Mercado de eventos corporativos exige cada vez mais criatividade das agências

Walter Cavalheiro, presidente da The Front

O mercado brasileiro de eventos corporativos segue aquecido, mas nos últimos três anos as verbas das empresas para estas ações caíram cerca de 25% – e isso vem exigindo das agências que atuam nesta área cada vez mais criatividade e capacidade de se ajustar às necessidades dos clientes. A avaliação é de Walter Cavalheiro Filho (foto acima), presidente da The Front, uma das principais agências de promoção e eventos do País, que alcançou um crescimento de 14,2% no seu faturamento no ano passado em relação a 2012.
“Muitos dos nossos clientes são filiais de multinacionais de origem europeia. Desde o início da crise nesta região, muitas empresas mantiveram seus planejamentos de eventos e outras ações de marketing, mas com verbas até 25% menores. Esta nova realidade exige que as agências sejam muito mais criativas para entender as necessidades do cliente e atender sua demanda com um investimento menor”, explica o presidente da The Front.
“As agências que aprenderam a se movimentar neste cenário estão conseguindo crescer”, afirma o executivo. A The Front, por exemplo, que atua no mercado desde 2003, viu seu faturamento saltar de R$ 28 milhões em 2012 para R$ 32 milhões em 2013 e já projeta atingir a marca de R$ 35 milhões em 2014, o que representará novo aumento de quase 10%.

VEJA O PRESS RELEASE COMPLETO:
Mercado de eventos

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: