Restaurante Sim Sobá, em São Paulo, lança novos pratos típicos da culinária sul-mato-grossense

Linguiça Panteneira
“Linguiça Pantaneira”: tradicional e exclusiva do Mato Grosso do Sul, é feita com carne bovina picada na faca e temperada como laranja azeda e pimenta vermelha.

O restaurante Sim Sobá, localizado no bairro do Campo Belo, em São Paulo, e especializado em preparar o autêntico “Sobá à Moda de Campo Grande” na capital paulista, está lançando novidades típicas da culinária do Mato Grosso do Sul em seu cardápio, como a “Linguiça Pantaneira”.

A receita é elaborada pela chef Vanessa Carvalho com uma linguiça diferenciada que é muito comum no Mato Grosso Sul, mas não é encontrada na capital paulista. Para preparar o prato, a chef “importa” o ingrediente de um fornecedor sul-mato-grossense.

“É uma linguiça feita artesanalmente com carne bovina picada na ponta da faca, e não moída como costuma ser realizado nas demais linguiças. Ela também tem um tempero único, com laranja azeda e pimenta vermelha, que lhe confere um sabor todo especial”, explica Vanessa.

O prato inclui, além da linguiça frita na própria gordura, mandioca cozida, vinagrete e farofa temperada. Custa R$ 58,00.

LINGUIÇA PANTANEIRA REMETE À INFÂNCIA DA CHEF

A “Linguiça Pantaneira” é uma receita que remete a chef diretamente às suas memórias afetivas de quando era criança, em Campo Grande (MS).

“Ainda menina, para mim, linguiça era só essa. Era um prato muito presente no nosso dia a dia e nos churrascos com amigos e familiares. Já adulta, quando vim para São Paulo, descobri que existia aqui uma variedade de tipos de linguiça, mas não aquela que a gente conhecia lá”, comenta.

O prato típico já chegou a ser comercializado pela chef Vanessa, em 2019, quando ela participava do espaço Panela na Rua, localizado na Galeria Qualquer Coisa, na Praça Benedito Calixto, em São Paulo. E fazia sucesso.

Agora, a pedidos dos clientes que consomem o seu Sobá, a “Linguiça Pantaneira” passa a ser uma nova opção do cardápio delivery da casa.

ARROZ CARRETEIRO PANTANEIRO

Outra novidade é o “Arroz Carreteiro Pantaneiro”, elaborado com carne seca serenada e salpicado de cebolinha, acompanhando mandioca cozida e vinagrete.

“Carne seca serenada é salgada e seca durante a noite pendurada em um varal protegido por uma caixa telada”, lembra Vanessa. A carne é frita e depois refogada junto com o arroz e alho e finalizada com cebolinha picada. Custa R$ 32,00.

Esse é outro prato que faz parte da infância da chef. “Foi a primeira receita que aprendi a preparar, a partir dos meus seis anos, numa mini cozinha improvisada que eu brincava no quintal de casa. Com oito anos, já era minha tarefa preparar o ‘Arroz Carreteiro Pantaneiro’ que seria servido para a família toda”, explica. Sua professora era sua própria mãe e tias.

No Mato Grosso do Sul, quase tudo pode virar “Arroz Carreteiro Pantaneiro”, especialmente sobras de churrasco, como outros tipos de carnes e linguiças.

“No dia a dia, as pessoas adaptam o prato para evitar desperdícios. Afinal, quando bem feito, é uma refeição quase completa, só faltando a mandioca cozida, item indispensável na mesa do sul-mato-grossense. Não comemos nenhum tipo de carne sem a mandioca”, acrescenta Vanessa Carvalho.

SOBRE A CHEF VANESSA CARVALHO

Nascida em Campo Grande (MS), a chef Vanessa Carvalho tem 46 anos. Ela nasceu numa família com cinco mulheres que adoram cozinhar – a mãe e quatro tias.

“Em todas as reuniões e festas familiares são elas que preparam tudo”, conta Vanessa. Ela nasceu nesse ambiente gastronômico cheio de sabores e temperos e combinações intensas, uma marca da comida de Campo Grande.

A mãe foi sua grande professora na cozinha. Com 5 anos ganhou de presente um jogo de panelas de verdade, e começou a aprender a cozinhar numa mini cozinha que montou no quintal. Em 2016, decidiu abrir um restaurante especializado em Sobá em São Paulo (SP) – o Sim Sobá.

SOBRE O SIM SOBÁ

O Sim Sobá funciona apenas pelo Delivery,  de sexta a domingo. Entre os Sobás, são seis opções: “Bovino” (R$ 40,00); Suíno (R$ 36,00); Frango (R$ 34,00); Shimeji (R$ 44,00); Vegetariano de Shimeji (R$ 44,00) e Vegano de Shimeji (R$ 44,00).

Quase todos os Sobás levam, como tempero, um caldo especial feito com ossobuco e temperos secretos de Campo Grande, que garantem o sabor todo especial do prato.

O Sobá de Shimeji é uma criação de Vanessa que deu certo em São Paulo. Na versão Vegetariana, a diferença é que o caldo de ossobuco é trocado por um caldo de legumes, também criado pela chef. Já na versão Vegana, além desse caldo de legumes, sua massa é elaborada sem ovos e não vai omelete.

SUCOS EXCLUSIVOS

A chef Vanessa também desenvolveu uma linha exclusiva de sucos elaborados com produtos tradicionais da cozinha de Mato Grosso do Sul. São ingredientes como capim-santo, gengibre e a erva natural utilizada numa bebida muito comum no estado, o Tereré.

O resultado são combinações incríveis no sabor e muito refrescantes que remetem à rica gastronomia e cultura sul-mato-grossense. Os três sucos criados pela chef são os seguintes:

Varanda’s. É um mix de capim-santo (também conhecido como capim-cidreira) e xaropes artesanais de gengibre e limão feitos pela própria Vanessa. Custa R$ 14,00 (500 ml).

Varanda’s Tereré. Uma combinação de chá da erva utilizada na elaboração do famoso Tereré (bebida muito tradicional do Mato Grosso do Sul) e xaropes artesanais de gengibre e limão. Custa R$ 14,00 (500 ml).

Flor de Varanda’s. É elaborado com chá de canela, xarope artesanal de hibisco (também produzido pela chef Vanessa) e um toque de limão. Custa R$ 14,00 (500 ml).

SERVIÇO

Restaurante Sim Sobá (Só Delivery e Take Away)
Rua Zacarias de Góes, 1770 (Campo Belo)
Funcionamento: sextas-feiras, sábados e domingos, das 18h às 22h
Fone/whatsapp: 98696-5212
www.simsoba.com.br
www.facebook.com/simsoba
Instagram: @simsoba

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Restaurante Sim Sobá participa de evento gastronômico e musical nas ruas do bairro da Pompeia neste domingo (17)

Sobá
A chef Vanessa Carvalho estará prerando seu incrível Sobá neste domingo, dia 17, nas ruas do bairro da Pompeia, no evento “Deu Jazz na Pompeia”.

O Restaurante Sim Sobá, especializado na elaboração do autêntico Sobá à Moda de Campo Grande, atua apenas pelo serviço Delivery. Mas, neste próximo domingo (dia 17), os paulistanos terão a oportunidade de conhecer de perto este prato, que é o mais tradicional da culinária de Campo Grande (MS) e é preparado em São Paulo (SP), com muito amor, pela chef campo-grandense Vanessa Carvalho. Ela comanda o Sim Sobá e estará presente neste evento preparando e servindo seus sobás incríveis numa barraca exclusiva, ao som de muito Jazz da melhor qualidade.

“Para as pessoas que moram distante do nosso restaurante, a participação do Sim Sobá neste evento é uma ótima oportunidade para conhecer a nossa culinária e verem de perto como são montados os nossos Sobás e os drinks Varanda’s”, afirma Vanessa.

De origem japonesa, o Sobá ganhou fama e virou tradição no Campo Grande. O prato é uma combinação de macarrão (artesanal e diferente do que conhecemos na culinária italiana), omelete fatiada, cebolinha e uma proteína, que pode ser carne bovina, carne suína, frango ou shimeji. Além disso, o toque especial que dá um sabor muito especial ao prato no Sim Sobá é um caldo feito com ossobuco e temperos típicos de MS (há alguns segredos nesta receita da chef).

No Sobá de Shimeji, além da versão “normal”, com caldo de ossobuco, há mais duas opções: o “Vegetariano”, com um caldo à base de legumes, e o “Vegano”, também com o caldo de legumes, sem com omelete e sua massa é elaborada sem o uso de ovos.

A chef Vanessa também desenvolveu uma linha exclusiva de sucos, chamados Varanda’s, elaborados com produtos tradicionais na cozinha de Mato Grosso do Sul. São ingredientes como capim-santo, gengibre e a erva natural utilizada numa bebida muito comum no estado, o Tereré. O resultado são combinações incríveis no sabor e muito refrescantes, que remetem à rica gastronomia e cultura sul-mato-grossense.

O evento “Deu Jazz na Pompeia” será realizado pelo Centro Cultural Pompeia nas ruas Cotoxó, Caraíbas e Ministro Ferreira Alves, no domingo, das 10h às 19h. Entre as atrações, além da barraca do Sim Sobá, outras opções gastronômicas, artesanato, artes e apresentações musicais (Jazz). A barraca do Sim Sobá (número 48) será instalada na Rua Ministro Ferreira Alves, 62.

O cardápio do Sim Sobá para o evento inclui seis sabores de Sobá à Moda de Campo Grande: Bovino (R$ 40,00), Suíno (R$ 36,00), Frango (R$ 34,00), Shimeji (R$ 44,00), Vegetariano (R$ 44,00) e Vegano (R$ 44,00) – em porções individuais. Como sobremesas, Doce de Abóbora com Coco (R$ 8,00 – 100 gramas) e Doce de Abóbora em Pedaços (R$ 6,00 – 100 gramas).

Pra beber, o destaque será a linha de sucos Varanda’s, em três sabores, que custa R$ 14,00 cada copo. Esses sucos também podem virar drinks saborosos se forem misturados com bebidas alcoólicas que também estarão à venda no espaço do Sim Sobá, incluindo Gim (R$ 7,00 – 50 ml), Vodka (R$ 6,00 – 50 ml) e Cachaça (R$ 5,00 – 50 ml).

Chipa Guany oferece autêntica Chipa Paraguaia em São Paulo

Chipa Paraguaia
Iguaria comum no Mato Grosso do Sul, a Chipa Paraguaia agora também é elaborada e vendida em São Paulo (SP) pela empresa Chipa Guany.

A chipa é uma iguaria tradicional da culinária paraguaia. Ela tem suas origens nos índios guaranis e começou a ser conhecida com as missões jesuítas e franciscanas, conforme registrado em documentos a partir do século 16.

A receita tradicional da chipa inclui polvilhos  doce e azedo, margarina ou manteiga, queijo, ovos, sal e fermento. Depois da massa pronta, as chipas são moldadas em forma de “ferradura” e levadas ao forno para assar.

O pão de queijo brasileiro é uma das variações sul-americanas da chipa paraguaia original, mas com uma consistência e gosto diferentes. A principal diferença entre os dois é que a chipa leva mais queijo que o próprio pão de queijo.

CHIPA PARAGUAIA É TRADICIONAL NA CULINÁRIA DO MATO GROSSO DO SUL

No Brasil, a chipa virou um produto muito popular no Mato Grosso do Sul, cuja cultura e gastronomia são fortemente influenciadas pelo Paraguai, país com o qual compartilha uma grande fronteira.

Na cidade de São Paulo (SP) é possível, pelo Delivery, provar uma autêntica chipa paraguaia, elaborada pela empresa Chipa Guany, que fica no bairro do Campo Belo, na Zona Sul da capital. Sua chipa é produzida, artesanalmente, com os ingredientes tradicionais citados, e sempre com queijo Meia Cura, para lhe garantir um sabor ainda mais marcante.

“Criamos a Chipa Guany para trazer para São Paulo o sabor típico da chipa que eu experimentei em Campo Grande (MS), e que é desconhecido pela maioria dos paulistanos. Usamos a receita original, no formato tradicional da ferradura, que é divertido e único no mercado”, explica Carlos Eduardo Turqueto, um dos sócios do negócio.

As chipas são vendidas congeladas, em embalagens de 400 gramas (cerca de 20 unidades), pelo preço de R$ 28,00. Eles não possuem loja física, mas é possível retirar no local de fabricação ou fazer pedidos pelo telefone.

SERVIÇO
Chipa Guany
Rua Demóstenes, 960
Campo Belo – São Paulo (SP) Fone: (11) 98195-0048

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO

Triumph apresenta globalmente a nova Tiger Sport 660, uma nova definição de versatilidade na categoria

Tiger Sport 660
Triumph apresenta hoje ao mercado global a nova Tiger Sport 660, para a categorias dos modelos médios de aventura. Ela ainda não tem previsão para lançamento no Brasil.

A Triumph apresenta hoje ao mercado global a sua nova Tiger Sport 660, que se propõe a oferecer a versatilidade, a potência e o alto nível de especificações do seu motor triplo também para as motocicletas da categoria de peso médio. Ainda não há previsão para lançamento desse modelo no mercado brasileiro.

Assim como a Trident 660, lançada com aclamação internacional no ano passado, a Tiger Sport 660 foi projetada para estabelecer uma nova referência de desempenho no seu segmento. Ela traz vantagens significativas para a categoria esportiva de aventura de peso médio.

A nova Tiger Sport 660 vem equipada com o primeiro motor triplo da categoria, e o mais potente – são 81 cv de potência (a 10.250 rpm). O motor triplo se destaca, por exemplo, no seu torque em faixas de redução, proporciona um forte desempenho na faixa intermediária e ainda conta com uma incrível potência de pico.

A moto garante ótima aceleração em qualquer marcha, mesmo carregando um passageiro, ou avançando rapidamente pelo tráfego. Ela proporciona o equilíbrio perfeito de um desempenho empolgante disponível desde as faixas mais baixas de rotação, ao longo de todas as marchas, até a potência máxima.

NOVA TIGER SPORT 660 OFERECE MANUSEIO ÁGIL E CONFORTÁVEL

A nova Tiger Sport 660 foi projetada para oferecer o manuseio dinâmico, ágil e confortável, que é marca registrada da Triumph. Perfeitamente equilibrada e fácil de controlar, o novo modelo proporciona uma direção que inspira confiança. O assento duplo é prático e confortável, com uma altura de assento do piloto acessível, de 835 mm.

A suspensão foi desenvolvida para fornecer todas as reconhecidas vantagens de manuseio da Triumph, com sensação esportiva ao pilotar sozinho, e uma sensação de suavidade nas viagens mais longas e na pilotagem com duas pessoas.

Praticidade e versatilidade são pontos marcantes da nova motocicleta, tanto para os deslocamentos do dia a dia na cidade, como para as viagens de final de semana.

A nova Tiger Sport 660 vem de série com um pacote de equipamentos líder no segmento. Isso inclui os novos instrumentos multifuncionais com visor TFT, os primeiros na categoria, que fornecem todas as informações necessárias sobre o piloto com um design claro, compacto e organizado. Eles foram projetados especificamente para uma integração perfeita ao sistema de conectividade My Triumph (opcional), que possibilita navegação curva a curva, controle da câmara GoPro e interação de telefone e música.

Também líderes da categoria, os dois modos de pilotagem “Road” e “Rain” ajustam a resposta do acelerador e as configurações do controle de tração, melhorando o controle do piloto para maior confiança em todas as condições. A segurança é ainda mais aprimorada com controle comutável de tração e ABS, ambos de série. O controle de tração pode ser desligado completamente por meio dos instrumentos, quando desejado.

No estilo, o modelo integra com perfeição a praticidade e o design esportivo de aventura contemporâneo. A moto traz uma nova personalidade dinâmica, com uma postura vertical imponente distinta e uma carenagem inédita.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 20 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Campo Grande (MS), São José do Rio Preto (SP) e Natal (RN).

A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles comemorou 118 de fabricação em 2020. É uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em outros mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 3,5 bilhões e suas vendas no varejo superaram as 75.000 unidades no exercício financeiro de 2021.

No mundo todo, a Triumph possui cerca de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários. A Triumph possui fábricas em Hinckley, Leicestershire (Inglaterra), e na Tailândia, além de instalações de CKD no Brasil e na Índia. A Triumph está sediada há mais de três décadas em Hinckley e produziu motos icônicas que misturam perfeitamente um projeto autêntico, personalidade, carisma e desempenho.

Este foco, inovação e paixão pela engenharia criaram hoje uma ampla variedade de motocicletas, adequadas para todos os motociclistas, incluindo as novas e impressionantes Speed Triple 1200 RS e Trident 660, a épica Tiger 900, as líderes mundiais Rocket 3 R e GT, a Street Triple 765 RS de alto desempenho, a icônica Scrambler 1200, a transcontinental Tiger 1200 e a lendária família Triumph Bonneville, incluindo a Bonneville Bobber, a Thruxton RS, a Street Twin, a Street Scrambler e as icônicas Bonneville T120 e T100.

A Triumph Bonneville, notoriamente famosa por comemorar o recorde de velocidade terrestre da Triumph em 1956 em Bonneville Salt Flats, Utah (Estados Unidos), foi uma supermoto britânica original e vencedora de corridas, escolhida por motociclistas famosos do passado por seu manuseio, estilo e características lendárias. Atualizada com ainda mais desempenho, capacidade e estilo, esse manuseio, característica e aparência icônica, combinados com a tecnologia voltada para o piloto moderno, tornam a nova família Bonneville, na atualidade, a autêntica escolha clássica moderna.

HISTÓRICO GLORIOSO NAS PISTAS DE COMPETIÇÃO

A Triumph possui um glorioso histórico em corridas, competindo e vencendo disputas em praticamente todas as categorias e modalidades do motociclismo esportivo. Desde a vitória do segundo TT da Ilha de Man, em 1908, passando pelo domínio das estradas e das pistas na Europa e na América nos anos 1960, até as conquistas de corridas recentes com a Triumph de 675 cc triplamente motorizada na vitória do Daytona 200, em 2014, a vitória do Supersports TT da Ilha de Man, de 2014, os títulos dos Supersports britânicos de 2014 e 2015, as corridas do World SuperSport, e, em 2019, com mais uma vitória no TT da Supersports da Ilha de Man, com Peter Hickman.

A lenda das corridas da Triumph continua como fornecedora exclusiva de motores para o Campeonato Mundial de Moto2, desde o início da temporada de 2019. A Triumph fornece para todas as equipes o seu motor triplo de 765 cc ajustado para corridas, baseado no motor da Street Triple RS, líder da categoria. Ao redefinir a classe e quebrar recorde após recorde no ano inaugural, incluindo a primeira velocidade máxima da Moto2 superior a 300 km/h, a temporada de 2020 ficou ainda mais rápida com mais 11 recordes de voltas e sete vencedores diferentes em 15 corridas.

As atividades de corrida da Triumph são reforçadas por um retorno à British Superbike, em 2021, com uma equipe de corrida apoiada pela fábrica, a Dynavolt Triumph, no Campeonato Britânico de Supersport.

Em 2021, a Triumph anunciou sua entrada nos mundos do Motocross e do Enduro, bem como um novo esforço para participar de competições esportivas, com o compromisso de disputar campeonatos de alto nível nas categorias de Motocross e Enduro.

PRESS RELEASE COMPETO
FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO


Triumph Street Triple RS ganha nova cor na linha 2022

Street Triple
Chega às concessionárias Triumph nos próximos dias a linha 2022 do modelo Street Triple, que ganhou novos grafismos e tonalidades na cor Silver Ice (prata).

As 21 Concessionárias Triumph espalhadas pelo Brasil recebem nos próximos dias a linha 2022 do modelo Street Triple RS, que traz como novidade novos grafismos e tonalidades na cor Silver Ice (prata).

O modelo custa R$ 57.990,00 e pode ser comprado pelo financiamento exclusivo do Triumph Smart com entrada de R$ 26.095,51 (45%), 23 parcelas fixas de R$ 765,00 e um valor residual final de R$ 25.213,84.

STREET TRIPLE PERTENCE AO SEGMENTO ROADSTER

Leve, rápida, divertida, ágil e elegante – a Street Triple é uma moto revolucionária desde o seu lançamento, em 2007, com estilo diferenciado e motor emocionante.

O modelo virou referência em sua categoria graças à combinação do visual agressivo, da facilidade de pilotagem, leve e intuitiva, do desempenho emocionante e, ainda, da sua trilha sonora exclusiva – seu incrível motor de três cilindros, uma marca tradicional da Triumph, vem brilhando e batendo recordes, também, desde 2019, nas pistas de corridas da categoria Moto2.

O motor de 765 cc da Street Triple RS atinge um pico de torque de 79 Nm (a 9.350 rpm). Seu escapamento suaviza a curva de torque do motor para obter um torque emocionante e utilizável desde o início até as faixas de rotações mais elevadas. A potência chega a 123 cv (a 11.750 rpm), tornando a Street Triple RS uma motocicleta com uma pilotagem viciante.

MODELO OFERECE VISUAL AGRESSIVO

A Street Triple RS possui um visual bem agressivo, incluindo modernos faróis duplos em LED e carenagens esportivas, com linhas muito mais limpas que a versão anterior. A Street Triple RS vem equipada com um nível de tecnologia elevado. O sistema TFT, por exemplo, possui funcionalidade aprimorada com o sistema de conectividade My Triumph, pronto para ser usado com a instalação do módulo Bluetooth (opcional).

Isso permite a integração com a câmera GoPro direto no painel, a navegação curva a curva a partir da definição do destino no aplicativo, e a operação do telefone e escolha de músicas por meio dos botões ergonomicamente distribuídos na manopla e exibidos na tela TFT.

O TFT possui esquemas gráficos de segunda geração, em quatro estilos, e quatro cores diferentes. O ângulo da tela TFT pode ser ajustado para uma ótima visibilidade, de acordo com a altura do piloto.

CINCO MODOS DE PILOTAGEM

O mais recente Triumph Shift Assist (TSA), quickshifter para cima e para baixo, é item de série no modelo. Ele permite trocas de marchas confortáveis e suaves sem o uso da embreagem, mantendo a posição do acelerador, garantindo mais performance e conforto para o piloto.

Há cinco modos de pilotagem (“Road”, “Rain”, “Sport”, “Track” e “Rider Configurável”) para o máximo controle do piloto. Esses modos ajustam a resposta do acelerador, às configurações dos freios ABS e do controle de tração e podem ser facilmente selecionados durante a condução.

O modo “Chuva”, por exemplo, restringe a potência a 100 cv para maior segurança e controle. A Street Triple RS ainda conta com o sistema Ride by Wire, freios ABS ajustáveis e controle de tração comutável.

CAPACIDADE MÁXIMA DE RUA E DE PISTA

Sendo a motocicleta mais leve de sua categoria, a Street Triple RS tem uma relação peso/potência incrível, que é essencial para o seu desempenho líder na categoria, tornando-a uma moto muito ágil, emocionante e acessível para todos os pilotos. O icônico braço oscilante com abertura superior oferece rigidez torcional e flexibilidade lateral, o que maximiza a estabilidade em velocidades mais altas.

A suspensão é de alta performance, com grandes garfos dianteiros invertidos de pistão Showa de 41 mm totalmente ajustáveis, com curso de 115 mm, e unidade de suspensão traseira com monochoque com reservatório piggyback Öhlins STX40, totalmente ajustável, com curso de roda traseira de 131 mm.

Para um poder de parada incrível, a Street Triple RS apresenta pinças dianteiras monobloco radiais de quatro pistões Brembo M50, de alta especificação, e uma alavanca de freio ajustável Brembo, além de uma pinça traseira deslizante também da marca Brembo.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 21 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), São José do Rio Preto (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Campo Grande (MS), e Natal (RN).

A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles comemora 119 anos de fabricação em 2021. É uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em outros mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 3,5 bilhões e suas vendas no varejo superaram as 75.000 unidades no exercício financeiro de 2021.

No mundo todo, a Triumph possui cerca de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários. A Triumph possui fábricas em Hinckley, Leicestershire (Inglaterra), e na Tailândia, além de instalações de CKD no Brasil e na Índia. A Triumph está sediada há mais de três décadas em Hinckley e produziu motos icônicas que misturam perfeitamente um projeto autêntico, personalidade, carisma e desempenho.

Este foco, inovação e paixão pela engenharia criaram hoje uma ampla variedade de motocicletas, adequadas para todos os motociclistas, incluindo a nova e impressionante Trident 660, a líder do segmento Tiger 900, a transcontinental Tiger 1200, a roadster com o maior motor produzido em série do mundo Rocket 3 R, a esportiva de alto desempenho Street Triple 765 RS, a imponente Scrambler 1200, e a lendária família Bonneville, incluindo a Bonneville Bobber, Street Twin, Street Scrambler, Speed Twin, e as icônicas Bonneville T120 e T100.

A Triumph Bonneville, notoriamente famosa por comemorar o recorde de velocidade terrestre da Triumph em 1956 em Bonneville Salt Flats, Utah (Estados Unidos), foi uma supermoto britânica original e vencedora de corridas, escolhida por motociclistas famosos do passado por sua ciclística, estilo e características lendárias. Atualizada com ainda mais desempenho e estilo icônico, combinados com a tecnologia voltada para o piloto moderno, a nova família Bonneville torna-se, na atualidade, a autêntica escolha clássica moderna.

HISTÓRICO GLORIOSO NAS PISTAS DE COMPETIÇÃO

A Triumph possui um glorioso histórico em corridas, competindo e vencendo disputas em praticamente todas as categorias e modalidades do motociclismo esportivo. Desde a vitória do segundo TT da Ilha de Man, em 1908, passando pelo domínio das estradas e das pistas na Europa e na América nos anos 1960, até as conquistas de corridas recentes com a Triumph de 675 cc triplamente motorizada na vitória do Daytona 200, em 2014, a vitória do Supersports TT da Ilha de Man, de 2014, os títulos dos Supersports britânicos de 2014 e 2015, as corridas do World SuperSport, e, em 2019, com mais uma vitória no TT da Supersports da Ilha de Man, com Peter Hickman.

A lendária história da Triumph nas corridas continua com o fornecimento exclusivo de motores para o Campeonato Mundial de Moto2, desde o início da temporada de 2019. A Triumph fornece para todas as equipes o seu motor triplo de 765 cc ajustado para corridas, baseado no motor da Street Triple RS, líder da categoria.

Ao redefinir a classe e quebrar recorde após recorde no ano inaugural, incluindo a primeira velocidade máxima da Moto2 superior a 300 km/h, a temporada de 2020 ficou ainda mais rápida com mais 11 recordes de voltas e sete vencedores diferentes em 15 corridas.

As atividades de corrida da Triumph são reforçadas por um retorno à British Superbike, em 2021, com uma equipe de corrida apoiada pela fábrica, a Dynavolt Triumph, no Campeonato Britânico de Supersport.

Em 2021, a Triumph anunciou sua entrada nos mundos do Motocross e do Enduro, bem como um novo esforço para participar de competições esportivas, com o compromisso de disputar campeonatos de alto nível nas categorias de Motocross e Enduro.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Testes oficiais do protótipo da nova Tiger 1200: uma transformação na pilotagem aventureira com conforto e controle

Nova Tiger 1200
Projetada para ser a moto de aventura de grande capacidade mais compacta, ágil e fácil de pilotar do mundo, a nova Tiger 1200 trará uma verdadeira revolução em capacidade, controle e experiência.

Com a nova Triumph Tiger 1200, agora em fase final de testes de protótipo, o objetivo foi simples: oferecer o melhor. Projetada para ser a motocicleta de aventura de grande capacidade mais compacta, ágil e fácil de pilotar do mundo, a nova Tiger 1200 introduzirá uma verdadeira revolução em capacidade, controle e experiência.

Resultado incrível de milhares de horas de intenso desenvolvimento e pilotagem em situações reais, a Tiger 1200 apresentará uma transformação na ergonomia do piloto e no desempenho de pilotagem, com um novo nível de especificações, além de inovações empolgantes em tecnologia, engenharia e design.

Ajustada para a máxima capacidade on e off-road, independente do local, quando ou como é pilotada, a satisfação do piloto será garantida, assim como o conforto em longas distâncias.

Para receber em primeira mão todas as novidades sobre a nova Tiger 1200, o interessado deve se inscrever neste link: https://www.triumphmotorcycles.com.br/motocicletas/adventure/coming-soon-tiger-1200.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 21 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), São José do Rio Preto (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Campo Grande (MS) e Natal (RN).

A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles comemora 119 anos de fabricação em 2021. É uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em outros mercados, através de distribuidores independentes.

A Triumph é a maior fabricante britânica de motos. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 3,5 bilhões e suas vendas no varejo superaram as 75.000 unidades no exercício financeiro de 2021.

No mundo todo, a Triumph possui cerca de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários. A Triumph possui fábricas em Hinckley, Leicestershire (Inglaterra), e na Tailândia, além de instalações de CKD no Brasil e na Índia.

A Triumph está sediada há mais de três décadas em Hinckley e produziu motos icônicas que misturam perfeitamente um projeto autêntico, personalidade, carisma e desempenho.

Este foco, inovação e paixão pela engenharia criaram hoje uma ampla variedade de motocicletas, adequadas para todos os motociclistas, incluindo a nova e impressionante Trident 660, a líder do segmento Tiger 900, a transcontinental Tiger 1200, a roadster com o maior motor produzido em série do mundo Rocket 3 R, a esportiva de alto desempenho Street Triple 765 RS, a imponente Scrambler 1200, e a lendária família Bonneville, incluindo a Bonneville Bobber, Street Twin, Street Scrambler, Speed Twin, e as icônicas Bonneville T120 e T100.

A Triumph Bonneville, notoriamente famosa por comemorar o recorde de velocidade terrestre da Triumph em 1956 em Bonneville Salt Flats, Utah (Estados Unidos), foi uma supermoto britânica original e vencedora de corridas, escolhida por motociclistas famosos do passado por sua ciclística, estilo e características lendárias.

Atualizada com ainda mais desempenho e estilo icônico, combinados com a tecnologia voltada para o piloto moderno, a nova família Bonneville torna-se, na atualidade, a autêntica escolha clássica moderna.

HISTÓRICO GLORIOSO NAS PISTAS DE COMPETIÇÃO

A Triumph possui um glorioso histórico em corridas, competindo e vencendo disputas em praticamente todas as categorias e modalidades do motociclismo esportivo.

Desde a vitória do segundo TT da Ilha de Man, em 1908, passando pelo domínio das estradas e das pistas na Europa e na América nos anos 1960, até as conquistas de corridas recentes com a Triumph de 675 cc triplamente motorizada na vitória do Daytona 200, em 2014, a vitória do Supersports TT da Ilha de Man, de 2014, os títulos dos Supersports britânicos de 2014 e 2015, as corridas do World SuperSport, e, em 2019, com mais uma vitória no TT da Supersports da Ilha de Man, com Peter Hickman.

A lendária história da Triumph nas corridas continua com o fornecimento exclusivo de motores para o Campeonato Mundial de Moto2, desde o início da temporada de 2019. A Triumph fornece para todas as equipes o seu motor triplo de 765 cc ajustado para corridas, baseado no motor da Street Triple RS, líder da categoria.

Ao redefinir a classe e quebrar recorde após recorde no ano inaugural, incluindo a primeira velocidade máxima da Moto2 superior a 300 km/h, a temporada de 2020 ficou ainda mais rápida com mais 11 recordes de voltas e sete vencedores diferentes em 15 corridas.

As atividades de corrida da Triumph são reforçadas por um retorno à British Superbike, em 2021, com uma equipe de corrida apoiada pela fábrica, a Dynavolt Triumph, no Campeonato Britânico de Supersport.

Em 2021, a Triumph anunciou sua entrada nos mundos do Motocross e do Enduro, bem como um novo esforço para participar de competições esportivas, com o compromisso de disputar campeonatos de alto nível nas categorias de Motocross e Enduro.

VÍDEO:

Para ver um novo vídeo com a nova Triumph Tiger 1200, acesse aqui.

PRESS RELEASE:
FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Triumph e DGR renovam parceria bem-sucedida por mais cinco anos

Triumph e DGR
Ao longo de oito anos incríveis, Triumph e DGR trabalharam em conjunto com o objetivo comum de aumentar o alcance do Distinguished Gentleman’s Ride ao redor do mundo.

A Triumph Motorcycles tem o prazer de anunciar que continuará sendo, por mais cinco anos históricos, a principal parceira e apoiadora do Distinguished Gentleman’s Ride (DGR), um dos maiores e mais elegantes eventos motociclísticos de arrecadação de fundos do mundo.

A renovação desta importante parceria representa a continuação natural do que tem sido uma grande história de sucesso, tanto na perspectiva de arrecadação de fundos e conscientização para a pesquisa do câncer de próstata e saúde mental masculina, como na incrível participação de centenas de milhares de motociclistas em todo o mundo.

Como principal patrocinadora do DGR desde 2014, a Triumph tem o orgulho de ter desempenhado um papel fundamental em parceria com Mark Hawwa e sua equipe para ajudar a tornar o DGR o evento de abrangência mundial que é hoje. Contribuir com suporte e recursos ao longo dos anos, aumentando a conscientização, amplificando a voz do DGR e recompensando seus participantes têm sido o foco da Triumph durante este tempo.

Isso, por sua vez, fez com que legiões de pilotos, revendedores e funcionários da Triumph, bem como seus familiares e amigos, desfrutassem de suas motocicletas, se produzissem com elegância e compartilhassem um elo comum de apoio à comunidade.

O DGR foi fundado para arrecadar fundos para a pesquisa do câncer de próstata e conscientizar para a saúde mental masculina, unindo motociclistas clássicos e vintage, antigos e novos, por todo o mundo.

APOIO DA TRIUMPH AO DGR TEVE INÍCIO EM 2014

A Triumph abraçou esta causa e, no início de 2014, se comprometeu a apoiar o DGR com sua equipe e seus canais de marketing global, além de fornecer ao DGR motocicletas clássicas modernas para serem oferecidas como prêmios para recompensar e promover a arrecadação de fundos.

Ao longo de oito anos incríveis, a Triumph e o DGR trabalharam em conjunto com o objetivo comum de aumentar o perfil do Distinguished Gentleman’s Ride ao redor do mundo, desenvolver esta incrível comunidade de pilotos e, finalmente, aumentar o número de participantes e o nível de fundos arrecadados para apoiar a causa.

Em 28 de setembro de 2014, ocorreu o primeiro DGR patrocinado pela Triumph, em 58 países, 257 cidades e contando com a presença de 20.000 pilotos clássicos e vintage vestidos com elegância, arrecadando um total de US$ 1,5 milhão.

Crescendo para 79 países, 410 cidades, 37.000 pilotos e US$ 2,3 milhões arrecadados em 2015, e 90 países, 57.000 pilotos e US$ 3,6 milhões em 2016, esses números continuaram crescendo cada vez mais, até 2019, o ano do recorde do DGR, com 116.000 pilotos, arrecadando US$ 6 milhões e pilotando elegantemente em um total incrível de 104 países.

NOVOS FORMATOS DURANTE A PANDEMIA

A pandemia de Covid-19 de 2020 apresentou um cenário desafiador para o DGR e também para os pilotos. Apesar dos tempos e da dinâmica difíceis, o DGR trabalhou muito para desenvolver um novo formato que possibilitasse aos pilotos mostrar seu apoio e paixão com segurança, com o evento “Ride Solo Together”.

Isso permitiu que a comunidade global do DGR realizasse seu evento mais global de todos os tempos, com 171 países e 2.531 locais de pilotagem individual em conjunto, todos conectados pelas mídias sociais.

Com a persistência dos desafios durante 2021, o DGR adaptou seu formato novamente para refletir os diferentes níveis de restrições em todo o mundo, com os fãs do DGR, dependendo das restrições em vigor em cada área, desfrutando de um evento normal de passeio em grupo, apenas rota ou passeio individual.

Como resultado dessa abordagem evoluída, vimos um aumento considerável nos participantes e fundos arrecadados em comparação com o ano anterior, com 65.300 pilotos, quase 10.000 a mais em comparação com 2020, arrecadando US$ 4,1 milhões, US$ 1,4 milhões a mais do que em 2020.

Em 2021, o evento passou de setembro para maio, e todas as indicações dão a esperança e confiança para um passeio incrível em 2022, na qual todos os envolvidos estão empenhados em tornar o ano de maior sucesso de todos os tempos.

UMA PARCERIA DE SUCESSO

“Em 2014, quando começamos nossa primeira parceria com a Triumph, fiquei incrivelmente animado. Ela é a única fabricante de motocicletas que me parece perfeitamente adequada para o DGR. Fizemos coisas maravilhosas desde então. Juntos, fomos capazes de recompensar alguns dos nossos maiores e mais dedicados doadores com motos totalmente novas da linha de clássicas modernas e construímos a 2021 Triumph Thruxton RS personalizada. Hoje, oito anos depois, quando anunciamos a continuação dessa parceria por mais cinco anos, estou ainda mais animado do que em 2014 porque, nos próximos cinco anos, sei que podemos fazer mais ainda juntos com o objetivo de arrecadar fundos e conscientizar sobre a saúde do homem”, afirmou Mark Hawwa, fundador e diretor do Distinguished Gentleman’s Ride.

“Desde o início, percebemos que o DGR era algo verdadeiramente especial com o qual a equipe da Triumph estava incrivelmente interessada em se envolver, não só pela causa que representava, mas também pelo grande dia de pilotagem e diversão em vestir-se bem. Estamos orgulhosos de ser o principal parceiro nos últimos oito anos e honrados por ter contribuído para o crescimento de uma força tão positiva e impactante para o bem. Em todo o mundo, dos revendedores à nossa equipe, aos fãs do Triumph e pilotos do DGR em todo o planeta, é muito fácil ver quanta paixão e envolvimento são causados por este evento significativo e pelo passeio. A renovação da nossa parceria com o DGR foi uma decisão natural a tomar, baseada não apenas no sucesso e no crescimento da participação, que aumentou a relevância da Triumph, mas também porque partilhamos essa paixão e estamos empenhados em apoiar Mark, sua equipe e a comunidade DGR em todo o mundo em sua missão, para chegar cada vez mais alto”, explicou Paul Stroud, diretor Comercial da Triumph.

SOBRE A TRIUMPH

A Triumph Motorcycles Brazil é uma das 12 subsidiárias da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 21 Concessionárias no Brasil nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), São José do Rio Preto (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Vitória (ES), Várzea Grande (MT), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Campo Grande (MS) e Natal (RN).

A Triumph possui o portfólio mais completo do mercado entre as marcas premium, oferecendo três pilares principais de produtos: Clássica, Adventure e Roadster.

Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles comemora 119 anos de fabricação em 2021. É uma empresa global, atuando diretamente em 13 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em outros mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 3,5 bilhões e suas vendas no varejo superaram as 75.000 unidades no exercício financeiro de 2021.

No mundo todo, a Triumph possui cerca de 700 concessionárias e perto de 2.000 funcionários. A Triumph possui fábricas em Hinckley, Leicestershire (Inglaterra), e na Tailândia, além de instalações de CKD no Brasil e na Índia. A Triumph está sediada há mais de três décadas em Hinckley e produziu motos icônicas que misturam perfeitamente um projeto autêntico, personalidade, carisma e desempenho.

Este foco, inovação e paixão pela engenharia criaram hoje uma ampla variedade de motocicletas, adequadas para todos os motociclistas, incluindo a nova e impressionante Trident 660, a líder do segmento Tiger 900, a transcontinental Tiger 1200, a roadster com o maior motor produzido em série do mundo Rocket 3 R, a esportiva de alto desempenho Street Triple 765 RS, a imponente Scrambler 1200, e a lendária família Bonneville, incluindo a Bonneville Bobber, Street Twin, Street Scrambler, Speed Twin, e as icônicas Bonneville T120 e T100.

A Triumph Bonneville, notoriamente famosa por comemorar o recorde de velocidade terrestre da Triumph em 1956 em Bonneville Salt Flats, Utah (Estados Unidos), foi uma supermoto britânica original e vencedora de corridas, escolhida por motociclistas famosos do passado por sua ciclística, estilo e características lendárias. Atualizada com ainda mais desempenho e estilo icônico, combinados com a tecnologia voltada para o piloto moderno, a nova família Bonneville torna-se, na atualidade, a autêntica escolha clássica moderna.

PASSADO VITORIOSO NAS PISTAS DE COMPETIÇÃO

A Triumph possui um glorioso histórico em corridas, competindo e vencendo disputas em praticamente todas as categorias e modalidades do motociclismo esportivo.

Desde a vitória do segundo TT da Ilha de Man, em 1908, passando pelo domínio das estradas e das pistas na Europa e na América nos anos 1960, até as conquistas de corridas recentes com a Triumph de 675 cc triplamente motorizada na vitória do Daytona 200, em 2014, a vitória do Supersports TT da Ilha de Man, de 2014, os títulos dos Supersports britânicos de 2014 e 2015, as corridas do World SuperSport, e, em 2019, com mais uma vitória no TT da Supersports da Ilha de Man, com Peter Hickman.

A lendária história da Triumph nas corridas continua com o fornecimento exclusivo de motores para o Campeonato Mundial de Moto2, desde o início da temporada de 2019. A Triumph fornece para todas as equipes o seu motor triplo de 765 cc ajustado para corridas, baseado no motor da Street Triple RS, líder da categoria.

Ao redefinir a classe e quebrar recorde após recorde no ano inaugural, incluindo a primeira velocidade máxima da Moto2 superior a 300 km/h, a temporada de 2020 ficou ainda mais rápida com mais 11 recordes de voltas e sete vencedores diferentes em 15 corridas.

As atividades de corrida da Triumph são reforçadas por um retorno à British Superbike, em 2021, com uma equipe de corrida apoiada pela fábrica, a Dynavolt Triumph, no Campeonato Britânico de Supersport.

Em 2021, a Triumph anunciou sua entrada nos mundos do Motocross e do Enduro, bem como um novo esforço para participar de competições esportivas, com o compromisso de disputar campeonatos de alto nível nas categorias de Motocross e Enduro.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Evento sobre mobilidade elétrica reuniu cerca de 4.300 pessoas no Pacaembu

evento sobre eletromobilidade
“Veículo Elétrico Latino-Americano”: um evento sobre mobilidade elétrica seguro, repleto de novidades tecnológicas e com boa presença de público.

O “VE Open”, um evento sobre mobilidade elétrica que incluiu a exposição “Veículo Elétrico Latino-Americano”, o “Congresso da Mobilidade e Veículos Elétricos” (C-MOVE) e o passeio “Dia da Mobilidade Elétrica”, reuniu cerca de 4.300 pessoas entre os dias 22 e 26 de setembro na Praça Charles Miller e no Auditório do Museu do Futebol, no Pacaembu, em São Paulo (SP).

“Apesar de todas as dificuldades que vivemos nos últimos meses e das limitações impostas pela pandemia, conseguimos realizar um evento sobre eletromobilidade seguro e, mais uma vez, bastante relevante para o mercado brasileiro da eletromobilidade, reunindo fabricantes, importadores, fornecedores do setor, membros do governo e da academia, diversas entidades deste segmento e, também, consumidores finais que estão cada vez mais interessados em conhecer os benefícios dos veículos elétricos”, afirma Ricardo Guggisberg, fundador do “Veículo Elétrico Latino-Americano” e presidente do Instituto Brasileiro de Mobilidade Sustentável (IBMS), uma das entidades que apóiam o evento.

“Foi um evento disruptivo, que mostrou uma grande evolução em relação às edições anteriores, segundo os próprios participantes e o público presente”, acrescenta.

O evento sobre mobilidade elétrica “Veículo Elétrico Latino-Americano”, em sua 16ª edição, reuniu cerca de 40 empresas (incluindo grandes montadoras de automóveis e empreendedores que operam dentro da eletromobilidade no País, incluindo os mais diferentes, curiosos e divertidos veículos, como automóveis, motocicletas, scooters, patinetes, bicicletas, triciclos, carro-forte, ônibus, caminhão e diferentes tipos de veículos comerciais – todos eletrificados.

Vários visitantes e até jornalistas compararam a feira a um episódio do famoso desenho “Os Jetsons”, criado em 1962, que mostrava o dia a dia de uma família num mundo futurístico cheio de veículos como alguns expostos neste evento sobre mobilidade elétrica.

VISITANTES APROVAM EVENTO SOBRE MOBILIDADE ELÉTRICA

“Hoje sou um visitante entusiasta. Achei o evento bem bacana porque tem desde a micromobilidade – então vi bastante patinete, pequenos veículos elétricos – até carros caríssimos, como o Porsche e o modelo da Tesla, que eu sempre quis ver ao vivo e foi um dos motivos para eu vir aqui. Achei o Porsche fantástico, mas também encontrei várias bicicletas elétricas interessantes. Gostei muito do que eu vi”, conta Bruno Modesto, um dos visitantes.

Para as empresas presentes, o “Veículo Elétrico Latino-Americano” também gerou contatos e até negócios, como foi o caso da Electric Mobility Brasil.

“Como nós vivemos uma curva ascendente no mercado da mobilidade elétrica brasileira, um evento desse porte é muito importante para reunir diferentes players e também difundir informações para o usuário final. No nosso caso, tivemos a visita de quase 1.000 pessoas nos três dias de feira. Um público qualificado e interessado nos nossos produtos, incluindo concessionárias de marcas como Nissan e GM. E tivemos, pelo menos, duas novas vendas que devem ser fechadas em breve, além de muitos contatos importantes que devem gerar novos negócios ainda neste ano”, revela Jo Achim Liebert, gerente geral da Electric Mobility Brasil, uma das empresas pioneiras no segmento de recarga de veículos no Brasil.

PÚBLICO REALIZA PERTO DE 1.300 TESTES EM DIFERENTES VEÍCULOS

Uma demonstração de como o público brasileiro está, realmente, interessado em conhecer melhor a mobilidade elétrica foi a quantidade de testes realizados em três dias.

Foram cerca de 1.300 experimentações dos visitantes, que tiverem a oportunidade de conduzir os mais diferentes veículos elétricos, incluindo carros, motocicletas, scooters, bicicletas e patinetes.

“Participamos de todas as edições. O Veículo Elétrico Latino-Americano consegue envolver todo o mercado ligado com o projeto de eletrificação. É o evento mais importante da América Latina nessa área”, afirma Iêda Maria Alves de Oliveira, diretora da Eletra, referência nacional e internacional em transporte público sustentável.

O “Veículo Elétrico Latino-Americano” também foi palco de diversos lançamentos que ainda nem chegaram às lojas brasileiras, como o novíssimo Peugeot e-208 GT, da motocicleta SHE 3000 da Shineray, da marca de patinetes elétricos brasileiros Davinci Micromobilidade e de novos e modernos carregadores de carros elétricos.

130 ESPECIALISTAS PARTICIPARAM DO CONGRESSO

130 profissionais ou estudiosos da eletromobilidade, incluindo especialistas internacionais, participaram do “Congresso da Mobilidade e Veículos Elétricos” (C-MOVE), durante três dias. Foram quase 30 apresentações abordando a questão da eletromobilidade sob os mais diferentes pontos de vista.

“O resultado deste evento sobre mobilidade elétrica foi muito positivo. A gente conseguiu conhecer vários players desse mercado, o que deixou a discussão muito rica”, acrescenta a executiva da Eletra. Foi a terceira edição do C-MOVE. Desta vez, foi um congresso híbrido (presencial e online), com uma plateia média em torno de 300 pessoas.

DIA DA MOBILIDADE ELÉTRICA BATE RECORDE

Automóveis, motocicletas, caminhões, ônibus, bicicletas, monociclos, patinetes e triciclos, todos eletrificados, participaram, no dia 25, da quinta edição do “Dia da Mobilidade Elétrica”. Um passeio somente com veículos elétricos pela cidade, cruzando toda a Avenida Paulista.

O passeio bateu recorde de público e veículos. Foram mais de 350 pessoas, entusiastas da mobilidade elétrica, e cerca de 250 veículos diferentes! A caravana foi liderada por três carros-madrinha expostos na feira: o primeiro carro-forte elétrico do mundo, um Nissan Leaf e um veículo de serviço da Enel X.

“A adesão do consumidor final ao Dia da Mobilidade Elétrica neste ano foi muito expressiva. Definitivamente, a eletromobilidade vive um momento muito importante no Brasil e no mundo”, afirma Ricardo Guggisberg.

“O Dia da Mobilidade Elétrica reuniu uma galera animada e unida, todos em prol do desenvolvimento do nosso setor”, disse Márcio Canzian, CEO da Eletricz, referência em monociclos elétricos, micros modais que também tiveram grande participação no passeio.

PRESS RELEASE COMPLETO:

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO:

Agência de comunicação focada em atender pequenas e médias empresas e profissionais liberais que precisam se relacionar e se comunicar com seus públicos.