Arquivo da categoria: Triumph Motorcycles

Triumph Scrambler 1200 XE é eleita a “Moto do Ano”, na categoria “Classic”, pela revista Duas Rodas

TRIUMPH_DS1_2019_BA8I8346_GRD_RT.psd

A Triumph Motorcycles foi um dos destaques da 22ª edição do prêmio “Moto do Ano”, promovido pela revista Duas Rodas, cujos resultados foram anunciados ontem à noite (dia 14 de novembro), em São Paulo (SP). A marca inglesa venceu na categoria “Classic” com o modelo Scrambler 1200 XE. A motocicleta premiada foi escolhida por um júri composto por 10 jornalistas especializados de diferentes veículos de comunicação e regiões do País. Lançada no Brasil em 2012, a Triumph vem conquistando diversas premiações importantes do setor nestes sete anos de operação no mercado nacional. A marca já soma, com esta nova conquista, 59 prêmios no País.

Essa conquista é um indicador claro de como a Triumph está dominando, globalmente, o mercado de motocicletas clássicas. Nenhuma outra marca oferece um leque tão diversificado de motocicletas clássicas no mundo. Por isso, a Triumph é a fabricante que mais cresce neste segmento atualmente. Para obter este sucesso todo, a marca consegue unir uma tecnologia de última geração com modelos com visual retrô – em geral motos modernas que remetem a modelos históricos que fizeram fama ao longo dos 117 anos de existência da marca.

Esta foi a quarta premiação de prestígio conquistada pela Triumph Street Scrambler no mercado brasileiro. As três demais foram para o modelo equipado com motor de 900 cc. Em junho de 2017, a Scrambler ganhou o concurso “Moto de Ouro”, promovido pela revista Motociclismo, na categoria “Clássica”. Em outubro do mesmo ano, o modelo foi eleito a melhor motocicleta clássica do País no concurso “Moto do Ano” (categoria “Classic”), pela mesma revista Duas Rodas. O modelo ainda venceu, em dezembro de 2017, a categoria “Melhor Moto Custom” do prêmio “Top Moto TV”.

SCRAMBLER 1200 XE

A nova linha Scrambler 1200 XE chegou ao mercado brasileiro neste ano como uma referência em motocicletas de dupla finalidade (on e off-road), com estilo moderno e customizado. Estas novas e lindas scramblers 1200 proporcionam níveis de desempenho, especificações e um acabamento que redefinem a categoria, combinados com o emblemático DNA Scrambler da Triumph e toda a capacidade de uma verdadeira motocicleta de aventura. Construídos para proporcionar uma experiência de pilotagem sublime em qualquer estrada, e repletos de especificações líderes de mercado e tecnologia de ponta, esses novos clássicos modernos elevam a lenda iniciada pela Triumph a um novo patamar. As primeiras de uma nova geração, e melhores sob todos os aspectos.

A nova Scrambler 1200 XE oferece torque líder de categoria e um ajuste “scrambler” exclusivo, cortesia da última geração de motores Bonneville de 1200 cc de Alto Torque. O excelente intervalo de acionamento de 270 graus garante um rendimento de potência suave e linear, a partir de uma caixa de marchas precisa, com seis velocidades. Desenvolvido especialmente para a Scrambler, este motor 1200 fornece 90 cv (a 7.400 rpm), uma potência 12,5% maior que a Bonneville T120 e 38% superior à oferecida pela Scrambler 900.

Além disso, o motor da Scrambler 1200 foi ajustado para fornecer alto torque em condições off-road e redução de marcha em toda a faixa intermediária, com torque máximo de 110 Nm (a 3.950 rpm). Isso representa uma melhoria de 37,5% com relação à Street Scrambler 900. O ronco da Scrambler é produzido por um sistema de escape duplo, esculpido, de alto nível, com cabeçotes de aço inoxidável e silenciadores de aço inoxidável escovado para produzir o ronco profundo característico da Scrambler. Assim como toda a nova geração de Bonnevilles, o motor Scrambler 1200 oferece o moderno sistema de aceleração ride-by-wire, bem como um sistema de refrigeração líquida para um desempenho aprimorado e pilotagem mais limpa e econômica. Elevando sua capacidade a um nível mais alto, a nova Scrambler 1200 XE também conta com uma série de tecnologias (líderes da categoria) voltadas para o piloto.

 SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e, mais recentemente, Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:
Moto do Ano 2019Moto do Ano 2019

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Triumph será uma das principais atrações do Salão Duas Rodas 2019

protótipo da moto2
Protótipo da Moto2, utilizada no desenvolvimento do motor triplo de 765 cc que equipa a categoria Moto2 a partir de 2019 com enorme sucesso e grandes recordes na categoria.

A Triumph Motorcycles será uma das principais atrações do Salão Duas Rodas 2019. Com um estande imponente, espaçoso, moderno, e seguindo a identidade mundial da marca, a montadora inglesa vai apresentar para o público brasileiro duas novas motocicletas que serão lançadas no mercado brasileiro somente em 2020. Outra atração importante da empresa será o lançamento global de uma nova linha de roupas, baseada numa motocicleta de muito sucesso no passado da empresa. Esta nova linha estará à venda em primeira mão no evento. A divulgação dos novos produtos vai acontecer apenas no Salão.

Além das novas motocicletas, a empresa vai expor toda a sua linha comercializada no Brasil, incluindo as seis novas motocicletas clássicas lançadas ao longo de 2019 (Bobber Black, Scrambler 900, Nova Speed Twin, Street Twin, Bonneville T120 Ace e as novas Scrambler 1200 XE e XC). Foi uma grande renovação da linha de clássicas da Triumph, que conta hoje com nove opções no mercado brasileiro. No total, serão expostas 21 motos no estande da Triumph, e outras 10 motocicletas estarão disponíveis para test-rides gerenciados pela organizadora do Salão Duas Rodas em trechos on e off-road.

Também serão expostos o protótipo da Moto2, utilizada no desenvolvimento do motor triplo de 765 cc que equipa a categoria Moto2 a partir de 2019 com enorme sucesso e grandes recordes na categoria. Outra atração será a motocicleta Street Twin customizada pelo artista Samuel Lenzi, que faz parte da campanha “Clássica Premiada” e será sorteada em dezembro. Lenzi ainda customizou um capacete, no mesmo estilo da moto, e este capacete será exposto pela primeira vez e sorteado entre os visitantes do estande Triumph que se inscreverem.

Além de produtos, a Triumph preparou várias atrações para o público que visitar o seu estande. Uma delas será a ação “Triumph Talks”, na qual Pablo Berardi, responsável pelo Triumph Riding Experience (TRX) fará quatro apresentações diárias abordando temas como dicas de pilotagem, manutenção e viagem, produtos e novas tecnologias. Estas apresentações vão ocorrer num espaço exclusivo do estande, de forma que todos os visitantes possam ver e ouvir os temas expostos. Essa apresentação também será exibida num enorme telão em LED dentro do estande.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e, mais recentemente, Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Alex Marques torna-se o primeiro Campeão Mundial da categoria Moto2 equipada com motor Triumph

2

O piloto espanhol Alex Marquez tornou-se o primeiro Campeão Mundial da categoria Moto2 equipada com motor Triumph. A conquista foi confirmada no último domingo (dia 3 de novembro) no GP da Malásia. Foi também seu primeiro título mundial na Moto2. Com 10 pódios, cinco dos quais foram vitórias, e cinco novos recordes ao longo da temporada, o piloto da equipe EG 0.0 Marc VDS selou o que foi uma disputada briga pelo campeonato com apenas uma rodada de antecedência, justamente a da Espanha, sua terra natal. Com cinco vitórias, ele foi o maior vitorioso desta temporada, pois seu estilo de pilotagem realmente supera a natureza mais poderosa do motor triplo de 765 cc da Triumph.

Depois de 18 corridas desta incrível temporada, que foi uma das mais acirradas da categoria Moto2 até hoje, 13 notáveis recordes de volta foram alcançados, bem como 11 recordes absolutos de circuito e 17 recordes de velocidade máxima, incluindo o pico de 301,8 km/h do piloto Stefano Manzi – fazendo, em 2019, pela primeira vez, a Moto2 ultrapassar os 300 km/h.

Marquez conquistou o título, mas atrás dele a batalha continua pelas demais posições. Thomas Luthi foi o homem que pressionou Marquez nos últimos estágios da disputa pelo título, mas um Brad Binder em forma conquistou sua quarta vitória da temporada na Malásia, subindo para o segundo lugar na classificação geral, apenas quatro pontos à frente de Luthi. 20 pontos atrás, em uma subida mais difícil, Jorge Navarro também está matematicamente na caça ao pódio na corrida final. Ainda há muito em jogo!

“Todos nós da Triumph gostaríamos de parabenizar Alex e a EG 0.0 Marc VDS por selar este campeonato deslumbrante com o seu e o nosso primeiro título mundial da Moto2! Os números falam por si, mas, apesar de três corridas sem pontos, ele raramente esteve fora do pódio. Esta foi, sem dúvida, a sua melhor temporada na Moto2 e muito disso se dá pela forma com que ele conseguiu adaptar-se ao nosso motor triplo de 765 cc, com suas características de potência. Em comparação com o motor anterior da Moto2, o atual da Triumph oferece uma maneira muito mais agressiva de pilotar, permitindo que os pilotos realmente consigam dominar as motos, em vez de apenas confiar na velocidade em curvas. Isso foi também o que levou esta temporada a ser uma das mais acirradas e emocionantes da história da categoria. Será interessante ver quem ocupará os dois últimos lugares no pódio no fim da temporada, em Valência”, afirmou Steve Sargent, diretor de Produto da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 de 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765 cc, líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência. A seguir, na categoria Moto2, teremos a última corrida da temporada, o GP de Valência, a corrida 19, fechando as cortinas de um longo e acirrado ano, e a conclusão de um primeiro ano incrível para a Triumph no Campeonato Mundial da Moto2.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e, mais recentemente, Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

VEJA O PRESS RELEASE COMPLETO:
Moto2 – GP da Malásia

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Briga na Moto2 esquenta com vitória de Brad Binder, na Austrália; novo recorde de velocidade é quebrado!

4

O piloto sul-africano Brad Binder conquistou uma terceira vitória nesta temporada fantástica da Moto2, na prova do último domingo, no GP da Austrália, no circuito de Phillip Island. Foi uma vitória incontestável. Binder pulou do segundo lugar no grid para a liderança e ali permaneceu até o final da corrida. Seu companheiro de equipe, Jorge Martin, também fez uma corrida fantástica para dar à equipe da Red Bull KTM Ajo os dois primeiros lugares. Martim saltou do quinto para o segundo lugar na primeira volta e foi seguindo Binder até o fim para conquistar seu segundo pódio na temporada.

Atrás deles, veio o piloto que está subindo no campeonato, o suíço Tom Luthi. O piloto da Dynavolt Intact GP começou a prova apenas na décima colocação, depois de uma sessão de qualificação afetada pelo clima, mas lutou muito para terminar em terceiro lugar e subir no pódio pela sexta vez na temporada, diminuindo a diferença para o líder do campeonato, o espanhol Alex Marques, que agora é de 28 pontos. Marques chegou em oitavo.

Luthi diminuiu em 18 pontos a diferença para Marquez nas duas últimas corridas e, com 50 pontos restantes nas duas últimas corridas, a disputa pelo título está aberta. Em um momento da temporada em que os títulos da MotoGP e da Moto3 já foram decididos, na Moto2 os quatro primeiros colocados ainda têm chances matemáticas de conquistar o título, o que comprova o quão acirrada está a briga da categoria neste ano com o motor Triumph.

Stefano Manzi foi o homem mais rápido do fim de semana, em termos de velocidade máxima. Na sessão de aquecimento da manhã de domingo, o italiano estabeleceu um novo recorde absoluto de velocidade máxima da Moto2, atingindo 301,8 km/h. Três pilotos superaram a marca dos 300 km/h.

“Se pensávamos que o campeonato já havia terminado antes, está realmente se intensificando agora! Enquanto os títulos de MotoGP e Moto3 estão decididos, os quatro primeiros pilotos da Moto2 têm chances matemáticas de ganhar o título, que mostra o quão acirrada a categoria está. Alex poderá reencontrar sua forma do meio da temporada e terminar em alta para defender sua liderança? Tom conseguirá continuar diminuindo a distância e fazer o suficiente nas duas últimas corridas para roubar o título? Com duas vitórias e um segundo lugar nas últimas quatro corridas, Brad conseguirá assumir a liderança nas etapas finais? Uma coisa é certa: a primeira temporada da Moto2 com motor Triumph será disputada até o fim da última corrida! Também estou muito satisfeito por ver o recorde de velocidade máxima da Moto2 quebrado novamente, com incríveis 301,8 km/h. Nossa primeira temporada na categoria superou nossas expectativas”, afirmou Steve Sargent, diretor de Produtos da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 de 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765cc, líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência. A seguir, na Moto2, teremos o GP da Malásia no próximo fim de semana, de 1 a 3 de novembro.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e, mais recentemente, Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:
Moto2 – GP da Austrália

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

 

Triumph Motorcycles tem novo General Manager no Brasil

Renato Fabrini
Renato Fabrini, de 44 anos, é o novo General Manager da Triumph Motorcycles Brazil.

Desde meados de outubro, o executivo Renato Fabrini, de 44 anos, é o novo General Manager da Triumph Motorcycles Brazil. Fabrini é formado em Economia pela PUC de Campinas, com especialização em Marketing de Varejo, pós-graduação em Gestão de Concessionários e MBA em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios pela FGV. Ele possui mais de 23 anos de atuação no setor automotivo em empresas como Toyota, BMW e, mais recentemente, na Renault do Brasil, tendo atuado nas áreas de Marketing, Vendas e Desenvolvimento de Rede, sempre focado no crescimento estratégico do negócio.

O novo General Manager da Triumph é um grande fã da história da fabricante inglesa e, em especial, das suas motocicletas clássicas. Renato se identifica muito com o estilo de vida que a Triumph oferece com sua linha de motocicletas clássicas. “Eu sempre acompanhei com muito interesse a rica história da Triumph, na qual se destacam ícones como a família Bonneville, lançada em 1959, uma referência mundial no segmento das clássicas”, lembra.

“É um DNA de 117 anos inconfundível e único no universo das duas rodas, no qual se destaca mundialmente a atual linha de motocicletas clássicas da família Bonneville, que resgata boa parte da história da marca em cada modelo e, ao mesmo tempo, traz para o consumidor o que existe de mais moderno em termos de tecnologia e design no segmento. É uma honra, agora, também fazer parte desta história de sucesso”, orgulha-se Fabrini.

A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster. O segmento de clássicas vem ganhando novos e modernos modelos a cada ano, no mundo todo, e é muito importante para os planos estratégicos da Triumph no Brasil e no mundo. No mercado brasileiro, só neste ano, já foram lançados sete novidades no segmento de clássicas: Bobber Limited, Bobber Black, Nova Scrambler 900, Speed Twin, Nova Street Twin, Bonneville T120 Ace e Scrambler 1200.

É neste cenário que chega Fabrini. “Meu grande desafio será dar continuidade e expandir a trajetória de sucesso da Triumph no Brasil, oferecendo os melhores produtos, de acordo com as necessidades dos nossos exigentes clientes e garantindo a sustentabilidade da rede de Concessionários por meio de um negócio lucrativo e rentável para todos os stakeholders envolvidos. Os planos a curto, médio e longo prazo da Triumph no Brasil permanecem inalterados e a companhia continuará investindo no País”, garante.

“Somos reconhecidos internacionalmente pela inovação, engenharia e sofisticação dos nossos produtos, oferecendo uma experiência de primeira linha aos clientes em nossas Concessionárias. Temos uma área de Pós-Vendas muito atuante, com mão de obra qualificada e especializada. A Triumph investe na manutenção de estoque de peças para atender da maneira mais rápida possível seus clientes. Vamos trabalhar juntos com nosso time para manter esse alto padrão de atendimento”, conclui o executivo.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e, mais recentemente, Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Luca Marini vence segunda corrida consecutiva no Japão e disputa pelo título da Moto2 aumenta

4

Depois de conseguir sua primeira pole na Moto2 no último sábado (dia 19), o piloto italiano Luca Marini, da equipe Sky Racing Team VR46, manteve o bom ritmo da sua vitória no GP da Tailândia, no dia 6 de outubro, e conquistou mais uma vitória no GP do Japão, no último final de semana. Foi uma chegada dramática, após as 22 voltas da corrida.

Desde o início, Marini fez o melhor uso do seu motor triplo de 765 cc da Triumph e conquistou uma pequena diferença na frente, seguido por Lorenzo Baldassarri, da Flexbox HP40, vencedor de algumas corridas no início da temporada. Enquanto isso, Thomas Luthi, da Dynavolt Intact GP, estava no comando, subindo da sétima posição logo na largada. Já o líder do campeonato, o espanhol Alex Marquez, estava preso na batalha pelo sexto lugar em sua máquina EG 0,0 Marc VDS.

Perto da metade da prova, um impetuoso Luthi ultrapassou Marini e conseguiu uma pequena vantagem, enquanto o pelotão no qual Marquez se encontrava, depois de alguns momentos difíceis, trocava de posições do quarto ao décimo colocados. Nas voltas finais, as batalhas se intensificaram e, faltando apenas três voltas para o final, a luta pela liderança recomeçou entre Luthi e Marini; e pela terceira posição, com Jorge Martin, da Red Bull KTM Ajo, buscando Baldassarri.

Com uma sincronicidade quase perfeita, com apenas duas voltas restantes, Marini fez sua jogada para cima de Luthi para conquistar a vitória, enquanto Martin passou Baldassarri para completar o pódio, o seu primeiro com o motor Triumph. Luthi agora ocupa a segunda posição no campeonato e, com Alex Marquez terminando em sexto lugar, caiu a vantagem do espanhol na liderança para 36 pontos. Apenas 14 pontos separam o segundo do quinto lugar, com 75 pontos ainda em disputa.

“Motegi costuma render grandes corridas e esta não foi exceção, uma vez que as batalhas pelos três lugares do pódio foram decididas por apenas décimos de segundo. Parabéns à Luca Marini pelas duas vitórias consecutivas com o motor Triumph. Foi um fim de semana complicado para os pilotos e as equipes, com um dia de treino classificatório interrompido pelas chuvas no sábado, como pode acontecer nesta região do Japão, mas ainda assim o tempo total de corrida foi o mais rápido da história da Moto2 nas 22 voltas disputadas, de modo que, mesmo com pista seca limitada, podemos ficar muito felizes com o desempenho do nosso motor triplo de 765 cc”, afirmou Steve Sargent, diretor de Produto da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 de 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765 cc, líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência. A seguir, na categoria Moto2, teremos o GP da Austrália no próximo fim de semana, de 25 a 27 de outubro.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e, mais recentemente, Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:
Moto2 – GP do Japão

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Luca Marini conquista sua primeira vitória na Moto2 com motor Triumph e estabelece novo recorde de volta

1

O piloto italiano Luca Marini, da equipe Sky Racing Team VR46, conquistou sua primeira vitória na era da Moto2 com motor Triumph no último final de semana, no GP da Tailândia. Foi a sua segunda vitória na carreira, com um desempenho dominante em meio às condições sufocantes do Circuito Internacional de Chang, na Tailândia.

No segundo ano da Moto2 neste local, também conhecido como Circuito Internacional de Buriram (nome da cidade em que está localizado), pela oitava vez nesta temporada, tivemos muitos recordes batidos, provocados pela potência do motor triplo de 765 cc da Triumph – recorde de volta, definido no treino classificatório; recorde de volta mais rápida e recorde de velocidade máxima de 281,9 km/h. Sem ninguém à frente, o italiano conquistou uma vitória decisiva, fazendo dele o sexto vencedor diferente da temporada de 2019.

Como a chuva ficou longe, a temperatura chegou a 33° C e a batalha pelos lugares no pódio foi igualmente quente. À medida que Alex se viu com cada vez mais pressão, a batalha pelo segundo tornou-se uma luta de quatro candidatos. Iker Lecuona, da American Racing, fez uma corrida impressionante de décimo para segundo até a volta 14, e foi apenas na última volta que perdeu essa posição para Brad Binder, da Red Bull KTM Ajo, que começou ainda mais atrás, em 12°. Ainda assim, foi o primeiro pódio de Lecuona na era da Moto2 equipada com motor Triumph.

Os recordes desta prova começaram já nos treinos classificatórios, impulsionados pela potência do motor triplo de 765 cc da Triumph, como o recorde de volta mais rápida e o recorde de velocidade máxima, de 281,9 km/h. Notavelmente, demonstrando como está acirrada a disputa neste ano, quatro pilotos registraram exatamente a mesma velocidade máxima: a Sky Racing Team VR46 emparelhou Nicolo Bulega e Luca Marini, Remy Gardner representou a Onexox TKKR SAG Team e Andrea Locatelli pela Italtrans Racing Team.

“É fantástico ter um novo vencedor na Moto2 usando motor Triumph, por isso, parabenizamos à Luca e à sua equipe Sky Racing VR46! Também damos as boas-vindas a um novo piloto no pódio pela primeira vez. Portanto, parabéns também à Iker e à American Racing – juntando-se a Brad em sua 6ª visita ao pódio, é ótimo ver como a disputa na categoria está acirrada. E é claro que é gratificante continuar a ver novos recordes a cada prova nesta temporada, incluindo volta mais rápida e velocidade máxima nesta pista, todos sucumbindo ao motor de 765 cc da Triumph. A Tailândia é uma região importante para a Triumph e muitos de nossos colaboradores compareceram à corrida. Eles presenciaram outra bela exibição dos pilotos, ultrapassando os limites e batendo recordes”, afirmou Steve Sargent, diretor de Produto da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 de 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765 cc, líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência. Após o calor da Tailândia, a Moto2 tem uma semana de folga antes da sequência de corridas mais longa da temporada – três fins de semana consecutivos, no Japão, na Austrália e na Malásia, começando nos dias 18, 19 e 20 de outubro.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 18 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE) e, mais recentemente, Salvador (BA). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO: