Fernandez vence sua 1ª corrida na Moto2 em 2019, na Holanda, tornando-se o 4º vencedor em 8 provas realizadas no ano

2

O GP da Holanda de Moto2, realizado no último domingo, dia 30, no tradicional TT Circuit Assen, teve como vencedor o piloto espanhol Augusto Fernandez, após uma corrida extremamente emocionante e dramática, na qual os aspirantes a campeões e antigos líderes, Alex Marquez e Lorenzo Baldassarri, perderam o controle e caíram. Fernandez, da Flexbox HP40, conquistou pódios em três das últimas cinco corridas, incluindo a sua primeira vitória, em Assen, para chegar ao terceiro lugar no campeonato.

Enquanto isso, Fernandez também estabeleceu um novo recorde de volta mais rápida na sua Kalex com motor Triumph, continuando a varrida de recordes de corrida/volta mais rápida em todos os finais de semana do Campeonato Mundial da Moto2 de 2019, graças ao bom desempenho do motor triplo de 765 cc da Triumph.

Remy Gardner conquistou sua primeira pole position no treino classificatório e tornou-se o primeiro australiano a atingir esse feito na categoria desde Casey Stoner, em 2005, em Phillip Island. Ele teve a sua vez de liderar a corrida, assim como o britânico Sam Lowes, até os dois caírem em circunstâncias separadas.

Foi o sul-africano Brad Binder quem liderou a maior parte da corrida, até seis voltas do final. Foi quando Marquez, que havia caído para a 6ª posição nas primeiras voltas, bateu a frente novamente e, como de costume, parecia pronto para escapar com sua quarta vitória consecutiva, tendo realmente se conectado ao torque e à potência do motor triple de 765 cc da Triumph. Mas não era para ser, pois Baldassarri, também em uma recuperação fantástica após largar em 16º, foi para cima de Marquez, mas acabou perdendo a frente e levou os dois candidatos ao título do campeonato para fora da corrida.

Isso abriu o caminho para Fernandez, Binder e Luca Marini subirem ao pódio, enquanto um quarto lugar para Thomas Luthi deixou o piloto suíço com uma pequena vantagem na parte de cima do campeonato de 2019, apenas 6 pontos à frente de Marquez. Marini marcou pontos em todas as corridas até agora e ocupa a sexta posição na classificação geral do campeonato.

“Que corrida! Incidentes e ultrapassagens vieram com força e rapidez nesta etapa da Moto2, em Assen, com Augusto Fernandez encontrando seu caminho para conquistar a sua primeira vitória neste ano e Brad Binder conseguindo o primeiro pódio, em segundo. Fernandez certamente está em forma, tendo conquistado a pole position na Espanha, e agora temos quatro vencedores diferentes nesta temporada”, afirma Steve Sargent, diretor de produto da Triumph.

“À medida que a temporada avança e mais pilotos se ajustam ao torque e à potência do motor Triumph, tenho certeza de que veremos mais caras novas na frente. Após oito corridas, continuamos vendo os recordes de volta mais rápida sendo quebrados, com mais um novo recorde em Assen. Estou muito satisfeito em ver que, em toda a variedade de faixas e condições que encontramos até agora nesta temporada, nossos motores ajudaram a restabelecer os marcos de desempenho em todas as corridas”, acrescenta Sargent.

O motor de corrida Triumph Moto2 de 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765 cc, líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência.

A próxima etapa da Moto2 será o GP da Alemanha já neste final de semana, no dia 7 de julho. Será realizado no Sachsenring Circuit, localizado em Hohenstein-Ernstthal.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 17 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT) e Fortaleza (CE). A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 2,1 bilhões e suas vendas no varejo superam as 63.400 unidades anuais, com produção acima de 67.000 motos por ano. No mundo todo, a Triumph possui mais de 600 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

PRESS RELEASE COMPLETO:
Moto2 – GP Holanda

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO: