Que tal provar em casa o Sobá, um prato bem diferente, típico da culinária de Campo Grande (MS)?

Soba à Moda de Campo Grande da chef Vanessa Carvalho: uma raridade em São Paulo.

O Sobá é o prato mais tradicional da culinária de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, daí o seu nome correto ser “Sobá à Moda de Campo Grande”. Há centenas de restaurantes especializados nele em Campo Grande, e uma indústria por trás disso – que inclui, além dos restaurantes, fabricantes artesanais de macarrão e empresas que fabricam utensílios necessários para a elaboração do prato, como um cortador manual da massa e uma espécie de “varal culinário” onde o macarrão é pendurado em tiras para não grudar uma na outra. Em resumo, é um mercado imenso, responsável pelo sustento de muita gente. Na capital paulista, por outro lado, existem apenas dois restaurantes que servem Sobás – e um deles é o Sim Sobá, criado em 2016 pela chef Vanessa Carvalho, que funciona apenas pelo Delivery ou Take Away, de sexta-feira a domingo, das 18h às 22h.

Por isso mesmo, o Sobá ainda é uma iguaria praticamente desconhecida do consumidor paulistano. E o que é um Sobá? “O Sobá é um prato elaborado com cinco componentes básicos: uma proteína (carne bovina, carne suína, frango ou shimeji), omelete, macarrão, cebolinha e um caldo com temperos”, explica a chef Vanessa. Além disso, é um prato complicado e demorado de fazer, pois tudo é elaborado artesanalmente. A casa abre de sexta a domingo, mas, já na quarta-feira, a chef Vanessa começa a produzir seu macarrão artesanal, que é servido fresco e no ponto certo todas as semanas. É uma massa diferente da que conhecemos na culinária italiana.

De origem japonesa, o Sobá ganhou fama no Brasil no Mato Grosso do Sul. A combinação de macarrão, omelete, carne de porco (na versão mais tradicional), cebolinha e um caldo com temperos típicos foi trazida para o Mato Grosso do Sul na década de 50, por Eiho Tomoyohe e, já em 2006, virou patrimônio histórico e cultural de Campo Grande. A história do Sobá caminhou com a “Feirona” de Campo Grande, fundada em 1925. No começo, eram barracas, montadas na calçada. Hoje, a Feira Central, denominada oficialmente Feira Central e Turística, ocupa a Esplanada Ferroviária, um amplo espaço coberto que reúne 200 lojas de artesanato regional e produtos hortifrutigranjeiros, onde o carro-chefe são dezenas de restaurantes especializados em Sobá. Há até uma estátua de um Sobá no local, que virou atração turística e ponto obrigatório para fotos.

O cardápio do Sim Sobá inclui seis opções de Sobá à Moda de Campo Grande: “Bovino” (R$ 40,00); Suíno (R$ 36,00); Frango (R$ 34,00); Shimeji (R$ 44,00); Vegetariano de Shimeji (R$ 44,00) e Vegano de Shimeji (R$ 46,00). Todos os Sobás levam, como tempero, um caldo especial feito com ossobuco e temperos secretos de Campo Grande, que garantem o sabor todo especial do prato. O Sobá de Shimeji é uma criação de Vanessa que deu certo em São Paulo. Na versão Vegetariana, a diferença é que o caldo de ossobuco é trocado por um caldo de legumes, também criado pela Chef. Já na versão Vegana, além desse caldo de legumes, o prato, sua massa é elaborada sem ovos e não vai omelete.

DRINKS EXCLUSIVOS COM INGREDIENTES DO MATO GROSSO DO SUL

A chef Vanessa desenvolveu uma linha exclusiva de sucos elaborados com produtos tradicionais DA cozinha de Mato Grosso do Sul. São ingredientes como capim-santo, gengibre e a erva natural utilizada numa bebida muito comum no estado, o Tereré. O resultado são combinações incríveis no sabor e muito refrescantes que remetem à rica gastronomia e cultura sul-mato-grossense.

“Minha intenção era criar uma linha de bebidas inédita, que remetesse à culinária de Campo Grande, cidade onde nasci e vivi muitos anos, para acompanhar justamente um dos pratos mais tradicionais de lá, que é o Sobá”, explica Vanessa. Para chegar aos três sucos que compõem a linha hoje, chamada de Varanda’s Drinks, a chef precisou fazer muitos testes, experimentando a combinação de diferentes ingredientes. Foram desenvolvidos três sucos naturais que integram o cardápio:

Varanda’s. É um mix de capim-santo (também conhecido como capim-cidreira) e xaropes artesanais de gengibre e limão feitos pela própria Vanessa. Custa R$ 13,00 (500 ml).
Varanda’s Tereré. Uma combinação de chá da erva utilizada na elaboração do famoso Tereré (bebida muito tradicional do Mato Grosso do Sul) e xaropes artesanais de gengibre e limão. Custa R$ 14,00 (500 ml).
Flor de Varanda’s. É elaborado com chá de canela, xarope artesanal de hibisco (também produzido pela chef Vanessa) e um toque de limão. Custa R$ 14,00 (500 ml).

SOBREMESAS TRADICIONAIS

O Sim Sobá também sobremesas que fazem sucesso na culinária de Mato Grosso do Sul:

Doce de abóbora com coco – R$ 8,00 (100 gramas)
Doce de abóbora em pedaços – R$ 6,00 (100 gramas)
Cachorrada Pantaneira – R$ 8,00 (100 gramas)
Geleia de Mocotó Pantaneira – R$ 4,00 (barra de 60 gramas)
Cocada Pantaneira – R$ 4,00 (barra de 55 gramas)

SOBRE A CHEF VANESSA CARVALHO

Nascida em Campo Grande (MS), Vanessa tem 45 anos. Ela nasceu numa família com cinco mulheres que adoram cozinhar – a mãe e quatro tias. “Em todas as reuniões e festas familiares são elas que preparam tudo”, conta Vanessa. Ela nasceu nesse ambiente gastronômico cheio de sabores e temperos e combinações intensos, uma marca da comida de Campo Grande. A mãe foi sua grande professora na cozinha. Com 5 anos ganhou de presente um jogo de panelas de verdade, e começou a aprender a cozinhar numa mini cozinha que montou no quintal.

Aos 8 anos já sabia, e bem, fazer o tradicional Arroz de Carreteiro Pantaneiro, típico do Mato Grosso do Sul, e virou a responsável pela sua preparação nos encontros familiares. Mesmo assim, não trabalhou com comida em Campo Grande (embora tenha feito um curso de Gastronomia no Senac) e, em 1996, veio morar em São Paulo. Aqui, trabalhou como modelo, foi empresária do ramo de iluminação para shows e atuou como corretora de imóveis no Campo Belo durante cerca de 13 anos. Em 2006 morou na Suíça, perto da fronteira com a Itália. Trabalhava numa empresa durante o dia e nos finais de semana fazia bicos num restaurante na cidade italiana de Lugano. Preparava pratos típicos do Brasil.

Em 2018, voltou a Campo Grande e a vontade de trabalhar com gastronomia já era forte – sobretudo depois de ver que uma amiga havia aberto um restaurante. Decidiu voltar a São Paulo e abrir um restaurante especializado em Sobá. Seus amigos, surpresos, logo perguntavam: “Sobá? Ninguém sabe o que é Sobá em São Paulo!”. A resposta dela sempre foi rápida: “Sim, Sobá”. Aliás, foi daí que surgiu o nome do restaurante Sim Sobá.

SERVIÇO

Restaurante Sim Sobá (só Delivery e Take Away)
Rua Zacarias de Góes, 1770 (Campo Belo)
Funcionamento: sexta-feira a domingo, das 18h às 22h
Fone: 2892-0527
Fone/whatsapp: 98696-5212
www.simsoba.com.br
www.facebook.com/simsoba
Instagram: @simsoba

PRESS RELEASE COMPLETO:

CARDÁPIO COMPLETO DO RESTAURANTE:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Eletricz lança o monociclo elétrico mais veloz do Brasil, capaz de atingir 70 km/h de velocidade máxima

Begode (antiga Gotway), modelo RS-HS, é o monociclo elético mais veloz do Brasil, atingindo 70 km/h de velocidade máxima, com autonomia de até 160 quilômetros.

A Eletricz, distribuidora com sede em São Paulo (SP) especializada na comercialização de monociclos, patinetes e bicicletas elétricos de última geração, foi a primeira empresa no mercado brasileiro a comercializar os monociclos elétricos de altíssimo desempenho da marca Begode (antiga Gotway), um dos principais fabricantes mundiais desse equipamento. Quer conhecer o monociclo elétrico mais veloz do Brasil?

A Eletricz está lançando no mercado brasileiro dois novos modelos desse fabricante: o RS-HT (High Torque) e o RS-HS (High Speed). Este último é o monociclo elétrico mais veloz do Brasil e um dos mais velozes do mundo, com velocidade máxima de 70 km/h. Sua autonomia, também uma das maiores do mercado nacional, chega a cerca de 160 quilômetros. A aceleração de 0 a 50 km/h é de apenas 3 segundos!

“Trata-se de um equipamento especial voltado para monociclistas experientes que já passaram por outros modelos e agora buscam um desempenho superior tanto em velocidade como em autonomia, para poderem percorrer distâncias mais longas em menos tempo e com mais segurança”, explica Márcio Canzian, CEO da Eletricz.

O novo Gotway RS-HS custa R$ 21.978 à vista, mas também pode ser comprado, pelo cartão de crédito, em até 18 parcelas mensais fixas de R$ 1.356,67. Ele é equipado com motor de 2.600 W e bateria de íon lítio de 100 V e 1.800 Wh, pesando apenas 27 kg. O modelo é equipado com pneus aro 18, com três polegadas de largura, e tem como um de seus diferenciais o inovador “motor oco”, um estilo de construção de deixa mais espaço livre internamente, permitindo que fios de maior bitola façam a conexão entre a bateria e o motor, sendo assim capaz de suportar maiores níveis de potência com total segurança.

O modelo é capaz de superar, com tranquilidade, ângulos de subida de até 25 graus – o que significa desempenho suficiente para enfrentar com valentia as ladeiras de uma cidade como São Paulo. É capaz de transportar um peso máximo de 130 kg, sem comprometer seu desempenho, autonomia e segurança, e leva no máximo seis horas para ser completamente recarregado na tomada de casa (é bivolt).

Disponível apenas na cor preta, seu acabamento externo imita fibra de carbono, transmitindo um visual robusto e esportivo. O aparelho também conta com dois alto-falantes (35W cada), alça retrátil para facilitar o seu transporte quando ele não está sendo utilizado (pode ser empurrado facilmente como um pequena mala de viagem com rodinhas), dois faróis (24V cada), conexão Bluetooth com o telefone celular para acesso ao aplicativo do fabricante ou à playlist do usuário, LEDS frontais  e traseiros multicoloridos e pedais maiores (que oferecem mais conforto e segurança para o condutor) que apresentam uma distância de 165 mm do solo.

MONOCICLO ELÉTRICO BEGODE RS-HT

A outra novidade da mesma marca, que apresenta visual idêntico, é o monociclo elétrico RS-HT. O modelo utiliza o mesmo motor de 2.600 W, com bateria de 100 V e 1800 Wh, oferecendo também autonomia de até 160 quilômetros. Sua diferença em relação ao RS-HS é que o modelo tem uma oferta maior de torque, o que lhe garante arrancadas mais poderosas e mais força e eficiência para superar rampas íngremes. Em compensação, sua velocidade máxima cai para 56 km/h, ainda colocando-o entre os de melhor desempenho no Brasil.

Todas as demais características, como peso, iluminação em LED, pneus aro 18, sistema de som, distância do solo, tecnologia do “motor oco” e carenagem são idênticas. Seu preço também é o mesmo: R$ 21.978, à vista.

SOBRE A ELETRICZ

A Eletricz iniciou suas operações em julho de 2018 com a missão de promover a locomoção de curta e média distância, incentivando a valorização da vida ao ar livre, a apropriação saudável das vias públicas e a mudança para um estilo de vida mais saudável, divertido e econômico. Por isso, comercializa os mais avançados veículos elétricos portáteis e desenvolve projetos e ações para difundir e incentivar este novo perfil de mobilidade urbana. A empresa comercializa monociclos, patinetes e bicicletas elétricas, mas os monociclos respondem por 80% do seu faturamento.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Confira 10 dicas para cuidar da sua saúde mental durante a pandemia

Saúde Mental na pandemia: maior desafio é sair da mente, o “cabeção”, e ir para o coração e aumentar a sua presença no momento presente.

Desemprego ou medo de perder o emprego ou clientes, dificuldades financeiras, insegurança, problemas de saúde, perdas de entes queridos devido à Covid-19, notícias negativas o tempo todo na TV. Este cenário que vivemos há mais de um ano com a pandemia pode, sim, afetar a sua saúde mental, prejudicando o seu equilíbrio e atrapalhando a sua felicidade. Tudo depende de como cada um de nós lida com esses desafios no seu dia a dia.

A terapeuta Catia Simionato, especialista em desenvolvimento pessoal, autoconhecimento, expansão da consciência, meditações e espiritualidade, entre outras terapias integrativas,tem uma visão bem objetiva dessa nossa realidade. “Eu sempre acho que o grande problema é a nossa mente, que eu chamo de ‘cabeção’, que fica tentando controlar o mundo e, como não consegue, literalmente cria boa parte das preocupações que atormentam as pessoas”, explica.

Catia lembra que boa parte dos “problemas” que nos afligem, com ou sem pandemia, dizem respeito a lembranças do passado ou a cenários negativos para futuro que a nossa mente se encarrega de criar o tempo todo. “O desafio para manter a nossa saúde mental, portanto, é acalmar o ‘cabeção’”, acrescenta. E como fazer isso na prática? Aqui, Catia lista 10 dicas úteis para não deixar o seu “cabeção” destruir o seu equilíbrio e o seu foco positivo na vida.

1) Meditação Ativa ou Passiva. Você sabe a diferença entre esses dois tipos de Meditação? A Meditação Ativa não é muito comentada, mas é uma forma de facilitar a prática da Meditação. Ela é realizada ao mesmo tempo em que você faz qualquer tarefa, como caminhar, lavar louça, passar roupa, cuidar das plantas, praticar um esporte ou simplesmente limpar a casa. Ela consiste em manter sua mente focada no que você está fazendo, observando o movimento de pés e mãos, sentindo a textura ou temperatura do local que estiver tocando, observando tudo que puder ao seu redor, sentir os aromas e ouvir os sons do ambiente. Seu principal objetivo é viver o momento presente o mais intensamente possível, e não prender sua mente em eventos do passado ou do futuro. A Meditação Ativa funciona muito bem para pessoas inquietas, que têm dificuldade de se concentrar para praticar a Meditação mais tradicional, a Passiva. E pode ser, também, a porta de entrada para a Meditação Passiva, na qual a pessoa permanece imóvel, numa posição confortável, prestando atenção na sua respiração ou desenvolvendo técnicas de visualização, concentração e relaxamento do corpo. Em ambas, o desafio é deixar a mente calma. Nesse estado, ela é capaz de ser mais produtiva, criativa e inovadora.

2) Exercícios de atenção plena. Eles também são um tipo de meditação. São práticas que buscam direcionar a atenção para o momento presente e a pessoa passa a se concentrar apenas na experiência que está vivendo naquele instante, permitindo aos seus pensamentos fluírem sem julgamentos. Exemplos: comer com consciência (prestando atenção aos sabores, visuais, temperaturas e texturas dos alimentos), andar ou correr com consciência (observando todo o movimento do corpo, as sensações dos pés e até as diferentes texturas do piso percorrido), colorir ou desenhar com consciência (concentrando-se em cada cor) e cozinhar com consciência (sentindo cada sabor ou cheiro dos ingredientes utilizados).

3) Perceber que existe uma voz falando dentro da sua cabeça (se alguém está falando, quem está ouvindo?). A nossa mente, ou “cabeção”, está sempre falando, criticando, comparando, lembrando do passado, traçando cenários ruins, projetando o pior para nossas vidas. Perceber essa vozinha dentro de nós – e aprender a ignorá-la – é um dos passos importantes para atingir o equilíbrio e a felicidade.

4) Exercitar-se. A prática regular de exercícios físicos é fundamental para a saúde física e mental. Além de ajudar a prevenir doenças, proporciona a sensação de bem-estar e relaxamento, que contribuem com a qualidade de vida. O sedentarismo leva a maiores taxas de ansiedade, contribuindo para baixa autoestima, baixa imunidade (em tempos de pandemia isso pode salvar vidas!), irritabilidade, mal humor e depressão. E mais: praticar esporte com regularidade influencia positivamente o cérebro, liberando hormônios do prazer e bem-estar, como dopamina, serotonina, irisina e oxitocina. Tudo isso contribui para reduzir o estresse e a ansiedade.

5) Cuidar do corpo: nutrição, hidratação, descanso e higiene. Além de praticar exercícios físicos, há outras formas de cuidar do corpo, a começa por uma alimentação saudável. O que você tem colocado dentro do seu corpo? Evite fast-foods e alimentos industrializados. Aumente o consumo de alimentos que você compra na feira! Você pode aumentar a vitalidade do seu corpo por meio de uma alimentação “viva” (alimentos in natura, com produtos veganos e crus), aqueles obtidos diretamente de plantas (como folhas e frutos) sem passar por qualquer processo de industrialização. Isso também inclui hidratação adequada, com água ou sucos 100% naturais. Mas cuidar do corpo ainda inclui descansar (dormir bem) e ter uma boa higiene (inclusive para evitar doenças).

6) Ir para a natureza sempre que possível. Catia está apresentando em seu canal Ser Felicidade, do YouTube, uma web série inédita que trata exatamente desta questão: da conexão e do equilíbrio do ser humano por meio da aproximação com a natureza (https://www.youtube.com/watch?v=6ulqyA3suaw&t=699s). A série foi gravada em São Miguel do Gostoso, pequena vila de pescadores localizada a cerca de 100 km de Natal (RN), repleta de praias lindas e desertas. Catia levou sua equipe para esse paraíso tropical após sentir na própria pele sintomas de desequilíbrio e desconexão. Seguindo seus próprios ensinamentos, ela foi para a natureza. E lá, os poucos, ela conseguiu. “Primeiro a gente se equilibra. Depois, nos conectamos com tudo de bom que tem nessa vida e com aquele lugar dentro de você onde habita a paz, o amor, o poder, a sabedoria e a felicidade”, explica Catia. Além disso, a relação entre natureza e saúde mental vem conquistando destaque também no meio científico. Há estudos que mostram como a exposição à natureza pode trazer benefícios enormes às pessoas – isso inclui o contato com plantas e flores, abraçar uma árvore, andar descalço na terra, areia ou pedras, tomar sol, entrar no mar ou tomar um banho de cachoeira. Pesquisa da revista “Nature” mostrou que apenas duas horas por semana de contato com a natureza podem promover, por exemplo, aumento na sensação de bem-estar, melhorar o humor e aliviar os sintomas de depressão, ansiedade e estresse.

7) Desenvolver algo simples que dê prazer: cozinhar, tocar um instrumento, cantar, trabalhos manuais. Em outras palavras, encontre um hobby que lhe traga alegria ao praticá-lo. Um hobby alivia as tensões do dia a dia e lhe proporciona um momento só para você. Para você viver o seu presente, e não dar ouvidos à sua mente. Mais do que isso, o hobby também pode estimular a sua criatividade.

8) Ouvir mantras ou Frequências de Solfeggio. Podemos definir um mantra como hino, oração, canção sagrada, sílabas programadas e, até mesmo, poema religioso. Quando se pronuncia um mantra, ele é capaz de acalmar os pensamentos e nossas ações, facilitando a concentração. O nosso trabalho durante o mantra consiste justamente em trazer incessantemente a mente de volta para o som do mantra e refletir sobre seu significado. Isso traz como consequência o aquietamento da mente. Existem mantras específicos para diversos tipos de questões, pois eles focam a energia que circula no chakra responsável por aquele ponto da vida. Já as Frequências de Solfeggio são compostas por um conjunto de seis sons musicais eletromagnéticos que os monges gregorianos costumavam usar quando cantavam em meditação. Tudo no mundo vibra. E toda vibração tem a sua própria frequência. Expondo o corpo e a mente às Frequências de Solfeggio, você pode conseguir maior sentido de equilíbrio, cura interior profunda, evolução e autoconhecimento, pois elas penetram profundamente na mente consciente e subconsciente.

9) Preparar-se para dormir. “Muitos dos meus alunos reclamam das dificuldades para dormir. Isso acontece porque, no meu ponto de vista, as pessoas passam o dia numa vida muito cerebral, muito mental, principalmente por conta dos eletrônicos que a gente usa o dia inteiro, como o celular o tempo todo na mão. E o excesso de atividade mental dificulta mesmo o sono”, diz Catia. Então, diz ela, se preparar para dormir significa, uma hora antes de dormir, desligar todos os eletrônicos, fazer um chá calmante, deixar tudo na meia luz (ou no mais escuro possível), ir para o silêncio interno, fazer uma meditação com uma música bem suave – isso tudo traz um relaxamento e uma possibilidade de dormir muito melhor e com um sono profundo, que também é revitalizante.

10) Ter um animal de estimação ou plantas. Ter plantas em casa tem relação direta com o tópico sobre a importância da natureza. Ter plantas em casa, portanto, significa levar um pouquinho da natureza e dos seus benefícios para mais perto de você diariamente. Sobre os animais de estimação, de acordo com um artigo publicado no site da Prefeitura de São Paulo, “ter um pet é um ato de amor que beneficia não só os bichinhos, mas também os seres humanos. Os laços de afeto dessa relação têm um grande impacto na saúde mental das pessoas que possuem um animal de estimação”. Pesquisa realizada pela Edellman Intelligence, em parceria com o The Human Animal Bond Research Institute (HABRI) e a empresa Mars Petcare, apontou que 80% das pessoas se sentem menos sozinhas com um pet, ajudando a lidar com a depressão. Uma das descobertas científicas mais recentes, publicada pela revista Science, é que os cachorros amam seus donos com o mesmo amor que o bebê sente pela sua mãe. Além disso, de acordo com a ciência, olhar o pet nos olhos, brincar ou acariciar ele produz forte dose de oxitocina, a chamada “molécula do amor”.

SOBRE CATIA SIMIONATO

Presente em todas as redes sociais com seu canal Ser Felicidade, Catia Simionato é um fenômeno da Internet no YouTube (www.youtube.com/channel/UC-7Un7ZJ9Z_ZOmTE_Vc0UwQ). Criado em 2016, seu canal conta, hoje, com 1,1 milhão de seguidores e possui centenas de vídeos sobre desenvolvimento pessoal, autoconhecimento, expansão da consciência, meditações, espiritualidade e entrevistas com professores espirituais que conheceu pelo mundo – produzidos pela própria Catia.

Ela também é palestrante internacional, professora de meditação e condutora de retiros espirituais para a expansão da consciência. Catia já realizou uma infinidade de cursos integrativos. É autora do curso “Método MRI” (Manual para Reorganização Interna), novo modelo de terapia individual onde a pessoa trabalha internamento o seu desenvolvimento em diversos níveis: físico, emocional e espiritual. O objetivo é realizar uma jornada de transformação, na qual a pessoa se livra de pensamentos negativos que a impedem de ser mais feliz. Com seus vídeos semanais, Catia também está promovendo o movimento “Da mente ao Coração”, no qual propõe que as pessoas ouçam menos sua mente crítica e autocrítica e encontrem dentro de si mesmas a sua felicidade, valorizando, por exemplo, o autoamor e a autoestima.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Após sucesso de vendas, Concessionárias Triumph recebem novos lotes da Rocket 3 R

Triumph Rocket 3 R: moto produzida em série com o maior motor do mundo, com 2.500 cc, 167 cv de potência e 221 Nm de torque.

Com a chegada de novos lotes do modelo Rocket 3 R, a Triumph decidiu realizar uma Live para uma apresentação mais técnica do modelo. Afinal, não faltam recursos tecnológicos de última geração na motocicleta produzida em série com o maior motor do planeta. A Live vai acontecer no dia 22 de abril, às 19h, no canal da empresa no YouTube (https://www.youtube.com/watch?v=FdeBacFvIZ0) com a presença do chef Henrique Fogaça, Embaixador da Triumph no Brasil.

Com a chegada de novos lotes da motocicleta, é hora de você também reservar a sua – e não perder a chance de possuir uma das motocicletas mais exclusivas e especiais do mundo. A moto tem preço atual de R$ 110.490,00 e pode ser adquirida pelo financiamento do Triumph Smart, em até 24 prestações. É possível montar um financiamento para ela com prestações mensais a partir de R$ 1.199,00, por exemplo. “Em virtude das características incomparáveis do produto, os novos lotes deverão ter o mesmo sucesso das pré-vendas. A nova Rocket 3 R é um produto muito exclusivo e os interessados devem entrar em contato com nossos concessionários para garantir a sua. Não existe melhor relação custo-benefício no segmento”, acrescenta Andre Molnar, Gerente de Marketing da Triumph do Brasil. Para adquirir a sua, o consumidor deve entrar em contato com a Concessionária Triumph mais próxima e fazer a sua reserva.

ROCKET 3 R: UMA MOTOCICLETA LENDÁRIA

Lançada em 2004, a lendária Triumph Rocket III sempre se destacou por sua força maior, presença incrível e torque e potência superiores a qualquer outro modelo da concorrência. A Rocket 3 R é a mais nova versão dessa lenda. O modelo é equipado com o maior motor do mundo para uma motocicleta produzida em série, com 2.500 cc. O novo motor oferece 11% mais potência que a geração anterior (agora são 167 cv a 6.000 rpm) e o maior torque entre todas as motocicletas do planeta, com 221 Nm (a 4.000 rpm).

Combinando uma postura incomparável, muita força, estilo magnífico e os mais altos níveis de tecnologia do mundo das motocicletas, a nova Triumph Rocket 3 R consegue, ao mesmo tempo, oferecer uma pilotagem fácil e um manuseio líder na sua categoria. Torque instantâneo, controle de pilotagem e segurança são alguns dos pontos marcantes do novo modelo.

O novíssimo motor triplo (uma especialidade Triumph) de 2.500 cc oferece capacidade e desempenho ainda maiores que seu antecessor. Este propulsor oferece um incrível aumento no pico de potência, que agora chega a 167 cv (a 6.000 rpm). Com mais potência na faixa entre 3.500 e 7.000 rpm, a nova Rocket 3 R oferece um nível impressionante de desempenho.

O novo motor também possui o torque mais alto do que qualquer motocicleta de produção no mundo, com 221 Nm – espantosos 71% a mais do que a concorrência mais próxima. Com uma curva de torque incrivelmente plana e rica, atingindo o pico a 4.000 rpm, mantém o torque máximo em toda a faixa intermediária, proporcionando aceleração e resposta sem esforço em qualquer marcha.

Este é o maior motor de motocicleta de produção em série do mundo, apresentando várias melhorias de desempenho, incluindo novo conjunto do cárter, novo sistema de lubrificação e o tanque de óleo integral e os novos eixos balanceadores – juntos, proporcionam uma economia de peso de 18 kg no motor em relação à geração anterior, e incríveis 40 kg totais na motocicleta.

Para reforçar sua lenda e alta performance, a Rocket 3 R estabeleceu um novo recorde de aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 2,73 segundos. O recordo foi um marco histórico que reforça ainda mais o excepcional desempenho do novo e exclusivo motor triplo de 2.500 cc da Rocket.

O exclusivo sistema de escape de três coletores é um detalhe de design icônico na Triumph Rocket 3 R. Esse “detalhe” foi desenvolvido de maneira inovadora para o roteamento perfeito dos escapamentos, fluindo do coletor para a caixa combinada do catalisador e para o silenciador de saída tripla, oferecendo uma trilha sonora de ronco profundo, distinto e único.

NÍVEIS EXCEPCIONAIS DE CONFORTO

Oferecendo níveis excepcionais de conforto ao piloto e um nível de controle impressionante sobre o desempenho poderoso do Rocket 3 R, há uma nova embreagem hidráulica que permite ao piloto uma ação leve no comando da embreagem para mudanças de marchas. Além disso, a nova caixa de engrenagens helicoidais de seis velocidades e alto desempenho da Rocket 3 R é projetada com precisão para ser mais suave, mais forte e mais leve que uma caixa de engrenagens padrão e foi projetada especificamente para permitir o aumento da capacidade de torque desta nova geração.

Assim, como toda a gama mais recente da Triumph, o novo motor da Rocket 3 R oferece tecnologias de pontas, como o sistema de aceleração Ride By Wire, além de um sistema de resfriamento líquido incorporado à moto com sensibilidade, para proporcionar um desempenho aprimorado e uma condução ainda mais eficiente. Com detalhes como o novo farol duplo em LED, incluindo o emblema triangular da marca, e o sistema de escape esculpido com três coletores, a nova linha Rocket 3 R tem uma postura incrivelmente imponente.

As novíssimas rodas leves de alumínio fundido de múltiplos raios aprimoram o estilo contemporâneo de força, com um belo acabamento escurecido. O modelo é equipado com pneus Avon Cobra Chrome, desenvolvidos especialmente para a nova Rocket 3 R, com uma imponente largura de roda traseira de 240 mm. Os novos pneus têm detalhes requintados, e ambos apresentam um novo padrão de faixa desenvolvido para excelente aderência e alta durabilidade.

Contribuindo para o estilo “clean” da Rocket 3 R, o monobraço oscilante de um lado, com suspensão monochoque de compensação e acabamento de alto padrão na caixa de controle. O elegante guidão estilo roadster reforça ainda mais o caráter premium do modelo e sua posição de pilotagem dominante.

A moto vem com um assento de piloto e garupa esculpidos, com acabamentos em alumínio fundido sob o assento, criando uma linha fluida exclusiva através da motocicleta. A configuração de cada Rocket 3 R foi projetada para ser facilmente alterada da configuração de assento duplo para assento individual, com a adição opcional de uma almofada de enchimento disponível para melhorar ainda mais a aparência do assento individual. A Rocket 3 R apresenta um assento de piloto e carona roadster, com uma baixa altura de assento de 773 mm. Para o máximo conforto, cada modelo Rocket 3 R oferece uma variedade de ergonomia ajustável para cada motociclista.

ACABAMENTOS E DETALHAMENTOS INSUPERÁVEIS

A Rocket 3 R oferece um nível de acabamento e detalhamento definidores da sua categoria, contribuindo para um estilo magnífico. Os belos recursos incluem tanque de combustível esculpido com o DNA de design característico da Triumph, tira do tanque de aço inoxidável escovado e uma linda tampa de alumínio em estilo Monza, tampa da caixa de ar em alumínio escovado, tampa de óleo em alumínio escovado em estilo Monza, aletas usinadas nos cárteres, protetores térmicos escovados e elegantes apoios para os pés do garupa dobráveis, escondidos com design dobrável exclusivo. O esquema de pintura disponível hoje é em vermelho “Korosi Red”.

O modelo traz a mais alta especificação de freios já vista numa motocicleta. Traz também componentes de suspensão premium e tecnologia de aprimoramento de última geração, projetada para oferecer ciclística e pilotagem fenomenais, conforto superior e o máximo da performance.

A moto apresenta um novo chassi de alumínio otimizado em massa de alta especificação com um design inovador que contribui para a economia geral de peso e ainda fornece uma incrível relação torque/peso, mais de 25% maior que o competidor mais próximo. Além disso, o modelo apresenta uma unidade de suspensão traseira Showa monochoque, totalmente ajustável, com reservatório piggyback (retorno, compressão e pré-carga ajustável) e garfos dianteiros Showa ajustáveis de 47 mm (com ajustes de retorno e compressão) para oferecer conforto de pilotagem superior e capacidade de viagem e pilotagem excepcionais.

Completando a inovação de engenharia de alta especificação, estão as pinças Brembo Stylema da mais alta especificação. Além disso, esse novo design permite um aumento do fluxo de ar ao redor das pastilhas de freio, o que ajuda as pinças a esfriarem mais rapidamente para obter um desempenho ainda superior.

Levando a capacidade para o nível mais alto, a Rocket 3 R possui uma série de tecnologias de última geração com foco no piloto, incluindo:

  • Painel de instrumentos TFT de segunda geração. O modelo possui os mais recentes instrumentos TFT de segunda geração, coloridos, que são mais sofisticados, customizáveis e oferecem muito mais funcionalidades do que os instrumentos da geração anterior. A unidade TFT tem ajuste de ângulo para melhor visibilidade e possui um design elegante e dois temas de layout de informações que podem ser personalizados, permitindo ao piloto atualizar a mensagem da tela de inicialização com seu nome.
  • Freios ABS otimizados para curvas. O recurso é instalado como item de série na Rocket3 R. Isso mantém o melhor desempenho de frenagem, não importa qual o ângulo de inclinação.
  • Controle de tração otimizado para curvas. Também é um recurso de série na motocicleta. É uma tecnologia que mantém o nível ideal de controle de tração para o ângulo de inclinação da motocicleta.
  • Unidade de Medição Inercial (IMU). Uma Unidade de Medição Inercial (IMU), desenvolvida em parceria com a Continental, dá apoio à função ideal do ABS otimizado para curvas e também do controle de tração otimizado para curvas. O equipamento faz medições constantes das taxas de rotação, inclinação, guinada, ângulo de inclinação e aceleração, respondendo com os recursos de segurança ativos apropriados.
  • Quatro modos de pilotagem. A Rocket 3 R conta com quatro modos de pilotagem configuráveis: “Road”, “Rain”, “Sport” e “Rider”configurável, que ajustam a resposta do acelerador e as configurações de controle de tração para se adequar às preferências e condições de pilotagem. Os modos de pilotagem são facilmente alterados com um movimento no painel de instrumentos TFT.
  • Iluminação totalmente em LED com farol DRL. A moto é equipada com iluminação totalmente em LED, incluindo uma nova unidade dupla de farol em LED, luz traseira, indicadores e luz da placa numérica. Os faróis também incorporam a tecnologia Faróis de Rodagem Diurna LED, que oferecem excelente visibilidade e um perfil de iluminação característico.
  • Controle Hill Hold. Esse recurso evita que a motocicleta role para trás numa subida, por exemplo, para aumentar a confiança do piloto e o controle máximo, mesmo com um garupa e totalmente carregado. O sistema aplica o freio traseiro até sentir que o piloto está começandoacelerar e é ativado usando o manete do freio dianteiro. O recurso é selecionável através do menu de configuração da motocicleta. É item de série na moto.
  • Controle de velocidade. O controle de velocidade eletrônico é instalado como padrão na Rocket 3 R. Ele permite que o piloto defina uma velocidade de cruzeiro reduzindo a fadiga em viagens longas, e pode ser facilmente acessado através dos botões na manopla, para o máximo de conveniência e segurança.
  • Ignição sem chave e trava de direção. Também como padrão no modelo, osistema reconhece a proximidade do sensor na chave e então libera a ignição pelo botão de partida. Também há a capacidade de desativar a função de transmissão sem fio das chaves tocando em um botão, para ainda mais segurança.
  • Manoplas aquecidas. As manoplas aquecidas também são opcionais naRocket3 R. Elas são perfeitamente integradas a um botão na manopla esquerda, proporcionando maior conforto ao piloto, com dois modos.
  • Carregamento por USB. A moto dispõe de uma tomada USB de 5V sob o assento, para carregar equipamentos eletrônicos pessoais.
  • Auxílio de Troca de Marcha Triumph (Triumph Shift Assist). O Triumph Shift Assist, popularmente conhecido como Quickshifter, permite trocas de marcha para cima e para baixo sem o uso da embreagem, reduzindo o esforço e a fadiga do piloto e melhorando a experiência geral de pilotagem e os tempos de troca. O recurso é opcional.

  • O primeiro sistema de controle GoPro integrado do mundo. A nova Rocket 3 R chega pronta para ser equipada com o inovador sistema de controle GoPro integrado à motocicleta. Esse recurso permite a operação da câmera GoPro, facilitada pela tecnologia Bluetooth (opcional). A conexão e o controle são exibidos nos instrumentos TFT, permitindo uma operação intuitiva de vídeo e foto através do painel.
  • Sistema de navegação. Alimentado pelo Google, esse exclusivo recurso da Triumph facilita a navegação através da tecnologia Bluetooth (opcional). Depois que o piloto seleciona a rota no aplicativo “My Triumph”, os instrumentos presentes ativam símbolos na tela usando ícones gráficos simples. Com este sistema, o piloto tem à sua disposição um sistema de navegação, um planejador de rotas, seu destino final e pontos de interesse, como hotéis, postos de gasolina e restaurantes.
  • Aplicativo My Triumph. Para telefones iOS e Android, os usuários podem fazer o download gratuito do novo aplicativo My Triumph, que oferece a função de navegação conectada. Navegação, planejador de rotas, destino final e pontos de interesse (hotéis, combustível, restaurantes etc.) são todos controlados pelo piloto através deste aplicativo integrado ao módulo de conectividade Bluetooth da moto (opcional).
  • Operação integrada do telefone e da música. A moto possui integração total do telefone com o sistema Bluetooth (opcional), com exibição clara nos instrumentos TFT coloridos e operação intuitiva do telefone através do painel de distribuição, permitindo ao usuário selecionar músicas, controlar o volume e até atender chamadas.
  • Sistema de monitoramento da pressão dos pneus (TPMS). Para maior segurança e controle do piloto, aRocket3 R pode ser equipada, opcionalmente, com o recurso TPMS.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster. Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 3,5 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Sobá: uma iguaria de Campo Grande (MS) que exige muita experiência e tempo para o seu preparo

Chef Vanessa Carvalho preparando seu Sobá à Moda de Campo Grande

Prato tradicional de Campo Grande (MS), o Sobá não é rápido e nem fácil de fazer. “Pelo contrário, é uma iguaria que exige experiência, tempo e habilidade no seu preparo”, explica a chef Vanessa Carvalho, que comanda o restaurante especializado nessa culinária, o Sim Sobá, instalado na capital paulista. O Sobá é composto por cinco componentes básicos: uma proteína (carne bovina, carne suína, frango ou shimeji), omelete, macarrão, cebolinha e um caldo com temperos. Confira, basicamente, como cada um deles é elaborado:

Proteínas. Entre as carnes, são utilizadas alcatra (carne bovina), filé mignon suíno e peito de frango. Tudo é comprado em peças, filetado pela chef, separado e porcionado em 120 gramas, que são colocadas em saquinhos plásticos selados. Tudo isso leva pelo menos duas horas de trabalho para atender em torno de 50 Sobás . Elas são cozidas na hora, com diversos temperos (secretos!), como o shoyo, levando entre dois e três minutos para ficarem no ponto. Nos sabores de frango ou suíno, a preparação é finalizada com óleo de gergelim. Enquanto isso, outro funcionário vai montando o prato do Sobá com os demais ingredientes. A proteína chega por último.

Omelete. Cada prato de Sobá vem com 40 gramas de omelete, elaborada com cerca de 1,5 ovo, sal e maisena. Aqui, o maior desafio é preparar a omelete no ponto exato: bem fininha e naquele tom amarelo claro tentador. A omelete sai pronta da frigideira em peças únicas, que são enroladas com cuidado e, a seguir, fatiadas. Esse trabalho leva em torno de uma hora, para 50 pratos, e é realizado na própria sexta-feira, durante o dia, para atender os clientes durante todo o final de semana. A omelete não pode ser congelada, nem dura até a outra semana em caso de sobras.

Cebolinha. A cebolinha é lavada, cortada nas extremidades e colocada em pé para secar e, também, para escorrer o caule interno. No final, ela fica bem seca, o que garante um sabor mais agradável, mais frescor e durabilidade superior. Depois de secas, são fatiadas finamente. Esse trabalho, que leva cerca de uma hora e acontece também na sexta-feira, para atender a demanda de todo o final de semana. Cada prato tem 15 gramas de cebolinha.

Macarrão. É a parte mais complicada, pois o autêntico Sobá à Moda de Campo Grande é feito com uma massa especial, caseira, diferente da que conhecemos na culinária italiana. Normalmente a massa é elaborada entre quarta-feira à noite e quinta-feira de manhã. A massa feita numa semana não serve para a próxima semana e não pode ser congelada. Para preparar sua massa, a chef Vanessa utiliza farinha, ovo, sal, água e dois segredinhos especiais que ela prefere não revelar. Quando isso vira uma massa compacta, ela é cortada em fatias grossas que, então, são passadas no cilindro e depois por um cortador manual (que só é vendido em Campo Grande) de onde saem já no formato final, em tirar finas e achatadas. Esse produto é colocado então em um “varal” culinário, para não estragar o formato grudando uma na outra, e logo é cozido numa panela com água e sal durante 5 a 7 minutos. Depois de escorrido, vai para o resfriamento imediatamente para que a massa não continue cozinhando com seu próprio calor e, em seguida, como as proteínas, é porcionada e embalada. Cada Sobá vem com 200 gramas de massa. Para se planejar para servir 50 Sobás, Vanessa precisa produzir 10 kg de macarrão, portanto – o que significa cerca de 5 horas de trabalho, no mínimo.

Caldo de ossobuco. Boa parte do sabor maravilhoso do Sobá vem do caldo de ossobuco preparado pela chef. Cada Sobá leva 350 ml deste caldo, que é entregue separado para o cliente colocar dentro do prato somente na hora de consumir. O caldo dá sabor e também aquece o prato (se o caldo estiver frio, pode ser aquecido no forno de microondas antes). O caldo é preparado com ossobuco e aparas das carnes bovinas e suínas e do frango. Essas carnes são cozidas por horas, para perderem toda a sua gordura, depois são acrescidos itens como caldo de Mocotó, temperos especiais de Mato Grosso do Sul (secretos), shoyu e hondashi (tempero japonês tradicional). A carne derrete e vira um caldo maravilhoso, mas leva tempo. São dois dias, ou cerca e 16 horas no total, para preparar o caldo de ossobuco.

RESTAURANTE FUNCIONA TODOS OS FINAIS DE SEMANA PELO DELIVERY

O restaurante funciona de sexta-feira a domingo, todas as semanas, das 18h às 22h, pelos serviços Delivery e Take Away. A casa conta com serviço próprio de entregas. Os pedidos podem ser feitos nos telefones abaixo. Se o cliente preferir, ele pode fazer seu pedido pelas plataformas iFood e Rappi, mas os preços serão um pouco superiores nestes aplicativos.

CARDÁPIO

Sobá Bovino – R$ 40,00
Sobá Suíno – R$ 36,00
Sobá de Frango – R$ 34,00
Sobá de Shimeji – R$ 44,00
Sobá Vegetariano (Shimeji) – R$ 44,00 (caldo de legumes)
Sobá Vegano (Shimeji) – R$ 46,00 (caldo de legumes, massa sem ovos e sem omelete)

SERVIÇO

Restaurante Sim Sobá
Rua Zacarias de Góes, 1770
Fone: 2892-0527
Fone/whatsapp: 98696-5212
Funcionamento: todas as sextas, sábados e domingos
Horário: das 18h às 22h
Pedidos pelos telefones ou pelas plataformas iFood e Rappi

SOBRE A CHEF VANESSA CARVALHO

Nascidaem Campo Grande (MS), Vanessa tem 45 anos. Ela nasceu numa família com cinco mulheres que adoram cozinhar – a mãe e quatro tias. “Em todas as reuniões e festas familiares são elas que preparam tudo”, conta Vanessa. Ela nasceu nesse ambiente gastronômico cheio de sabores e temperos e combinações intensos, uma marca da comida de Campo Grande. A mãe foi sua grande professora na cozinha. Com 5 anos ganhou de presente um jogo de panelas de verdade, e começou a aprender a cozinhar numa mini cozinha que montou no quintal.

Aos 8 anos já sabia, e bem, fazer o tradicional Arroz de Carreteiro Pantaneiro, típico do Mato Grosso do Sul, e virou a responsável pela sua preparação nos encontros familiares. Mesmo assim, não trabalhou com comida em Campo Grande (embora tenha feito um curso de Gastronomia no Senac) e, em 1996, veio morar em São Paulo. Aqui, trabalhou como modelo, foi empresária do ramo de iluminação para shows e atuou como corretora de imóveis no Campo Belo durante cerca de 13 anos. Em 2006 morou na Suíça, perto da fronteira com a Itália. Trabalhava numa empresa durante o dia e nos finais de semana fazia bicos num restaurante na cidade italiana de Lugano. Preparava pratos típicos do Brasil.

Em 2018, voltou a Campo Grande e a vontade de trabalhar com gastronomia já era forte – sobretudo depois de ver que uma amiga havia aberto um restaurante. Decidiu voltar a São Paulo e abrir um restaurante especializado em Sobá. Seus amigos, surpresos, logo perguntavam: “Sobá? Ninguém sabe o que é Sobá em São Paulo!”. A resposta dela sempre foi rápida: “Sim, Sobá”. Aliás, foi daí que surgiu o nome do restaurante Sim Sobá.

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Triumph lança segunda etapa do projeto TCM para customização das suas motocicletas clássicas

Os dois novos modelos da Fase 2 do projeto TCM: Triumph Street Twin e Bobber Black, que receberam customizações exclusivas.

O projeto “Triumph Custom Made” (TCM) foi criado para reforçar e relembrar ao público como a customização sempre fez parte do DNA da Triumph ao longo de sua história. Mais do que isso, o TCM tem a ambição de contribuir para fomentar a cultura custom e, consequentemente, a cultura de motocicletas clássicas no mercado brasileiro, atraindo o público que já transita neste universo, mas também despertando o desejo dos consumidores que ainda não customizam suas motos.

“Customizar faz parte da minha vida, assim como faz parte da tradição da Triumph. Na prática, significa deixar a moto com a sua cara. Por isso, esse projeto fez tanto sucesso no ano passado e está ganhando agora uma nova etapa”, afirma a jornalista e motociclista Karina Simões, Embaixadora da Triumph no Brasil, que apresenta o vídeo de lançamento desta novidade.

Assim como no ano passado, o TCM é uma parceria da Triumph com a Shibuya Garage. A Shibuya é uma das oficinas brasileiras especializadas em customização com mais experiência e prestígio neste segmento. Desta vez, foram personalizadas pelo projeto 20 unidades da Street Twin, a clássica mais vendida pela marca no mundo, e outras 20 Bobber Black, totalizando 40 motocicletas, que serão vendidas nas Concessionárias Triumph pelos preços de R$ 54.500 (Street Twin) e R$ 65.600 (Bobber Black).

A ideia central desta ação é lembrar ao cliente que a customização pode começar no momento da compra da moto, na própria concessionária, utilizando a grande variedade de acessórios originais desenvolvidos especialmente para cada clássica da Triumph. São componentes originais, garantindo uma customização segura e seguindo os padrões de qualidade da fábrica. Mas essa personalização pode ir muito além, e é aí que entra o trabalho profissional da Shibuya Garage. Mais uma vez, como em 2020, cada moto será numerada, justamente para reforçar a questão da exclusividade de uma moto customizada.

STREET TWIN TCM

“A Street Twin é a clássica de entrada da marca Triumph. Ela acumula fãs pelo mundo graças ao conforto e facilidade de pilotagem. É uma moto aparentemente simples, mas que conta com recursos como modos de pilotagem, controle de tração e um motor de 900 cc que atende tanto quem quer usar no dia a dia quanto quem gosta de encarar uma estrada no final de semana”, aponta Karina.

O que mudou na Street Twin TCM? Para começar, a Shibuya optou por acabamentos em preto de várias peças e escape, escovou o tanque no alumínio com uma técnica exclusiva, colocou manta preta no escape e fez a instalação dos acessórios originais, que são: banco reto marrom, manoplas marrom, para-brisa baixo (bolha), piscas em led e eliminador de paralama. Para completar, a moto ainda ganhou a plaquinha de autenticidade Shibuya e a numeração de 1 a 20.

BOBBER BLACK TCM

Apesar de pertencerem à mesma família de motocicletas clássicas Bonneville, a Street Twin e a Bobber Black têm uma proposta de uso completamente diferente. “A Bobber Black é uma motocicleta que já tem uma pegada mais custom, ‘pneuzuda’, monoposto, muito estilosa, com um ‘motorzão’ de 1.200 cc. É outro estilo de clássica e, por isso mesmo, recebeu uma customização diferenciada”, afirma a Embaixadora da Triumph.

Já na versão Black com o visual escurecido, a motocicleta recebeu também o tanque escovado no alumínio e pintura à mão dos pneus com o grafismo “Triumph Custom by Shibuya”, contribuindo para um visual ainda mais agressivo. A moto também vem com plaquinha de autenticidade Shibuya e a numeração de 1 a 20. De acessórios originais, foram escolhidos banco marrom, manoplas também marrom, piscas em LED, paralama dianteiro curto, guidão rebaixado e suspensão traseira Fox Racing de alta performance, que, além de melhorar o desempenho, também proporciona mais conforto para o piloto.

VENDAS INICIADAS

As 18 Concessionárias Triumph recebem apenas um modelo de cada motocicleta. Os interessados em comprar um deles devem ser rápidos, pois a ação é muito exclusiva. É possível também comprar qualquer uma por meio do plano de financiamento Triumph Smart. Ao adquirir uma dessas 40 motos exclusivas, o cliente Triumph receberá um certificado de exclusividade do modelo, assinado por Renato Fabrini (Gerente Geral da Triumph no Brasil) e Teydi Deguchi (Fundador da Shibuya Garage), além de uma camiseta exclusiva do projeto. O “Triumph Custom Made” não acaba com a venda das 40 motos desta nova edição. Em breve, novas customizações exclusivas serão criadas.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster. Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 3,5 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

g6 é a nova assessoria de imprensa da terapeuta Catia Simionato

A terapeuta Catia Simionato tem mais de 1,1 milhão de seguidores no seu canal Ser Felicidade no You Tube.

A g6 Comunicação é a nova assessoria de imprensa da terapeuta Catia Simionato, responsável pelo canal “Ser Felicidade”. Presente em todas as redes sociais, Catia é um fenômeno da Internet no YouTube. Criado em 2016, seu canal conta, hoje, com 1,1 milhão de seguidores e possui centenas de vídeos sobre autoconhecimento, expansão da consciência, meditações, espiritualidade e entrevistas com professores espirituais que conheceu pelo mundo – todos produzidos pela própria Catia ao longo desses anos.

Ela também é palestrante internacional, professora de meditação e condutora de retiros espirituais para a expansão da consciência. Além de ter viajado boa parte do mundo e conhecido pessoalmente líderes espirituais de diferentes linhas, Catia já realizou uma infinidade de cursos integrativos, como Mestre em Reiki (na modalidade Usui e Karuna), Magnified Healing (técnica de cura vibracional), Light Healing (cura com a luz), Radiestesia, Radiônica, Cromoterapia (terapia das cores), Florais de Bach, Florais de Saint Germain, Cura Essênia, Tachyon Energy Healing, Spiritual Nutrition (com o Dr. Gabriel Cousens), Praying and Healing (com Howard Wills) e The Work of Byron Katie (trabalho que identifica e investiga pensamentos que causam o sofrimento do mundo).

É autora do curso “Método MRI” (Manual para Reorganização Interna), um novo modelo de terapia individual onde a pessoa trabalha internamento o seu desenvolvimento em diversos níveis: físico, emocional e espiritual. O objetivo é realizar uma jornada de transformação, na qual a pessoa se livra definitivamente de pensamentos negativos que a impedem de ser mais feliz. Com seus vídeos semanais, Catia também está promovendo o movimento “Da mente ao Coração”, no qual propõe que as pessoas ouçam menos sua mente crítica e autocrítica e encontrem dentro de si mesmas a sua felicidade, valorizando, por exemplo, o autoamor e a autoestima.

Catia Simionato está à disposição dos jornalistas para entrevistas.

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Restaurante Sim Sobá oferece sucos exclusivos criados com ingredientes tradicionais na culinária de Mato Grosso do Sul

Varanda’s: um mix de capim-santo (também conhecido como capim-cidreira) e xaropes artesanais de gengibre e limão feitos pela própria chef Vanessa Carvalho. São bebidas que combinam muito bem com o Sobá, especialidade da casa.

A chef Vanessa Carvalho, que comanda o restaurante Sim Sobá, desenvolveu uma linha exclusiva de sucos elaborados com produtos tradicionais na cozinha de Mato Grosso do Sul. São ingredientes como capim-santo, gengibre e a erva natural utilizada numa bebida muito comum no estado, o Tereré. O resultado são combinações incríveis no sabor e muito refrescantes que remetem à rica gastronomia e cultura sul-mato-grossense.

“Minha intenção era criar uma linha de bebidas inédita, que remetesse à culinária de Campo Grande, cidade onde nasci e vivi muitos anos, para acompanhar justamente um dos pratos mais tradicionais de lá, que é o Sobá”, explica Vanessa Carvalho. Para chegar aos três sucos que compõem a linha hoje, chamada de Varanda’s Drinks, a chef precisou fazer muitos testes, experimentando a combinação de diferentes ingredientes. Como resultado, foram desenvolvidos três sucos naturais que integram o cardápio da casa:

Varanda’s. É um mix de capim-santo (também conhecido como capim-cidreira) e xaropes artesanais de gengibre e limão feitos pela própria Vanessa. Custa R$ 13,00 (300 ml).

Varanda’s Tereré. Uma combinação de chá da erva utilizada na elaboração do famoso Tereré (bebida muito tradicional do Mato Grosso do Sul) e xaropes artesanais de gengibre e limão. Custa R$ 14,00 (300 ml).

Flor de Varanda’s. É elaborada com chá de canela, xarope artesanal de hibisco (também produzido pela chef Vanessa) e um toque de limão. Custa R$ 14,00 (300 ml).

Os três drinks harmonizam muito bem com o Sobá à Moda de Campo Grande, elaborado com capricho pela chef. O Sobá é um dos pratos mais populares de Campo Grande, com centenas de restaurantes atendendo ao público da cidade.

SOBÁ À MODA DE CAMPO GRANDE

De origem japonesa, o Sobá ganhou fama e virou tradição no Campo Grande. O prato é uma combinação de macarrão (artesanal e diferente do que conhecemos na culinária italiana), omelete fatiada, cebolinha e uma proteína, que pode ser carne bovina, carne suína, frango ou shimeji. Além disso, o toque especial que dá um sabor muito especial ao prato no Sim Sobá é um caldo feito com ossobuco e temperos típicos de MS (há alguns segredos nesta receita da chef).

No Sobá de Shimeji, além da versão “normal”, com caldo de ossobuco, há mais duas opções: o “Vegetariano”, com um caldo à base de legumes, e o “Vegano”, também com o caldo de legumes e ainda não conta com omelete e sua massa é elaborada sem ovos.

CARDÁPIO DO SIM SOBÁ

Sobá Bovino – R$ 40,00
Sobá Suíno – R$ 36,00
Sobá de Frango – R$ 34,00
Sobá de Shimeji – R$ 44,00
Sobá Vegetariano (Shimeji) – R$ 44,00
Sobá Vegano (Shimeji) – R$ 46,00
Suco Varanda’s – R$ 13,00 (300 ml)
Suco Varanda’s Tereré – R$ 14,00 (300 ml)
Suco Flor de Varanda’s – R$ 14,00 (300 ml)

SERVIÇO

Restaurante Sim Sobá
Rua Zacarias de Góis, 1770
Fone: 2892-0527
Fone/whatsapp: 98696-5212
Bairro do Campo Belo – São Paulo (SP)
Funciona de sexta a domingo, apenas pelo Delivery.
Horário: 18h às 22h

SOBRE A CHEF VANESSA CARVALHO

Nascida em Campo Grande (MS), Vanessa tem 45 anos. Ela nasceu numa família com cinco mulheres que adoram cozinhar – a mãe e quatro tias. “Em todas as reuniões e festas familiares são elas que preparam tudo”, conta Vanessa. Ela nasceu nesse ambiente gastronômico cheio de sabores e temperos e combinações intensos, uma marca da comida de Campo Grande. A mãe foi sua grande professora na cozinha. Com 5 anos ganhou de presente um jogo de panelas de verdade, e começou a aprender a cozinhar numa mini cozinha que montou no quintal.

Aos 8 anos já sabia, e bem, fazer o tradicional Arroz de Carreteiro Pantaneiro, típico do Mato Grosso do Sul, e virou a responsável pela sua preparação nos encontros familiares. Mesmo assim, não trabalhou com comida em Campo Grande (embora tenha feito um curso de Gastronomia no Senac) e, em 1996, veio morar em São Paulo. Aqui, trabalhou como modelo, foi empresária do ramo de iluminação para shows e atuou como corretora de imóveis no Campo Belo durante cerca de 13 anos. Em 2006 morou na Suíça, perto da fronteira com a Itália. Trabalhava numa empresa durante o dia e nos finais de semana fazia bicos num restaurante na cidade italiana de Lugano. Preparava pratos típicos do Brasil.

Em 2016, voltou a Campo Grande e a vontade de trabalhar com gastronomia já era forte – sobretudo depois de ver que uma amiga havia aberto um restaurante. Decidiu voltar a São Paulo e abrir um restaurante especializado em Sobá. Seus amigos, surpresos, logo perguntavam: “Sobá? Ninguém sabe o que é Sobá em São Paulo!”. A resposta dela sempre foi rápida: “Sim, Sobá”. Aliás, foi daí que surgiu o nome do restaurante Sim Sobá.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Agência de comunicação focada em atender pequenas e médias empresas e profissionais liberais que precisam se relacionar e se comunicar com seus públicos.