SUGESTÃO DE PAUTA: empresas devem adotar medidas rígidas contra o falso testemunho trabalhista

O testemunho em juízo é assunto sério, como todo o processo e serviço judiciário. Falar a verdade em audiência trabalhista não é uma escolha, mas uma obrigação. Esse é um dos fatores que faz com que a maioria das empresas brasileiras tenha receio de comparecer à Justiça do Trabalho. Tanto é verdade que muitas companhias adotam políticas de acordo agressivas, evitando assim a instrução do processo, isto é, a fase em que são produzidas provas para apuração de quem tem razão em cada caso.
“O receio das empresas tem fundamento, uma vez que há um conjunto de práticas abusivas disseminadas no Brasil. Vários clientes têm procurado nosso escritório para combater o que se convencionou chamar de “indústria do falso testemunho”, afirma o advogado Mauro Scheer Luís, sócio do escritório Scheer & Advogados Associados.
Segundo o advogado, é comum a prática do pedido em Juízo, por parte de reclamantes, de direitos que sabidamente não têm. Para que isso seja possível, muitas testemunhas agem de forma contrária à lei, atestando a existência de fatos e direitos que nunca existiram, gerando passivos trabalhistas de monta.

VEJA O PRESS RELEASE COMPLETO:
Falso testemunho trabalhista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: