ambiente como antagônico ou favorável.

Uma situação ganha-ganha na arte de conviver é reconhecer as diferenças individuais existentes. Só assim obtemos o comprometimento dos demais e conquistamos a confiança mútua para o objetivo comum. Para entender isso, é necessário que o seu autoconhecimento e o seu autodesenvolvimento sejam suficientes para avaliar o seu próprio perfil e a forma como cada um funciona.

Você já deve ter ouvido essa frase: “Minha liberdade termina quando começa a liberdade do outro”. Em outras palavras, a partir do momento que eu passo a me conhecer melhor e também a entender como funciona o outro, as relações ficam mais harmoniosas, e a liberdade de cada um passa a ser mais respeitada. A mudança inovadora nas relações começa por este conceito

Triumph lança simulador online para o consumidor planejar a compra da sua moto pelo Triumph Smart

Triumph Tiger 900; opção também disponpivel no Triumph Smart.

A Triumph colocou no ar, nesta semana, um simulador do Triumph Smart, o plano de financiamento da montadora que está disponível para todas as suas motos. Esse simulador nada mais é do que uma complexa calculadora financeira, bem completa, na qual qualquer consumidor poderá efetuar uma consulta em poucos minutos com muita facilidade. O público poderá acessar o simulador neste link: www.triumphsmart.com.br.

O uso do simulador é bastante simples. O cliente define a motocicleta que deseja comprar e, em seguida, de acordo com as regras do Triumph Smart, indica quando gostaria de pagar de entrada (entre 30% e 50%). A partir desta informação, o simulador já mostrará o valor das 23 prestações fixas mensais e também da parcela residual final. Caso o cliente prefira reduzir as prestações, por exemplo, mantendo a entrada definida inicialmente, bastará reduzir para o valor desejado e automaticamente a parcela residual final será aumentada para compensar. Também é possível reduzir a parcela final, aumentando a entrada ou as prestações, por exemplo. É possível fazer inúmeras simulações, portanto.

“Tudo isso tem como objetivo mostrar, com transparência, que uma motocicleta Triumph pode ‘caber no bolso’ de qualquer pessoa, e também proporcionar o ‘easy life’
para esses futuros clientes”, explica Renato Fabrini, General Manager da Triumph no Brasil. “Outro objetivo é facilitar o contato entre estas pessoas interessadas e a Concessionária. No momento que o interessado escolhe seu plano, o Concessionário recebe um email com as informações e um resumo do financiamento definido e, assim, pode entrar em contato direto com a pessoa e continuar o atendimento”, acrescenta o executivo.

O simulador tem outras praticidades que tornarão muito mais fácil para o público Triumph efetuar sua compra da nova motocicleta. Além da simulação do financiamento da motocicleta, o sistema também permite incluir nos cálculos, se desejar, acessórios, Garantia Estendida e uma ou duas revisões (como preferir). “Oferecemos para o interessado uma experiência simples e, ao mesmo tempo, completa na escolha de um dos nossos produtos. Além de fazer o cálculo, o interessado poderá fazer sua configuração, incluindo acessórios e os serviços que mais fazem sentido dentro do seu plano Triumph Smart”, conclui André Molnár, Gerente de Marketing da Triumph no Brasil. Portanto, ao término da consulta, o possível cliente terá uma proposta completa de quanto custará exatamente a sua moto, qual será o valor da entrada, das prestações mensais e a residual final – além dos complementos que escolher e de quanto eles representam no custo final da moto.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster. Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLULÃO:

Campanha “Be Classic” oferece motos clássicas da Triumph com taxa zero no financiamento

Triumph Bobber Black: em promoção com taxa zero de juros em novembro.

Nunca foi tão fácil comprar uma motocicleta clássica da Triumph como agora. Em novembro, os modelos Street Twin, Speed Twin, Bobber Black e Street Scrambler estão sendo vendidos com taxa zero de juros pelo financiamento do Triumph Smart (o plano de financiamento criado pela fabricante inglesa), e com prestações a partir de R$ 399,00 que realmente cabem no bolso do consumidor. Todas as motocicletas são ano/modelo 20/20.

A compra desses modelos pelo Triumph Smart traz outras vantagens que tornam ainda mais acessível a compra das motocicletas,  como valorização de até R$ 2.500,00 na sua moto seminova e recompra garantida no futuro pela Concessionária. O cliente também tem a possibilidade de incluir acessórios, revisões e a Garantia Estendida no financiamento.

As motocicletas de 900 cc têm parcelas mensais a partir de R$ 399,00, enquanto os modelos de 1200 cc oferecem parcelas a partir de R$ 445,00. Confira abaixo:

A Street Scrambler 900, com preço de R$ 47.990,00, pode ser comprada com entrada de R$ 25.291,00 (52,7%), 23 parcelas de fixas de R$ 399,00 e uma parcela residual no final do contrato no valor de R$ 14.839,92. O modelo mais acessível desta promoção é a Street Twin, também com motor de 900 cc e campeã de vendas do seu segmento, que custa R$ 43.990,00, e pode ser comprada com entrada de R$ 23.182,73 (52,7%), 23 prestações fixas mensais de R$ 399,00 e uma parcela residual final de R$ 12.609,59.

Outra opção é a Speed Twin, com 1.200 cc, com preço de R$ 52.550, disponível com entrada de R$ 27.694,00 (52,7%), 23 parcelas de R$ 425,00 e uma parcela residual final de R$ 16.171,43. Já a Bobber Black, também com 1.200 cc, que vale R$ 54.500,00, sai por R$ 28.721,50 (52,7%) de entrada, 23 prestações de R$ 445,00 e uma parcela residual final de R$ 16.533,54.

No Triumph Smart, o cliente pode aproveitar o benefício da Recompra Garantida, na qual a Rede de Concessionários Triumph garante a recompra daquela moto usada por até 80% da tabela Fipe. Assim, este valor quita a parcela residual final e ainda permite ao consumidor, com o valor recebido pela sua motocicleta seminova, iniciar um novo ciclo com a Triumph. Dessa maneira, o cliente sempre terá uma motocicleta nova, dentro da garantia – o que proporciona mais segurança para o consumidor, iniciando um novo Triumph Smart.

TRIUMPH CUSTOM MADE

Além da campanha promocional, a Triumph também lançou em novembro o seu projeto de customização, chamado “Triumph Custom Made” (TCM). A edição especial da Street Scrambler está sendo lançada com preço de R$ 51.190,00 (a versão normal sai por R$ 47.990,00), enquanto a Speed Twin TCM sai por R$ 55.550,00 (R$ 52.550,00 custa a moto original). A série é limitada, com apenas 40 unidades disponíveis. Cada concessionário Triumph tem apenas um modelo de cada moto em sua loja. Os interessados em comprar um desses modelos devem ser rápidos, pois a ação é muito exclusiva.

MOTOR DE 900 CC

Dos quatro modelos que integram esta promoção, dois são equipados com o eficiente propulsor de 900 cc: a Street e a Street Scrambler. No ano passado, esse motor Triumph foi aprimorado, ganhando uma série de melhorias – o aumento de potência e o consequente melhor desempenho da moto são os destaques dessas inovações. O motor de 900 cc de Alto Torque da família Bonneville teve sua potência elevada em 10 cv, passando para 65 cv, o que representa um impressionante aumento de 18% em relação à versão anterior. Este desenvolvimento também forneceu maiores rotações, de 500 rpm a 7.500 rpm, ao rodar com a moto. Isso, combinado com seu renomado pico de torque, de 80 Nm, fornecido a 3.800 rpm, e seus imponentes silenciadores duplos elevados, proporciona o inconfundível ronco de uma típica British Twin e uma pilotagem empolgante e responsiva para a Street Twin e também para a Street Scramber.

MOTOR DE 1200 CC

As outras duas motos que estão em oferta na campanha “Be Classic” são equipadas com o poderoso motor de 1.200 cc da Triumph, que recebe diferentes “         calibragens” para cada modelo, em razão do estilo de pilotagem de cada moto. A personalidade roadster moderna, por exemplo, ganha vida na Speed Twin com esse propulsor. Ele recebeu diversas modificações. Juntas, essas atualizações oferecem uma economia de peso de 2,5 kg e potência de pico de 97 cv (a 6.750 rpm). Além disso, o motor da Speed ​​Twin também oferece um forte pico de torque de 112 Nm (a 4.950 rpm).

Na Bobber Black, este aclamado motor, com intervalo de acionamento de 270° e um ronco Bobber exclusivo, fornece torque líder da categoria para uma pilotagem hot rod empolgante e uma nota de escapamento forte. São 106 Nm de torque (a 4.000 rpm) e 77 cv de potência (a 6.100 rpm). O propulsor ganhou uma afinação típica “Bobber”, o que significa uma dose maior de torque e potência em baixas rotações.

TECNOLOGIAS E ACABAMENTOS

As clássicas da Triumph são equipadas com a tecnologia mais avançada que existe no mercado mundial de motocicletas. Apenas o seu visual é retrô. Todas elas possuem um conjunto de equipamentos de última geração, focados no piloto, que oferecem segurança, conforto e requinte, incluindo controle de tração, sistema de freios ABS, iluminação em LED, modos de pilotagem para diferentes situações que podem ser programados pelo usuário e embreagem com auxílio de torque proporcionando um toque mais leve e uma pilotagem mais fácil e mais confortável durante longas distâncias. Além disso, todos os modelos possuem a elegância tradicional do legítimo design inglês. Os quatro modelos foram desenvolvidos para serem customizados – isso significa que as Concessionárias oferecem uma infinidade de opções para o cliente deixar a sua clássica com a sua personalidade.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster. Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Como o monociclo elétrico facilitou o dia a dia de um morador da região metropolitana de Curitiba

Alex Sandro: Embaixador da Eletricz em Curitiba.

Alex Sandro Barreto Sobral, de 34 anos, é nascido em São Vicente (SP), mas logo aos seis anos mudou-se com a família para a região metropolitana de Curitiba. Casado e pai de duas filhas, em novembro de 2015 ele conseguiu um novo emprego na região central de Curitiba, cerca de 23 quilômetros distante de sua casa, num trajeto com muito trânsito. Era hora de repensar sua mobilidade. Alex, que já teve carro e moto, não encontrava a forma ideal de fazer esse percurso. Custos altos com seguro, gasolina e estacionamento, ônibus lotado e demorado. Nada fazia sentido.

No começo, ele pegava carona de carro com sua mulher um trecho do trajeto, depois pegava um ônibus e terminava ainda fazendo uma boa caminhada. Com chuva, então, virava um caos. Alex começou a pesquisar alternativas mais inteligentes para se locomover diariamente. Pensou na bicicleta, mas ele trabalhava com roupa social, ia chegar suado e não havia na empresa local adequado para tomar banho e se trocar.  Um dia encontrou na Internet, no YouTube, o monociclo elétrico e observou que os principais benefícios deste equipamento eram justamente o que ele precisava: baixo custo, era pequeno (cabia debaixo da sua estação de trabalho,) e oferecia autonomia suficiente para a sua necessidade. Uma parte do trajeto até o seu trabalho contava com uma ciclovia, o que era um estímulo a mais.

“Na época, em 2016, ainda não tinha como experimentar. Acabei comprando um monociclo elétrico pequeno, usado, no Mercado Livre. Era um modelo bem simples. Aprendi a andar nele por meio de vídeo aulas. No começo você pensa que não vai conseguir. Mas logo percebe que é só uma questão de treino. Tirei 10 dias de férias na empresa e queria aproveitar o tempo para aprender a pilotar o monociclo. E consegui”, orgulha-se Alex. O primeiro dia de retorno das férias já foi com o monociclo. A curiosidade dos colegas e até do gerente geral da empresa foram muito grandes ao me verem carregando aquela ‘malinha’ no elevador. “O que é isso?”, perguntavam. “É meu novo veículo de transporte, eu respondia feliz”.

“Apesar de alguns problemas, fiquei até março de 2019 com este primeiro monociclo. Era modesto, mas me atendeu bem neste período. Até que ele quebrou e fiquei alguns meses sem um monociclo. No final de 2019 conheci a Eletricz, empresa-referência na distribuição de monociclos elétricos no País, com sede em São Paulo (SP), e recebi o convite para ser Embaixador da Eletricz em Curitiba. O objetivo era contribuir para aumentar a visibilidade deste equipamento na cidade”, afirma ele. “Claro que aceitei e comprei o meu primeiro monociclo da KingSong”. A KingSong é uma das principais fabricantes mundiais desse produto.

Com um monociclo maior e com maior autonomia, Alex começou a se aventurar mais pela cidade. “Uma das coisas que sempre achei mais incrível é a facilidade de percorrer um trecho com o monociclo e complementar a viagem, facilmente, dentro de um ônibus ou de um Uber, com o monociclo do meu lado sem atrapalhar ninguém, pois ele é menor que uma mala de rodinhas pequena de viagem”.

SOBRE OS EMBAIXADORES DA ELETRICZ

A mobilidade elétrica chegou para ficar, mas nem todo mundo conhece ou teve a oportunidade de testar um veículo elétrico como o monociclo. Por isso, foi criado o programa “Embaixador Eletricz”, que, por meio de ações regionais, conecta usuários que são entusiastas com o público que ainda não teve a chance de conhecer os benefícios destas novas formas de mobilidade. Uma mobilidade mais inteligente e eficaz. Para os futuros clientes, a grande vantagem é ter contato com pessoas que já utilizam o monociclo elétrico em sua cidade, antes de tomarem sua decisão final pela compra.

SOBRE A ELETRICZ

A Eletricz iniciou suas operações em julho de 2018 com a missão de promover a locomoção de curta e média distância, incentivando a valorização da vida ao ar livre, a apropriação saudável das vias públicas e a mudança para um estilo de vida mais saudável, divertido e econômico. Por isso, comercializa os mais avançados veículos elétricos portáteis e desenvolve projetos e ações para difundir e incentivar este novo perfil de mobilidade urbana. A empresa comercializa monociclos, patinetes e bicicletas elétricas, mas os monociclos respondem hoje por 80% do seu faturamento.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Triumph lança projeto para incentivar customização das suas motos e ampliar a cultura das clássicas

Triumph Street Scrambler e Speed Twin com suas personalizações exclusivas.

A customização, tradicionalmente, sempre fez parte da história da marca Triumph. Agora, porém, a empresa lança um programa para ampliar essa prática. Com esse objetivo, está sendo criado o “Triumph Custom Made” (TCM). A ideia é que essa iniciativa contribua para fomentar a cultura custom e, consequentemente, a cultura de motocicletas clássicas no mercado brasileiro, atraindo o público que já transita neste universo, mas também despertando o desejo dos consumidores que ainda não customizam suas motos.

Este projeto foi lançado oficialmente, ontem, dia 9 de novembro, numa Live com a presença da Pablo Berardi, instrutor-chefe do Triumph Riding Experience (TRX), e também de Teydi Deguchi, criador da Shibuya Garage, que foi convidada a participar da iniciativa.

A ideia central desta ação é lembrar ao cliente que a customização pode começar no momento da compra da moto, na própria concessionária, utilizando a grande variedade de acessórios originais desenvolvidos especialmente para cada clássica da Triumph. São componentes originais, garantindo uma customização segura e seguindo os padrões de qualidade da fábrica. “Sabemos que a customização não para neste momento e exatamente por isso contamos com parceiros externos que já possuem experiência nesse trabalho, e que prezam por uma customização premium, assim como nossas motocicletas”, explica Renato Fabrini, General Manager da Triumph no Brasil.

Parceiros como a Shibuya Garage que recebeu o convite para participar do TCM e terá no próprio Teydi Deguchi o artista principal do projeto. Inicialmente será lançada uma linha conceito, com a assinatura TCM, com 40 motos customizadas – 22 Speed Twin e 18 Street Scrambler. Cada moto será numerada, justamente para reforçar a questão da exclusividade de uma moto customizada. Essas customizações também têm como desafio remeter às conquistas da marca em competições off-road com as antigas Scrambler e nas pistas com a Speed Twin. O trabalho de criação desenvolvido por Deguchi também fará uma conexão com grandes nomes da história do motociclismo, como o ator norte-americano Steve McQueen, motociclista apaixonado e habilidoso que também adotava esse estilo em suas motos.

As 18 Concessionárias Triumph já receberam um modelo de cada motocicleta. Os interessados em comprar um desses modelos devem ser rápidos, pois a ação é muito exclusiva. É possível comprar qualquer um deles por  meio do Triumph Smart.

Ao adquirir uma dessas 40 motos exclusivas, o cliente Triumph receberá um certificado de exclusividade do modelo assinada por Renato Fabrini e Teydi Deguchi. As entregas das motos começarão a ser realizadas a partir de hoje, dia 10 de novembro. O “Triumph Custom Made” não acaba com a venda dessas 40 motos. Ao contrário, o projeto é apenas o início de outras ações que serão realizadas visando desenvolver e incentivar cada vez mais a customização das motocicletas da marca. Entre as novidades para o futuro, além de mais motocicletas customizadas, estão competições de customização, ações de relacionamento nas concessionárias e promoções envolvendo a linha de acessórios Triumph.

MODELOS RECEBEM PACOTES ESPECIAIS DE ACESSÓRIOS

As duas clássicas da Triumph que integram essa etapa do projeto TCM, Speed Twin e Street Scrambler, receberam pacotes diferentes de equipamentos, para garantir uma customização bem personalizada em cada modelo. “Os acessórios selecionados foram uma escolha interna do nosso time, baseado nos estilos das motos e no que queríamos resgatar. Na Scrambler, por exemplo, optamos pelo para-lama alto e pelas placas de numeração (preta de um lado e amarela com a numeração do outro) para remeter às competições off-road conquistadas pela Triumph, inclusive pelo ator Steve McQueen”, explica André Molnár, gerente de Marketing da Triumph.

Além disso, a Triumph está arcando com parte dos custos para realizar essas customizações, tornando-as ainda mais atrativas para o consumidor. “Assim, pode-se dizer que o acréscimo de aproximadamente R$ 3 mil no preço das motos é simbólico, pois uma customização de nível parecido numa oficina do padrão da Shibuya poderia custar o triplo disso”, acrescenta Molnár. A edição especial da Street Scrambler está sendo lançada com preço de R$ 51.190,00 (a versão normal sai por R$ 47.990,00), enquanto a Speed Twin TCM sai por R$ 55.550,00 (R$ 52.550,00 a moto original).

A customização da Street Scrambler inclui:

Acabamentos pintados em preto;

Logotipo Heritage;

Pintura do tanque com tintura cinza criada para a edição limitada;

Placa de assinatura Shibuya em todas as motos;

Numeração de 1 a 18;

Tanque cinza com logo dourado;

Para-lama alto;

Numeração off-road;

Pedaleira off-road;

Pedaleira para o garupa;

Barra de proteção do guidão;

Protetor de tanque em borracha;

Grade do farol;

Flyscreen escuro;

Protetor de cárter;

Mesa para guidão;

Escape dourado (Manta).

A customização da Speed Twin inclui:

Banco reto marrom feito à mão, com costura diamantada;

Tanque de combustível cinza com logo dourado;

Numeração exclusiva de 1 a 22;

Numeração das pistas na lateral;

Escape dourado (Manta);

Detalhes pretos e dourados, criando um visual atraente;

Protetor do tanque em borracha;

Tampa do corpo de injeção preta;

Protetor do cárter em alumínio preto;

Aro do farol anodizado;

Indicador de direção em LED multifuncional;

Manetes esportivos ajustáveis.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster. Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Nova entidade brasileira terá como foco o desenvolvimento da mobilidade sustentável

Logo do IBMS

Acaba de ser criado, em São Paulo (SP), o Instituto Brasileiro de Mobilidade Sustentável (IBMS), uma nova entidade que nasce com o foco de se transformar em uma ferramenta para incentivar e viabilizar, em todas as suas vertentes, o mercado brasileiro da eletromobilidade – a mobilidade por diferentes tipos de veículos elétricos. “Queremos contribuir, principalmente, com o desenvolvimento tecnológico deste setor, com a geração de mais conhecimento nesta área e, também, com a busca por investimentos internacionais em fundos criados para apoiar o desenvolvimento sustentável da mobilidade”, explica Ricardo Guggisberg, presidente da IBMS.

Ricardo Guggisberg é um especialista em eletromobilidade, conhecido nacionalmente. Já foi presidente da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE) e foi ele quem criou o evento “Salão de Mobilidade Elétrica e Cidades Inteligentes” (“VE Latino Americano”), em 2012, e realizado anualmente desde então. A edição deste ano foi cancelada, devido à pandemia do coronavírus, mas a próxima edição está confirmada para setembro ou outubro de 2021.

De acordo com Guggisberg, existem muitas oportunidades para atuação do IBMS, num espaço ainda não ocupado por outras associações do setor no País. “Queremos promover a inovação da mobilidade no Brasil e, para isso, vamos criar projetos específicos e buscar recursos internacionais para concretizá-los”, explica. Ele cita como exemplos projetos educacionais, gestão de frotas de veículos elétricos, propostas para complementação do transporte público em maior escala (o chamado “first mile/last mile”), apoio a startups brasileiras inovadoras do setor e discussão sobre o reposicionamento dos espaços públicos para permitirem o uso, com segurança, dos micros modais elétricos, como monociclos, bicicletas e patinetes. Uma das ideias em discussão é desenvolver eletropostos para a área rural, uma inovação que ajudaria a ampliar o uso dos veículos elétricos também para fora das cidades.

“É preciso não apenas reestudar esses espaços públicos, para serem readequados, mas também abrir mais áreas voltadas para a micro mobilidade elétrica. Mas, para isso, temos que montar projetos consistentes, tecnicamente ajustados e apresentá-los aos fundos internacionais que oferecem recursos justamente para essas iniciativas”, explica o presidente da IBMS.

O Instituto nasce com uma diretoria composta por 18 representantes de players desse setor e tem como expectativa atrair como associados a maior parte das empresas que desenvolvem projetos ligados na eletromobilidade, incluindo fabricantes, importadores, montadoras de veículos, fornecedores de componentes para o segmento (como fabricantes e importadores de baterias elétricas), entre outros.